Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Barulho pode aumentar a agressividade

Som Alto - Um Asno
Eduardo Fonseca na Folha da Região:

"Eu cheguei ao extremo da minha paciência. Me mudei de São Paulo para Bilac em busca de sossego, e acabei me deparando com som alto na rua da minha casa". Com essa frase, o policial militar aposentado Gerzinal de Oliveira Lima, 51 anos, define a atitude que tomou ao agredir um jovem no início deste ano, em Bilac, por causa de barulho.


Só neste ano, pelo menos três casos de agressões causadas pelo mesmo motivo, tiveram repercussão em cidades da região de Araçatuba. Em um deles, uma pessoa foi morta. De acordo com a psicóloga Eliana Lalucci, o barulho apresenta a característica de irritar e, com isso, diminuir a capacidade de concentração mental, afetando o desempenho na habilidade de realizar algumas tarefas.

"Em geral, as pessoas mais educadas, de maior renda e de maior posição social reclamam com mais frequência. Não é porque elas se sintam mais incomodadas do que as outras pessoas, mas porque elas entendem que, ao reclamarem, têm maiores e melhores chances de serem ouvidas", afirma a psicóloga.

Ainda segundo ela, o barulho pode tornar as pessoas menos sociáveis, agravar os problemas mentais e aumentar a agressividade. "Contudo, a maneira como nós o sentimos depende tanto de atitude quanto de decibéis", completa".


Aí! Mas porque restringir o problema do som ao caso dos carros de alguns jovens (que irrita bragarai) sendo que existem outros usos mais irritantes e totalmente autorizados? Não é novidade! Não houve um só dia desta semana que o Sr. Leonardo Sabioni, do Canal 19, não criticou os "sem noção" que acham que os ouvidos dos outros é latrina. Legal ter um carro onde se gasta de R$ 2,5 mil a R$ 17 mil para aumentar a potência do som e "pega umas mina, morô", mas que é "uma p... falta de sacanagem (não resisti) para com os outros munícipes, ah isso é. E os anúncios em Trios Elétricos, carros de som, motos de som e até bicicletas de som! A irritação é menor que o Puntz, Puntz, Puntz! dos garotos? E os carros de som que vão invadir nossas ruas daqui alguns dias para deleite dos eleitores?

Enquanto isso... ficam as donas de casa com suas crianças irritadas com o barulho desrespeitoso, os colegas de roda que não conseguem conversar tranquilamente sem serem interrompidos pelo estrondo do rubro que estes divulgadores nos presenteiam de hora em hora e aqueles que ainda resistem a sedução das midias e resolvem ler então... Legal a Folha da Região ter levantado a questão e ter demonstrado que não são poucos os que se irritam com o negócio da falta de educação destes, no mínimo, egoistas! Mas reitero, porque se limitar a eles, vamos exigir bom senso de todos, principalmente daqueles que pretendem vender!

Quanto aos garotos do Puntz, Puntz, já pensei em incrementar meu carro também e sair pelas ruas ouvinto Cartola, Vinícius, Chico Buarque... ou então SlipKnot a todo volume pra ver se eles gostam.

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.