Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Joaquim Barbosa e o desprezo pelo “caráter marginal” de quem discorda dele

Joaquim Barbosa - Um Asno
Pois é… Ricardo Lewandowski fazia a apologia das ditas políticas afirmativas, entre elas a de cotas, quando foi aparteado por Joaquim Barbosa, (recentemente afirmou que o antigo presidente do Supremo manipulava resultados - esse é um ministro com certo gosto pela estridência e que não costuma ser muito tolerante com quem discorda dele).

Vamos pensar. As cotas estão sendo estabelecidas sob o pretexto de proteger minorias — do ponto de vista sociológico — que teriam sido prejudicadas ou discriminadas ao longo da história. A questão só está no Supremo porque, quando menos, é contraversa, certo?

E como é que Joaquim Barbosa se referiu àqueles que são contrários às cotas? Assim, se é que não entendi errado (mas acho que não):
“Basta ver o caráter marginal daqueles que se opõem ferozmente a essas políticas…”

COMO É, MINISTRO???
Desde logo fique claro que Barbosa não está chamando ninguém de marginal no sentido habitualmente empregado no Brasil: “bandido”. Não! Ele está dizendo que aqueles que se opõem às cotas são pessoas situadas à margem, deixem-me ver, do debate, da política, da vida pública, da razão, do bom senso, do bem, do belo, do justo…

Talvez fosse mais decoroso mesmo, ministro, o senhor chamar de “bandidos” aqueles que discordam de seu ponto de vista. Talvez soasse menos ofensivo.

Daqui a oito meses, Barbosa, vice-presidente do STF, assume a presidência, com a aposentadoria de Ayres Britto. Com essa tolerância que ele demonstra com quem não pensa como ele, talvez seja o caso de as vozes divergentes dispensarem a toga e entrarem no tribunal de armadura!

Noto que já não basta vencer o adversário intelectual no voto. É preciso também desqualificá-lo, excluindo-o do mundo dos vivos.

Por Reinaldo Azevedo

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.