Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Amo Birigui! Não fui contratado por ninguém!

Já tem gente dizendo por ai que fui convidado pela atual administração para criticar seus adversários como se estivesse "representando" a opinião pública!

Primeiro, não opino sobre o que os outros pensam, opino sobre o que eu penso. São minhas opiniões postadas conforme minha consciência. Se tem pessoas com opiniões afinadas com as minhas (e são muitos) não quer dizer que eu os represente. Minha arrogância não chega a tanto! Ademais, se não estou criticando a atual gestão neste momento é porque, mesmo descontente com alguns temas, estou satisfeito com a maioria. Entretanto, mesmo que eu esteja me manifestando só agora, sempre estive muito perto de tudo o que acontece na política desta cidade (e muito perto também dos políticos, ainda que não lembrem).

No próprio Blog do radialista, agora vereador, Aladim José Martins, pode se ler o seguinte artigo onde denuncio uma situação na Rua Bandeirantes no dia 25 de novembro de 2009, leiam:

Enchente na Rua Bandeirantes
Por muitas vezes fui vítima dos problemas com o asfaltamento local, mas esse era um custo que já estava habituado a absorver, já que o problema me persegue desde a década de 80, quando vi pela última vez um asfalto sendo confeccionado com qualidade superior ao corrente nos últimos quase trinta anos.


Não me aborrecem só os gastos rotineiros com manutenção no veículo, mas o desconforto ao conduzi-lo por vias tão precárias e a evidência do descaso por parte dos responsáveis que já conhecem o problema e já o estudaram com várias possíveis soluções. As autoridades locais insistem em tratar o problema como sendo político, porém ele é mais profundo que isso. É um problema de deficiência técnica, de morbidez na personalidade das autoridades e, principalmente, de incoerência dos munícipes na hora de escolherem seus representantes na Casa Legislativa.
Por mais bem intencionados que possam parecer alguns edis com seus discursos inflamados e homicidas da gramática vigente, não conseguem mais do que retardar o processo de resolução do problema e irritar a população com seu programa de entretenimento exibido às quartas no canal 19. Anexo a este artigo fotos registradas no momento da chuva do dia 23/11/09, por volta das 15h30. Chuva que não durou mais do que 20 minutos e que escandalizou moradores e usuários do trecho da Rua Bandeirantes, entre a Rua Francisco Galindo de Castro e Rua Anhanguera, ao expor a fragilidade do asfalto, bem como a inabilidade técnica ao lidar com um problema que exige mais do que o conhecimento da lei da gravidade. O problema naquele local, embora revelado pela água como sendo a fragilidade da massa asfáltica, é de engenharia inábil e mesquinhez na solução.
Não é função deste texto denunciar ou implorar por favores da administração pública. Por mais que esteja claro que a ninguém interessa o estado lastimável em que se encontra a infra-estrutura de nosso município, é mais do que urgente repararmos que não somos eficientes ao lidar com problemas críticos. Nosso prefeito pode até ter razões que a própria razão desconheça, mas sua assistência é pobre e sua gestão sofre de um mal comum aos arrogantes: a tiflose.

Nilson Alves de Souza é Escritor/Consultor

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.