Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Polícia investiga denúncia de racismo na UNESP Araraquara

Dez estudantes africanos fizeram um boletim de ocorrência para denunciar preconceito

Bianca Bibiano, do R7

Um grupo formado por dez estudantes da Unesp (Universidade Estadual Paulista) em Araraquara registrou um boletim de ocorrência no 4º DP da cidade para denunciar um ato de racismo ocorrido no campus.

De acordo com o delegado Antônio Luiz de Andrade, responsável pelo caso, os jovens denunciavam uma inscrição preconceituosa feita em um muro que fica dentro da Unesp. A frase diz “Sem cotas para os animais africanos”.

Os estudantes são beneficiários do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), do Governo Federal, que oferece intercâmbio para alunos de Países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordos educacionais.


Fala sério! Não se trata apenas de um crime de racismo, mas também de xenofobia! Já me manifestei contra a política de cotas instalada no país, mas a defendo já que está em vigor e este é um país de direito. A inscrição no muro reflete também o rancor que foi ativado após a aprovação da Lei.

Minha posição de ser contra a lei não pode ser confundida, como estes marginais fizeram, com racismo. Ademais, quando prestei meu penúltimo vestibular, anterior a aprovação da lei, os primeiros aprovados foram, em primeiro, um homosexual, em segundo um ex-estudante de medicina e em terceiro um negro de origem muito humilde! (não concordo com a palavra afrodescendente, eles descendem da África tanto quanto Pelé).

A periferia e os obstáculos não o impediram ele de estar em terceiro entre noventa que frequentaram cursinhos pagos (e muito caros por sinal). A superação fez desse rapaz, agora um excelente professor a quem admiro, entre milhares de brasileiros na mesma condição e, que também não concordam com a política de cotas que julgam ser até mesmo uma ofensa a eles, o que realmente um ser humano pode ser independente de sua raça, cor, clero, orientação sexual e até política.

Sei que o tema é muito profundo e que levanta nossas raízes culturais, mas em um regime democrático o crime que cometeram extrapola em muito, não só as fronteiras, como também a tolerância com certos nazis que são muito machos de cima do muro! Basta de delinquencia!

À propósito: sou pardo de verdade e fiquei em sétimo no vestibular...

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.