Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

As vaias à mulher mais popular do Brasil foi articulação política, ou as pessoas estão abrindo os olhos?


A Pedra Fundamental do Nada - Um Asno
As primeiras vaias foram logo interpretadas como sendo uma articulação política e rapidamente desprezadas como sendo manipulação eleitoreira. Mas vamos lá...
O ato de protesto foi promovido por estudantes, servidores e professores da Universidade Federal do ABC, paralisada há 50 dias pela greve das universidades federais. Mesmo que o ministro da Educação e a ministra do Planejamento jurem que os entendimentos avançam satisfatoriamente, o fato é que nada avançou nas negociações e a insatisfação só aumenta. A verdade é que fomos tapeados com promessas e fantasias escatologicamente plantadas na mídia (hoje chamada de golpista) que nunca foram além do palanque. Já tive muitas manifestações de leitores neste blog, ora por lulistas fanáticos, ou lunáticos, ora por pessoas descontentes com o governo da ilusão. Mostrem-me um único número favorável na economia brasileira que não tenha sido conquistado e garantido pelo plano que o próprio Lula chamou de estelionato! Fazer mágica com a matemática e transformar em classe média quem nunca deixou a pobreza não vale!
A foto acima documenta a inauguração de absolutamente nada e aconteceu em agosto de 2009 em São Bernardo do Campo. Aos que criticam a posição deste blog com relação a divindade de terreiros e encruzilhadas a quem denominam Lula (é uma ofensa a esta designação religiosa), recomendo que vejam o vídeo do Chico Oliveira, um dos fundadores do PT que abandonou a legenda em 2003. O trecho abaixo foi extraído do blog do Augusto Nunes e o comentário final também lhe pertence.

“E pasmem para uma coisa que é importante”, gabou-se Lula no comício de todo santo dia. “Eu, torneiro mecânico, já sou o presidente da República que mais fez universidades neste país”. Jura que construíra 13. Para chegar a esse número, incluiu, por exemplo, o campus de São Bernardo do Campo da Universidade Federal do ABC, inaugurado em 25 de agosto de 2009. A imagem que ilustra este post registra o momento da inauguração. Não parece, mas Lula garante que há uma universidade na fotografia.
No dia da festa, o maior governante desde Tomé de Sousa irrompeu no berço político ao lado da primeira-dama e escoltado pela procissão de ministros. Na discurseira para a plateia reunida num auditório, contou que erigira aquele templo do conhecimento por temer a ciumeira de Marisa Letícia, que exigiu para a cidade natal uma universidade igualzinha à de Garanhuns. Atribuiu o ligeiro atraso das obras ao Tribunal de Contas da União. Avisou que o campus começaria com 500 alunos, chegaria a 15 mil até o fim do governo e logo se tornaria mundialmente conhecido como um viveiro de gênios da engenharia.
Encerrado o palavrório, foi visitar a maravilha — sem plateias por perto. A foto congela o instante histórico. Aplaudido pela primeira-dama, pelo prefeito Luiz Marinho e pelo vice-prefeito Frank Aguiar, o Primeiro Companheiro não descerra nenhuma placa. Apenas movimenta uma pá. Como o monumento ao saber só fora erguido no palanque, o JK de chanchada inaugurou uma pedra fundamental. E deu por inaugurada outra universidade federal.
Passados quase três anos, a recepção oferecida à comitiva de Dilma adverte: as vítimas das vigarices  começam a abrir os olhos. Nesta última quinta-feira, os manifestantes de São Bernardo reafirmaram que nenhum bando de farsantes engana todo mundo o tempo todo. Induzidos desde 2009 a enxergar um campus imaginário, alguns ludibriados enfim enxergaram o tamanho do embuste. Ainda não são muitos. Mas há pouco parecia não haver nenhum.
Por Augusto Nunes

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.