Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Estamos quase lá! Faltam poucos dias para começar a baixaria!!

Hip Hop - Um Asno
A foto não está fora de contexto, não! Começo pelas convenções partidárias e encerro com Hip Hop! Ontem, os partidos se reuniram em Birigui, para realizar suas convenções e decidirem o que já está amplamente divulgado na mídia. Faltam poucos dias para começar a campanha eleitoral propriamente dita. Obviamente não fui convidado para nenhuma convenção, mas passei uma agradável tarde com minha filha mais nova que teve uma apresentação em sua escola por conta do famoso "Ponto de Cultura" nos bairros. Claro que a única razão para eu estar lá era minha filha, porque, para a maioria pode até não ser, mas para mim, atividades culturais vão além da apresentação de um coral infantil, um juvenil e a dança junina do Clube da Terceira Idade. Embora eu aprecie o que o pessoal da melhor idade faz com seus integrantes, abomino o que essa atual administração municipal fez com o que chama de Departamento de Cultura.

Sinto falta dos tempos em que o Marquinhos Tinarelli só tocava em casamentos, aniversários e outras reuniões mais apropriadas. Está claro para esse escriba chato e intrometido que o responsável por aquele departamento tem andado muito ocupado com seus ensaios musicais. Atividade que lhe toma o tempo para realmente agir em prol da Cultura neste município. Não culpo o senhor Marcos. Ele é a prova de que "se a única ferramenta que você possui, é um martelo, todo problema que aparece, você pensa que é prego". Me faz lembrar o Gilberto Gil, enquanto Ministro da Cultura - nunca na história destepaiz se promoveu tanto a música baiana!

O empenho pelos jovens do Hip Hop existe, mas é pobre e desorientado. Não desenvolve o senso crítico necessário aos que pertencem a este movimento. Criticismo existe, senso é que anda em falta! Onde está o fomento aos certames locais? As rodas de debates, as discussões sobre livros e autores, o incentivo aos poetas e escritores locais, o apoio aos artesãos da cidade, o apoio aos atores amadores e por ai adiante? Ah, mas nós temos as apresentações da OSESP uma vez por ano! Nós temos o Teatro do SESI!

Meus caros... Se eu quero assistir a uma apresentação decente da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo tenho de me dirigir aquela localidade! Quando se apresentam aqui, "tocam" peças do cinema e misturam relíquias eruditas com música sertaneja (aff), samba e pagode (não demora muito e o próximo regente não será João Carlos Martins e sim o Mano Brown! O SESI sim, traz atrações espetaculares, mas onde entra a administração municipal? Em Araçatuba, cidade vizinha, temos pessoas relacionadas a cultura trabalhando pela pasta! Aqui, extinguimos a Secretaria e criamos um "departamentozinho". É bem a cara de gente que não acha cultura importante para o povo, ou ainda, que o povo da cidade não tem interesse e predisposição para a cultura, como dizia a saudosa ex-secretária da cultura de Birigui, Terezinha Lot Zin.

Contudo, com que cara de pau vou criticar o desprezo pela cultura em nosso município quando vejo no site da Secretaria de Cultura de São Paulo, através de seu programa de incentivo a prática cultural, o PROAC, apenas projetos para oficinas teatrais e obras de cinema. O mesmo se repete no Ministério da Cultura! Estamos presando mais o entretenimento do que a cultura educacional. Estamos entre os piores países em redação e interpretação de textos, não discutimos o bastante, não debatemos o suficiente e amargamos o "populismo" da cultura. Mas, folclore e coral também são manifestações culturais! São sim. Música sertaneja, funk, pagode e axé também são manifestações culturais. Estão mais para uma indústria milionária, mas não deixam de ser. Reduzir o imenso universo cultural a isso é como ouvir só os lançamentos musicais e os sucessos das trilhas de novela que tocam na rádio Tropical FM! É CULTURA DE BANHEIRO!

Em plena era digital, com inclusão e tudo, temos interação de mais e produção de pensamentos de qualidade de menos! Convoco a todos os jovens (não a juventude sábia do Zé Dirceu), para que continuem ouvindo suas músicas prediletas, lendo seus romances vampirescos, mas, que celebrem também as criações artísticas de jovens de outras épocas. Vejam que a forma como declaram sua libido em letras como "Ai se eu te pego" e "Eu quero Tchu, eu quero Tcha" nas palavras de Cartola, Vinícius, Tomáz Antônio Gonzaga, também podem ser muito atuais e sem incorrer na cafonice.

Espero que o próximo prefeito desta cidade (tudo indica que será você, né, Roque), coloque pessoas relacionadas as suas pastas nas secretarias e não companheiros de campanha. Mas, sei que é pedir demais para nossos políticos provincianos. Meu desespero é pensar que terei mais quatro anos de cultura biriguiense e não do povo de Birigui.

Agora, voltando ao Hip Hop...Estou redigindo outro artigo para tratar especificamente sobre esse movimento que ganha interesse dos jovens em Birigui.

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.