Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Ghiraldelli X Autodidata: Sugestão do Leitor

Paulo Ghiraldelli - Um Asno
Seguindo a sugestão de um leitor anônimo, farei um breve comentário sobre a opinião do Professor, Doutor, Mestre em Filosofia da UFRRJ, e autoproclamado "Filósofo de São Paulo", Paulo Ghiraldelli. Bom, primeiro, não reconheço um "filósofo" que rotule as pessoas. Rótulos são para comida e, às vezes, os emprestamos a comportamentos e ideias. O verdadeiro filósofo não ousa tanto! Minha primeira formação é Filosofia, mas jamais me atreverei a usurpar o título, prefiro, ao contrário do que professa (!) Ghiraldelli, ser um AUTODIDATA! Para mim, um homem que afirma que "o sistema religioso judaico-cristão embota o raciocínio" despreza o grande número de sábios que esse sistema já produziu (e não me incluo nesta nobre categoria por falta de méritos). Sócrates era mais humilde e considerava que todos os aprendizes detêm o saber, porém estando distanciados deste, necessitam de um modelo que consiste em reaproximá-los desse saber. A forma como isso aconteceria é própria de cada indivíduo.

"Sócrates era autodidata, o valor supremo para ele era o conhecimento, ele se preocupava com o homem virtuoso e a necessidade do conhecimento. Para ele a educação é o meio pelo qual o homem se torna Filósofo e chega até a verdade, condição para que este homem alcance a felicidade". Pois bem... não seria este homem o aclamado "pai da Filosofia"? Alguém que afirma o seguinte:
Autodidata não pode se tornar nada, muito menos filósofo. Acho que tudo que sabemos de filosofia é que ela é uma conversação, e não só uma conversação com filósofos mortos, pelos livros, mas também com os vivos. Filosofia depende de diálogo, e este se faz a partir de vocabulários técnicos. No passado não existiu filósofo autodidata, como alguns imaginam. Quem não teve escola formal, teve um preceptor ou um filósofo do qual foi discípulo. Agora, com o fato da filosofia ter uma linguagem técnica para problemas técnicos, internos a ela, o autodidatismo é uma verdadeira aberração. Há um astrólogo e jornalista sem diploma, de extrema direita, que não passou em vestibular e se diz filósofo, mas comete erros básicos. Qual a razão: não discutiu, não ouviu, não debateu. Já nasceu ensinando, sem aprender. Paulo Ghiraldelli
A crítica que ele faz a outro que se afirma filósofo fica à parte. Essa pessoa é apaixonada por si mesma e por seu "notável saber" e despreza a história. Quem despreza a história não pode jamais sentir atração pelo conhecimento! Numa coisa ele está certo: "Saber línguas, ao menos uma a mais que a língua pátria. Ser honesto consigo mesmo e ser corajoso, não abaixar a cabeça para o poder. Ler correto e escrever bem. Saber dialogar e ser curioso. Ter paciência para aprender e ser cuidadoso com o textos. Ter humildade intelectual; ou seja, não ser bobinho e deixar de aprender; aprendemos até com os que sabem bem menos. Tendo isso, a filosofia autêntica se abre". Até agora não vi porque um autodidata pode se tornar um filósofo. As frases seguintes também são dele: "Instituições possuem suas regras e elas dificilmente são compatíveis com os impulsos filosóficos", "Filósofo também não é autodidata, muito menos solitário. Filósofo tem de ter formação e isso se faz junto de outro filósofo e em diálogo público - em guerra", "Filosofia sem revisão e mudança de posições não é filosofia, é esclerose mental".

Percebem como há contradição quanto ao filósofo ser autodidata ou não? Sócrates, jamais julgava-se como possuidor da Verdade, “Só sei que nada sei”. Suas críticas aos outros filósofos tradicionais se davam porque acreditava que a verdade era inerente a todo o homem. Ora, é através da Educação que o homem obtém os meios para encontrar a verdade, sendo que a todo homem é dado chegar a Ela, já que esta se encontra nele. E como se processa a educação? Com certeza, nas instituições, como bem lembra Ghiraldelli, os "impulsos filosóficos" tendem a ser bem mais limitados. Meu leitor anônimo acertou a maneira correta e isso também é lembrado por Ghiraldelli: é na provocação de discussão, no debate, na "guerra", se preferirem, que surge a construção do conhecimento. Erramos feio ao perenizar a cultura do "Política, Religião e Esporte, não se discutem".

Ghiraldelli também afirma: "Em filosofia não há auto nada. Reparem a origem do nome filosofia..." - Beleza, vamos a palavra então (sem viadagem!): philos - define-se como amizade, amor fraterno, respeito entre iguais, mas pode ser interpretada simplesmente pelo sentido de atração - Sophia - (curto e grosso), sabedoria ou simplesmente saber! Entendam como filósofo sendo quem possui atração pelo saber, ponto! Quem quer filosofar, primeiramente, deve cumprir este requisito, os seguintes ele desenvolverá com a prática exaustiva do debate, das discussões e... porque isso não seria feito por um Autodidata? Conheço dezenas de professores, administradores e líderes possuidores de títulos e diplomas que nem sequer mereceriam ser alunos em escolas primárias na Finlândia, sem falar nas centenas de diplomados que não alçam carreira por mera incompetência. Alguns diplomas servem apenas ao serviço de certificar a arrogância de certos doutores e temos muitos desses exemplos na política. Além do mais, conquistar um doutorado ou mestrado significa apenas que você terá de dedicar um tempo enorme para defender uma ideia obedecendo a métodos e convenções.

Outra contribuição de Sócrates é a sentença de que a filosofia não é possível, enquanto o indivíduo não se volte para si próprio e reconhece suas limitações. “Conhece-te a ti mesmo”. Desta maneira que a verdade vem a luz! Agora... me corrijam: é possível conhecer a si mesmo sem a característica maior de um autodidata que se auto questiona e se auto ilumina? Com certeza, para Ghiraldelli, autodidatas devem ser de um povo estranho que só leem livros e não agem na construção da própria experiência. Observem a metodologia do EAD. O sistema de Ensino a Distância pode ter suas limitações, porém, seu sucesso pleno esbarra apenas no mínimo esforço dos alunos que escolhem tal sistema.

O Sr. Paulo Guiraldelli esbarra em outros conceitos também e divirjo dele com relação a sua posição sobre as Cotas nas universidades, bem como sua visão marxista que enxerga nosso complexo universo de classes binariamente dividido em esquerda e direita, mas são pontos para outro debate.

6 comentários:

  1. É um fanfarão, simplesmente sem noção, pois mesmo tendo diploma, somos todos autodidatas...

    ResponderExcluir
  2. Tinha esse senhor em meu facebook, mas ele só publicava imagens de mulher pelada e pasme, muitas de sua propria esposa em trajes sumarios. Deletei.

    ResponderExcluir
  3. Tanto o Saber quanto o Poder têm medidas. Este senhor, Paulo Ghiraldeli, outrora colaborador do pensamento brasileiro tem usado esta rede social para promover ataques gratuitos e disparatados contra a liberdade de expressão e pensamento dos membros desta rede social. Pais, esposas e filhos puderam ler hoje em seus comentários, palavras ofensivas a pais esposas e filhos do mais BIZARRO CALÃO e DESRESPEITOSO DISCURSO contra a família brasileira. Pessoas foram rotuladas dos mais escatológicos adjetivos em relação a elas, apenas porque não concordam com as bobagens que ele escreve em perfis aleatórios. Este senhor, além de desrespeitar os direitos fundamentais da Constituição Federal, também desrespeitou homens e mulheres chamando-os de "putas, cornos, burros, imbecis, vagabundas e vagabundos, além de fazer menção em "cuidar de ensinar a alguém como ser viado" (no sentido pejorativo, sem desrespeito da minha parte aos homossexuais). Este senhor que não percebe que seu estilo polêmico perdeu a data de validade e que ser contra não é massacrar a moral alheia, deve sofrer de algum tipo de sociopatia grave que o torna um derrotado, depois de tantos anos de júbilos. Sinceramente não consigo entender como este senhor pode ter tantos agregados em sua lista de amigos que o estimam. Este senhor que não conhece o recurso do "print screen" de um computador e acredita que depois de xingar e humilhar pessoas ele pode simplesmente bloquear as pessoas ou se auto-excluir, ainda mais esquecendo que ele próprio tem mais de um perfil para suas traquinagens juvenis. Estudamos a possibilidade de mover contra este senhor que se diz filósofo (decadente) uma ação civil pública de danos morais no Ministério Público para que ele aprenda (idosos ainda aprendem, por mais aparentemente insano que este senhor pareça), de que as pessoas devem ser tratadas com respeito indiscriminadamente. Peço o apoio de todos para que COMPARTILHEM esta nota, e comentem-na aqui mesmo se já foi alvo das barbáries verbais deste senhor desclassificado, que tinha fama e dela não soube tirar proveito a essa altura da vida, ferindo inclusive a memória nacional. Ainda que eu perca meu perfil no facebook por esta nota, quero fazer justiça contra as pessoas menos favorecidas que sofreram investidas desse mau caráter. Repito, o Saber e o Poder têm medidas, e são medidas disputáveis em vários campos: do debate ao clamor da Justiça.

    a um dos perfis dele não tenho acesso, o outro é http://www.facebook.com/ghiraldelli.novo?fref=ts

    Obrigado pela atenção de todas e todos! COMPARTILHEM POR FAVOR! A responsabilidade é toda minha!

    ResponderExcluir
  4. Meu nome é Sylvio Galvão (facebook)

    meu email é editoratecidoverbal@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Seu texto comete varios erros quanto a Socrates... Voce que inventou esse tal "Socrates Humilde", esse "Socrates Interiorizado". Eh disso que o Paulo fala, o cara nao debate, nao conversa com outros filosofos e ja sai "educando"... Comete erros e nem sabe

    ResponderExcluir
  6. Não seria filosofia como uma arte marcial, do qual sozinho jamais aprenderíamos a lutar?

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.