Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Paulo Maluf é condenado a devolver dinheiro a São Paulo (Finalmente!)


Paulo Maluf - Um Asno
Pois bem... Lembro que o partido que eu empurrava aos "alienados", com meu cretinismo intelectual da época, nos tempos em que eu ainda empunhava a bandeira vermelha e recorreu a lei contra seu adversário Paulo Maluf. Hoje, sou eu o "alienado" na boca de alguns petistas (graças a Deus ainda existem alguns sérios), mas percebo que não foi o senso de justiça que fez o partido ir contra Maluf, foi apenas porque era seu adversário e ponto. Hoje, Maluf (finalmente foi condenado a alguma coisa) terá de devolver dinheiro aos cofres públicos e isso não tem mais recurso, porém, o PT de São Paulo (que antes o queria fora) quer lhe conduzir para dentro da prefeituraLeiam o que informa José Ernesto Credendio, na Folha:
O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) terá de devolver R$ 21,315 milhões aos cofres municipais até este mês, por decisão da Justiça, após perder todos os recursos numa ação movida pelo Ministério Público Estadual, com base numa representação apresentada pelo PT em 1996. Prefeito paulistano de 1993 a 1996, Maluf é hoje aliado dos petistas na coligação que tenta levar Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo. O deputado foi intimado a devolver à prefeitura o valor de prejuízos de operações financeiras com papéis do Tesouro Municipal no caso conhecido como “escândalo dos precatórios”, em razão de uma condenação ocorrida em dezembro de 1998.
Como ele não conseguiu derrubar a sentença em instâncias superiores, em 20 de setembro deste ano a juíza Liliane Keyko Hioki, da 3ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, atendeu pedido do Ministério Público e deu prazo até este mês para Maluf restituir o valor à prefeitura. A ação, por improbidade administrativa, foi motivada por petistas como o atual ministro José Eduardo Cardozo (Justiça), Devanir Ribeiro e José Mentor, ambos do diretório nacional, o vereador José Américo e os deputados Carlos Zarattini e Adriano Diogo, na época opositores à gestão de Paulo Maluf.
O valor da restituição foi atualizado em agosto e, caso Maluf não o devolva, deve pagar mais juros e multa de 10%, determinou a juíza. Antes, o deputado tentara suspender o processo com apelações ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) e ao STF (Supremo Tribunal Federal). Em março de 2009, em recurso relatado pelo ministro Ayres Britto, o STF negou o pedido de Maluf, que já havia perdido também no Tribunal de Justiça paulista.
(…)

Voltei
Então... Há cientistas políticos que acham esse jogo de alianças entre partidos normal e até estão acusando (sem fundamento), o STF de agir de forma ilegítima contra o PT no caso da Ação Penal 470 (vulgo Mensalão). Como não sou cientista e nem político, mas sei ler, divirjo observando que o Artigo 370 do Código Penal contraria tal afirmação. Divirjo, ainda, que o STF tenha alterado sua maneira de julgar, basta se ater a letra da lei e verá-se que a maioria está simplesmente seguindo o que nela vai redigido. O que mudou é que, antes, estas ações nem chegavam ao Supremo como me parece ocorrerá novamente com a CPI do Brejo (Cachoeira), iniciada pelo PT com a única e exclusiva intenção de pegar apenas corruptos da oposição. Ao que parece, agora que ficou evidente que o poço é mais profundo e envolve mais gente entre os aliados e da própria sigla, já condenaram, mas foi a CPI, ao fim prematuro.

2 comentários:

  1. Por gentileza qual é a fonte dessa informação do Deputado Paulo Maluf?
    Porque esse site não tem credibilidade nenhuma para se acreditar. E uma vez que pesquisando em sites serios nada encontrei acredito que isso apenas mais uma tolice.

    ResponderExcluir
  2. Finalmente mesmo! O pior e que ele deixou alunos. Esquema parecido esta sendo investigado pelo MINISTERIO PUBLICO na cidade de BARUERI. La os politicos RUBENS FURLAN E GIL ARANTES esconderam dinheiro em nome de empresas e do filho RICARDO ARANTES. Dinheiro de seus ilicitos.
    Espero que tenham o mesmo fim de MALUF. Quem diria...MALUF mais que desmascarado.
    Ah! E o sujeito que nao se identifica e se expressa como "anonimo" tem, com certeza muito menos credibilidade que esse blog, que tem identificaçao.

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.