Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

Ao menos alguém compreendeu minha crítica as manifestações. Agradeço de coração!

Movimento Passe Livre - Um Asno
Entre ofensas agressivas e atitudes mesquinhas na intenção de invalidar o que penso, eis que surge uma fagulha no horizonte do entendimento. Não muitos prestaram atenção a um pequeno debate que mantive com o leitor Márcio Pereira (leia aqui). Preferiram atacar minhas críticas quanto a forma que o movimento está agindo em todo o país. Nem todos foram longe o suficiente para avaliar o que realmente eu escrevi. Isso é natural na geração Facebook. Todos tem pressa em compartilhar e curtir. Não sobra tempo para análise de nada mesmo.

Bom! O meu leitor compreendeu e me enviou sua resposta. Como eu havia exposto o debate aqui para que outros pudessem engrossar a discussão, resolvi publicar também o seu último comentário e o meu agradecimento a ele. Segue conforme o e-mail:

From: Marcio Pereira 
Sent: Thursday, June 20, 2013 9:35 AM
To: UM ASNO 
Subject: Re: Um asno que só lê, "asnalisa"
Prezado Nilson, eu é que tenho que agradecer por mais esta belíssima aula. Realmente tenho que retificar o meu pensamento. Você tem razão com relação ao rumo que o movimento pode tomar sem uma liderança e sem uma meta. Em princípio achei que você estava contra, mas, agora percebo claramente que você está dando uma grande contribuição.
De forma alguma eu concordo em zerar o preço das passagens, não existe jantar de graça e alguém terá que pagar a conta. Se o movimento está radicalizando apenas nessa meta, realmente não iremos colher os frutos que esta rica oportunidade está nos dando. Mas, podemos introduzir ideias e tentar dar o brilho que falta à movimentação. Ainda vou continuar esperando e torcendo por isto.
Um grande abraço e mais uma vez muito obrigado.
Márcio Pereira. 
Resposta
Um excelente dia pra você, meu amigo! Márcio, são manifestações como a sua que realmente podem fazer diferença em um debate construtivo. A insatisfação e o pensamento devem sim tomar forma definida. Soluções viáveis só brotam do debate civilizado. Lutamos muito para conquistar isso. Foi a insatisfação que me impeliu a registrar meus pensamentos através do Blog. Sou uma das pessoas mais interessadas em que haja uma mobilização da sociedade. Minha maior crítica ao que temos hoje vai na direção da imaturidade e falta de uma base sólida para o tal movimento se apoiar. Você se recorda pelo que lutávamos em 1984. Você também deve se recordar de que haviam clamores os mais diversos, porém uma liderança conseguiu conduzi-los a uma pauta que culminou na democracia. É claro, há diferenças brutais entre aquele momento e o atual, mas havia inteligência por trás da mobilização. O que temos hoje é apenas emoção e isto desperta o que há de mais ruim na sociedade: um gigante estúpido e beligerante chamado massa!

É bem verdade que os líderes do movimento Diretas Já são hoje os mesmos responsáveis pela indignação geral do país. Mas o motivo é bem definido! Há uma apatia dos representantes por que eles sempre viam a população indiferente aos seus... Como é que o governo chama mesmo? Malfeitos! A nossa vida já nos ensinou que para tudo é necessário planejar, medir, controlar e tomar medidas corretivas sobre o rumo das coisas. A energia dos jovens e a sua disposição para lutar é esplêndida! Mas, a imaturidade deles não permite uma avaliação sensata de suas ações. Eu até espero que alguns frutos positivos surjam dessa orgia. Mas confesso! Temo que tenhamos acordado um espírito rancoroso e destrutivo em nossa nação. Quanto ao nosso debate, foi um dos melhores prazeres que conquistei desde que comecei a redigir o blog. Foi sempre isso que busquei. A argumentação, a explanação do seu ponto de vista, a exposição dos seus sentimentos e a revelação de que, na realidade queremos as mesmas coisas, foi a melhor demonstração de como uma sociedade que se pretende ser evoluída e realmente democrática deve agir.

Fico muito satisfeito quando há esse tipo de contribuição ao que faço e vai ser sempre um prazer discutir ideias e pensamentos com pessoas que querem construir uma realidade menos autoritária e mais cortês com o pensamento diverso. Convoco a todos para esse debate. Vamos contribuir, sim, com as manifestações. Mas no sentido de que não podemos de forma alguma perder o que foi conquistado e ainda por cima deixar de reconhecer o direito irremovível do indivíduo. Sobretudo daquele indivíduo que não está a nosso favor. O nosso direito também é o dele. Temos muito poder unidos, mas maior é a nossa responsabilidade quanto a esse poder.

Abraços meu caro! Obrigado por compreender minhas considerações. Continuemos empunhando a bandeira da sensatez sobre o ofuscamento da imposição bárbara das vontades.

Encerrando...
Quero deixar claro que o meu elogio a contribuição do leitor não se deve ao fato de que ele tenha encontrado concordância com o meu pensamento. No meu ponto de vista, uma vida decente, inteligente e sadia se constrói com debates e argumentos embasados em fatos, dados e análises. A opinião contrária é salutar para a construção do conhecimento. Sem a existência do contrário não haverá movimento na roda da evolução. Haverá, sim, uma ditadura de verdades que aprisionarão os indivíduos numa imbecilidade eterna. Convido os jovens que seguram bandeiras nas ruas a empreender um exercício de bom senso e aceitarem que o outro existe. E só porque o outro não pensa e não age como eles, não significa que esteja errado, ou alienado, ou manipulado, ou ainda adormecido. Significa apenas que é o outro e a civilidade nos impele a respeitá-lo.

Concluindo... Eu irei as ruas, mas jamais irei me apossar delas e me esquecer que elas não pertencem só a mim. Vou preferir as calçadas, as praças e até os gramados. Mas não servirei de óbice na rotina natural de meus irmãos.

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.