Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Movimento Passe Livre: Não pensaram direito e começaram algo que não podem parar!

Movimento Passe Livre - Um Asno
Quem espera uma manifestação pacífica e sem vandalismo não vai preparado com objetos que se transformam em armas como os sprays usados para pichar os ônibus e o patrimônio alheio. O Movimento Passe Livre, na realidade formado por jovens ideológicos de classe média que, em sua esmagadora maioria, nem sabem o que realmente a população sente com a precariedade do serviço de transporte público, não fez o que seria o básico. Negligenciaram passos importantes, tais como, conhecer a fundo o problema e as possíveis soluções viáveis em curto ou longo prazo. Não elaboraram uma proposta sólida para contrapor ao que está vigente e se recusam a seguir as regras primárias da negociação. E dispararam um gatilho perigoso e sem controle: a massa. O que está nas ruas atualmente não é uma revolta popular contra o aumento da tarifa.

O MPL não é um movimento social e muito menos uma representação popular. É o caos produzido pela impulsividade dos jovens sem uma causa definida. Se houvesse algo definido para se protestar, não descambaria para a violência e o vandalismo. Aderem à turba um monte de gente que nunca conseguiu volume nas urnas para impor a força a sua vontade.  São os integrantes radicais dos partidos PCdoB, PCO e PSOL! Também engrossam o caldo os amarelinhos anarquistas e os vagabundos contra o trabalho e a produção. Agora querem posar de vítimas e jogar, com o apoio da imprensa o ônus do quebra-quebra para a polícia, mas ignoram que estão descumprindo uma regra que a própria sociedade definiu: é livre o direito à manifestação, desde que não se interfira nos direitos dos outros.

Ignoram também que ao reivindicar a gratuidade do transporte público, estão hipocritamente exigindo que outros paguem a conta porque tudo que é gratuito e público é pago por alguém. E está claro que vão continuar insistindo no erro! Então... Vamos todos aderir ao movimento e recusar o progresso e a tecnologia que abraçamos no último século? Quem precisa de energia elétrica, telefone, televisão e internet? Afinal, são públicos, némessm! Mas quem vai pagar a conta mesmo? Ah, sim... São os coitados que tem de tomar ônibus todo dia e espremer o orçamento deixando até de almoçar! Assistam ao vídeo com a íntegra da entrevista cedida por um dos líderes do movimento ao Estadão e tirem suas próprias conclusões.

Um comentário:

  1. Fernanda Araujo21 junho, 2013 17:21

    Fernanda Araujo

    Tudo bem que precisamos de energia elétrica, telefone, televisão e internet, mas países de "1ª Economia" tem-se tudo isso, mas com muito menos impostos cobrado do povo, talvez porque nesses paises os governantes não larapiem tanto o dinheiro do povo

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.