Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

Movimento Passe Livre: Protestos eclodem por todo o pais! Histórico? Vamos ver...

Eugène Delacroix. La Liberté guidant le peuple, 1830 - Um Asno
Um amigo meu postou a imagem acima no Facebook e cometeu um pequeno equívoco. Dizia ele: "A Liberdade, como uma deusa clássica de seios desnudos e arma na mão, ultrapassa a barricada e passa por cima dos cadáveres do antigo regime. A massa revolta a segue armada e sonoramente exaltada. Gentes de diferentes estirpes, do burguês de casaca e cartola ao menino do povo e os trabalhadores de camisas abertas...". O quadro pintado por Eugène Delacroix, chama-se La Liberté guidant le peuple e foi pintado em 1830. Qual é o equívoco? Basta prestar bastante atenção ao quadro. As figuras mais evidentes e próximas a tesuda que representa a liberdade revelam mesmo que até burgueses e intelectuais marchavam pela causa, mas o traço mais marcante da pintura é desprezado por muitos. Não se trata do antigo regime ultrapassado e pisoteado pela liberdade. Quem forra o chão onde pisam os marchadores é o povo simples e os soldados!
 
Se pretendem comparar o que está acontecendo no país à queda da Bastilha não poderiam ter escolhido pior exemplo! Ontem o Brasil inteiro assistiu um fato histórico ocorrendo em onze capitais e mais algumas cidades menores. Foram mais de 200 mil pessoas ao todo. Em São Paulo deu-se o melhor exemplo. Ao verem que a marcha seguia tranquila, pais levavam seus filhos para engrossar a manifestação e aquelas faces marcantes dos jovens guerrilheiros armados e procurando briga diluiu-se na multidão. Embora alguns exaltados tenham seguido contra a TV Globo e o Palácio dos Bandeirantes, porque estavam mesmo afim de briga, a maioria da manifestação seguiu de maneira ordenada.
 
Mas, dessa vez não vou escrever sobre o que deu certo ou errado durante as manifestações. Prefiro dissecar outros pontos. O primeiro deles é que as manifestações não ocorrem mais só por causa do aumento da tarifa nos transportes públicos. Isso demonstra que nem todos concordam com a ridícula reivindicação do Passe Livre e procuram se expressar por outras causas. Já expliquei meu ponto de vista quanto a isso. As pautas estão difusas agora. Toda insatisfação da população brasileira foi às ruas, não só pela solidariedade aos manifestantes em São Paulo, mas também para dar voz ao que os perturba. A verdadeira natureza do que estamos vendo não tem mais a ver só com o transporte público. Vemos agora pessoas com palavras de ordem contra a corrupção, contra a má qualidade dos serviços públicos em geral e contra os gastos monumentais do governo. Os que protestam contra o uso de dinheiro público na Copa do Mundo não têm a mesma origem e a mesma motivação do Passe Livre e associados.

O segundo fator é o mais significante para mim. Em 1984 eu assisti a um fato histórico de minha nação. Vi a população brasileira se reunindo sem um único ato de depredação e vandalismo em favor das eleições diretas. As manifestações em 1984 eram organizadas em praças públicas e sempre em dias que não conduzissem as cidades ao caos. Naquele ano o movimento pedia por democracia. Os que se lançam às ruas agora agem exatamente contra a democracia. Avisei que o MPL havia puxado um gatilho perigoso e dado início a algo que ninguém poderia controlar. Cumpre lembrar que a democracia é o regime em que nem tudo é permitido. Há limites impostos pela própria sociedade através de seus representantes legitimamente escolhidos.
 
Ocorreram manifestações de apoio aos manifestantes brasileiros na Irlanda, na Alemanha e nos Estados Unidos. Ninguém viu um único maluco furando bloqueio policial ou realizando um ato que fosse de vandalismo ou depredação. Claro! Não são loucos! Lá o safarro ia comer tal como cá! Sou favorável a grupos que se organizem para pressionar seus representantes. Sou favorável a todo e qualquer tipo de manifestação, desde que as regras do jogo democrático sejam respeitadas. Ainda que fossem mais de um milhão de pessoas na Avenida Paulista em São Paulo, ninguém tem o direito de forçar os motoristas a desviarem de seus caminhos passando por cima de calçadas.

Nesta terça-feira (18/06/2013), com início às 18h30, está prevista a primeira manifestação PACÍFICA na cidade de Araçatuba com intuito de apoiar o movimento contra o aumento de tarifa do transporte público na cidade de São Paulo. Confirmei minha presença, mas já deixei bem claro nos meus últimos textos que sou contra a reivindicação do Passe Livre. Contudo, sou favorável às outras reivindicações. Espero que, ao menos, aqui os manifestantes sejam mais civilizados e percebam que não podem violentar os direitos dos outros cidadãos para impor sua vontade.

3 comentários:

  1. Em sua espontaneidade natural, o que as pessoas estão querendo, sem muitas vezes saber explicitar é UMA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA! Por que este modelo que aí está, que embora use o nome, NÃO É MAIS REPRESENTATIVO. Aliás, algum dia foi? Acho que não. Acontece que DEMOCRACIA PARTICIPATIVA TEM QUE HAVER EDUCAÇÃO E ORGANIZAÇÃO! E isto NÃO FOI FEITO NOS ÚLTIMOS 20 ANOS.
    Os governantes que se sucederam NÃO SE PREOCUPARAM EM AVANÇAR realmente, nas BASES EDUCACIONAIS NECESSÁRIAS, DENTRO E FORA DAS ESCOLAS, para que as pessoas possam participar realmente e agora, se vêem envoltos numa rede, AONDE A MANIFESTAÇÃO POPULAR LEGÍTIMA PODE SER USADA PELO FASCISMO AUTORITÁRIO PARA DERRUBÁ-LOS. Esta é a questão: VAI O POVO SER ENGANADO DE NOVO E APOIAR MILITARES INSURGENTES? O POVO VAI VENDER SUA ALMA DE NOVO OU VAMOS RESISTIR ÀS SOLUÇÕES FÁCEIS?

    ResponderExcluir
  2. I am genuinely thankful to the holder of this web page who has shared this fantastic article at here.


    Stop by my webpage :: experienced ()

    ResponderExcluir
  3. Seu blog foi um achado nessa internet cheia de lixo. Concordo com cada palavra sua, não só nesse post como em outros também. Tenho sido tratada como uma grande reaça simplesmente porque não me faço de revolucionária que não mede as consequências de nada. Assim como você, estou ciente de que passe livre aumentaria radicalmente nossos impostos etambém sou contra qualquer tipo de vandalismo nos protestos. Acho, inclusive, que como foi o MPL que levou as pessoas às ruas (ao menos aqui em SP), ele deveria ser responsabilizado pelas destruições ocorridas. Infelizmente concluí que o brasileiro é muito inocente, acreditando desde o início que não era por 0,20. Pra maioria dos manifestantes provavelmente não era mesmo, mas era pro MPL e isso ficou bem claro.

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.