Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

7ª Festa da Imigração Japonesa Imin Matsuri de Birigui 2013

7ª Festa da Imigração Japonesa Imin Matsuri de Birigui - Um Asno
Nos últimos dias estive ocupado com um projeto para a 7ª Festa Imin Matsuri de Birigui. Foi um contrato pequeno, mas que tomou completamente o meu tempo. Para quem anda meio desprezado pelos potenciais clientes da cidade, foi um privilégio. Fui responsável pelo design de alguns banners e pelo vídeo que ficou repetindo nos dois telões do palco durante os dois dias da festa. Aproveitei o convite para renovar meu arquivo de fotos. As fotos já estão disponibilizadas no perfil do Blog do Asno no Facebook (clique aqui para acessar as fotos do dia 09/08/13 e aqui para acessar as do dia 10/08/13). Não faço questão quanto ao uso das imagens que produzi, apenas apreciaria a cortesia daqueles que mencionassem a fonte das mesmas, se por ventura forem utilizá-las de maneira comercial. Já disponibilizei as imagens da forma como as retirei da câmera, sem edição, para quem quiser compartilhar ou apenas visualizar. Os vídeos demoram um pouco para serem carregados no Youtube (poderão acessá-los diretamente no meu canal: aqui), mas também serão disponibilizados da maneira que os registrei durante o evento.

Foi um trabalho exaustivo (as fotos e vídeos não fazem parte do contrato), mas me rendeu algumas recompensas. Uma delas foi ter conhecido José Ribeiro, o Índio das Cavalgadas. Ribeiro também tem um blog, o Blog do Índio, e promoverá, ainda este ano, duas cavalgadas, sendo uma no dia 12 ou 13 de outubro e outra durante o aniversário da cidade, em dezembro. Porque meu interesse pelo trabalho de Índio? Ora! Não dá pra falar da cultura no interior sem nos referirmos as cavalgadas! Eu não finjo ser alguém interessado pelas coisas do povo, sou essencialmente parte integrante (irrelevante para muitos), desse povo. A história das cavalgadas está também presente na minha própria história já que, como a de muitos, ela também começou na zona rural.

Também tenho de registrar meu agradecimento ao consultor de vendas da Caoa Hyundai, Frankiel Silva Moreira, por sua gentil atenção e também pela oportunidade de elaborar uma pequena animação promocional para os produtos com que trabalha, os veículos da Hyundai. Foi algo que tive de fazer em um tempo recorde sem cruzar pelas etapas mais principais de um trabalho deste tipo, como um briefing, o roteiro e a aprovação. Foi muito gratificante participar desta proposta de integração cultural que tem por objetivo resgatar e preservar o patrimônio cultural japonês. Também o foi conhecer o trabalho talentoso dos artistas locais e da região, tais como Paulo e Kleber, de Coroados, e Guilherme Moroni e Rafael, de Birigui. Lógico que não serei hipócrita ao ponto de afirmar que aprecio músicas do tal repertório "universitário", mas não tenho dúvidas de que os "meninos" que se apresentaram são plenamente capazes de executar peças do meu gosto particular. Então minhas homenagens são destinadas ao talento e profissionalismo que apresentaram durante o espetáculo.

Por último, não posso deixar de mencionar o quanto me impressionou as apresentações de Taikô, Soran, Odori, as pequenas jóias mirins que subiram no palco e o cantor Joe Hirata que já tem seu público cativo na comunidade japonesa, mas também soube como agradar aos brasileiros presentes. Ao Hirata tenho de pedir desculpas, pois seu produtor havia me pedido para enviar-lhe algumas fotos, porém anotei o seu e-mail e guardei no meio do livreto com a programação do evento. Este me foi surrupiado!

Nem tudo correu perfeitamente. No primeiro dia do evento, algumas pessoas saíram aborrecidas por causa do cancelamento da apresentação do grupo Expresso do Samba. Uma falha na programação permitiu que o tempo não fosse suficiente para que o grupo encerrasse o evento naquele dia. Agora, vocês me perdoem, mas prometi soltar pipa com minha filha durante a tarde. Escreverei mais depois.

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.