Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

A agressão do coronel da PM e os Beagles (Lógico!)

Manifestação dos Black Blocs em São Paulo - Um Asno
Recebi algumas manifestações pelo último artigo sobre os 178 beagles do Instituto Royal. Na realidade já era esperado, afinal se a gente fica sabendo que um "snoopy", criaturazinha tão linda e com o design tão perfeito para o carinho está sofrendo maus tratos a gente vira bicho mesmo, ué! Porém, os fatos são muito distantes do que prega o evangelho do Faciobuquio. E a nossa legislação é das melhores quanto ao tratamento com os animais. Às vezes, até mais que isso! É só dar uns petelecos em um cachorro e ser flagrado no Youtube para o camarada descobrir o tamanho da encrenca em que se meteu. Homicídio, talvez dê cana, maltratar um animal dá cana, multa, escárnio social, danos na carreira e um anátema perpétuo imposto pelo resto da comunidade. Mas... E se os animais testados fossem outros? E se ao invés de utilizarmos camundongos, beagles e porcos para testes de medicamentos e treinamento médico a gente utilizasse esse tipo de brucutu que aparece no vídeo abaixo?



Não resisti! Recebi um comentário anônimo (às vezes não é tão mal assim) que sugeriu algo parecido, mas que se desse com os psicopatas, estupradores, etc. O vídeo acima mostra o coronel da PM de São Paulo, Reynaldo Simões Rossi, sendo espancado por um grupo de cerca de dez manifestantes adeptos à tática "black bloc". O coronel teve a sensatez de implorar para que se contivesse a tropa da PM. Lógico que não foi uma covardia por parte do coronel e muito menos a busca pela preservação da integridade de seus agressores. Ele bem o sabe que se o polícia reagisse COMO DEVERIA reagir, no outro dia estariam estampadas nas manchetes a truculência, a violência e o banho de sangue promovido pela corporação. Já aos agressores ficaria mesmo a imagem de mártires porque imaginamos que estão lutando por uma causa nobre. Digo imaginamos, mas o certo é nos iludimos! Pregar o dano ao patrimônio como protesto, impedir o livre trânsito aos alheios a manifestação, impor sua vontade e ideologia no pau e no grito não me parece coisa de heróis e sim de bandidos. Quem vive em zonas controladas por criminosos sabem muito bem que o modus operandi é exatamente esse.

Nesta sexta-feira o policial do vídeo foi atingido na parte de trás da cabeça por uma placa de metal e teve a clavícula quebrada. Mais de 92 pessoas foram presas durante a manifestação, incluindo-se o suspeito da agressão. Ao que parece apenas ele permaneceu detido, mas estará em breve nas ruas vandalizando a vida dos outros, afinal, ele não chutou um cachorro e sim espancou um policial. Parece-me que atualmente um cachorro tem mesmo bem mais prestígio que a PM... Não que eu esteja menosprezando o bichinho, por favor não me batam!

Vamos lá... Toda essa palhaçada de protestos começou com a nobreza de um "Não é só pelos 20 centavos!". Ok... O que temos aí é pelo quê, então? Pelos mais de 20% de aumento no IPTU para mais de 40% dos paulistanianos graças a canalhice das manifestações de junho? Não é mesmo pelos 20 centavos... É pela completa falta de capacidade de conviver com o contraste e a diversidade nos direitos. Não é mesmo pelos 20 centavos... É pela covardia e intolerância ao modo de viver divergente! Não é mesmo pelos 20 centavos... É por pura arrogância e sentimento de plenitude como se já houvessem trilhado todos os caminhos e já se encontrassem completos sem a necessidade de amadurecimento adequado. Não é mesmo pelos 20 centavos... É só porque vivemos hoje em uma democracia onde se é possível conviver até mesmo com esse tipo de gente que odeia a liberdade e quer impor a sua tirania ideológica no grito e no pau!

O que está acontecendo só é possível graças a preguiça dessa gente de um texto só, de uma letra apenas (as vezes duas: de um partido, por exemplo). Mais tarde deixarão o coquetel químico de emoções juvenis e amadurecerão, irão trabalhar e produzir. Porém, terão deixado um estrago na vida de centenas de milhares de pessoas porque hoje seu modelo intelectual está abaixo da capacidade de um camundongo do esgoto. Concordo com meu leitor (ou leitora) anônimo, podemos realmente pensar em um modelo de experimentação científica sem que seja necessário o envolvimento dos bichinhos... Que tal ampliarmos a lista proposta e incluir os delinquentes do caos (e alguns professores que os inspiram)!

Não há nobreza na destruição por mera convicção. Sejam úteis e tragam propostas sólidas e atitudes coerentes. Abandonem a violência e se engajem na política ou na atividade social construtiva. Somos insatisfeitos (todos nós) com o modelo atual de perversidades e temos sim, de canalizar todos os esforços para construir uma adequação contínua nesse modelo, mas não há um único caso de ruptura na história suprimindo-se um modelo por outro que não tenha dado em merda no final! Revoluções se fazem em minutos com muito estrago... Evolução leva séculos!

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.