Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

TelexFree: O Retorno!

Telexfree - Um Asno
Não! Definitivamente este artigo não trata de um possível retorno das atividades da TelexFree! Já deixei bem claro o que penso das táticas de "guerra" dessa empresa. Podem vasculhar clicando aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. O engraçado é que mesmo que seja explícita a ilegalidade de sua atividade, existem aos baldes quem ainda defenda a empresa e o seu sistema predador e desumano. E ainda inventam ou repetem mentiras espalhadas pela rede. Pior! Espalham que as suspeitas aconteceram apenas no Brasil, o que é falso e vou demonstrar. Primeiro, alguns argumentos que li em alguns sites dos pensadores que defendem o retorno da caça aos desprevenidos. Transcrevo exatamente como colhi:
A telexfree é legal nos pais de primeiro mundo, como no Estados Unidos e Espanha inclusive já esta na ativa á alguns anos. Mas no brasil pais de terceiro mundo a considera ilegal ,e se ela é uma empresa ilegal porque deixaram ela ganhar tanta proporção isso soa meio estranho , afinal a empresa foi divulgada através dos meio de comunicação como tv, radio, apresentadores e internet é engraçado um sistema ilegal ir tão longe será que eles estavam esperando a telexfree juntar bastante dinheiro. Então ar Receita federal aceita dinheiro ilegal mas os divulgadores não pode receber de volta o dinheiro , e o ministério publico multou a empresa, e quando será que ele vão ver o lado do consumidor ou divulgado quando não tiver mais dinheiro.
Bom... Primeiro é legal nos países de primeiro mundo uma ova! É bom lembrar que nunca foi elaborada uma lei específica para o que a TelexFree introduziu no cenário "puxa trouxa". A lei brasileira que corresponde a esse tipo de crime contra a economia popular é de (pasmem) 1951. Trata-se da Lei 1.521. Acontece que essas promessas de retorno expressivo em pouco tempo são considerados ilegais porque só são vantajosos enquanto atraem novos investidores. Assim que os aplicadores param de entrar o esquema não tem como cobrir os retornos prometidos e entra em colapso. Os outros países enfrentam a mesma dificuldade que o Brasil para tipificar o golpe moderno. O que tem acontecido com muito mais força no exterior é uma manobra dos associados da TelexFree para driblar o bloqueio da justiça brasileira. Dá pra ver bem o tipo de negócio limpo que é o recrutamento apenas observando como as pessoas são orientadas a usar informações falsas, como endereços e documentos, para continuar a ter rendimentos com o esquema.

Não bota uma fé? Então assista ao vídeo que mostra divulgadores ensinando brasileiros a se cadastrarem na Telexfree no exterior:

Manobras e mentiras! Tudo para garantir "la ganancia"! Os esforços são muitos e diversos divulgadores espalham todo tipo de história para desqualificar a justiça brasileira e certificar a idoneidade da empresa. Mas são todas as histórias falsas que já foram desmentidas por aqui. Outra opinião de uma pessoa enfurecida com nossa justiça:
vivemos em uma merda de pais que só os grandes tem ascesso a geleia real, agora a base da piramide social estava começando a sentir o doce do mel, essa juiza sem base no nada, com respaldo por empresarios corruptos que quer preservar o povo na miseria faz essa merda só nesse pais de ricos miseraveis mesmo que acontece isso !!!!! meus pesames BRASIL seu povo esta mortoooooooooooo
Nem vou perder meu tempo quanto a formação insuficiente do argumento acima. O negócio é que ninguém se deu ao mínimo trabalho de verificar realmente se está tudo numa "nice" lá fora. Perdão, porque não está! Eis um trecho da opinião de um espanhol a esse respeito: Se están extendiendo por Brasil sobretodo, Perú y ahora España, países con mucho paro y gente desesperada. Además si te fijas la cantidad para entrar es asumible: 1.000€, precisamente no buscan a gente preparada. Em resposta ao seu comentário um amigo retrucou: Te entiendo perfectamente, saben el perfil que buscan y la cantidad, como bien dices, ya lo indica. Más de uno caerá, y como dices la desesperación hace tomar muchas malas decisiones. Ah! Sei que ninguém vai me pedir para traduzir isso, némessm? É mais do que eloquente que nossos hermanos não são tão tolos assim.

Ainda colhi outro comentário de uma brasileira:
So aqui no Brasil msm pois na espanha ela funciona normal,o problema eh que nao eh interesante para o governo ver o brasileiro crescer e sim trabalhar escravizado e roubado por esse pais de merda.
Então... Nosso país de merda, como fazem tanta questão de destacar, ainda que de forma lenta e insuficiente, está tentando proteger seu povo de canalhas e vigaristas, mesmo que muitos canalhas e vigaristas apareçam na TV, na Internet, nas estações de Rádio, etc, para se solidarizar a esse tipo de prática. Não são poucos os políticos que aderiram a causa. Gente muito idônea! Meu Deus! Contra a matemática não há argumentos! E é um golpe muito baixo recorrer a mentira de que nos outros países a coisa está tranquila. Não está! Querem tirar a limpo? Não vou traduzir nenhum dos artigos, façam um pequeno esforço, ora. Abaixo disponibilizo alguns links:

http://mlmhelpdesk.com/telexfree-review-is-telexfree-a-ponzi-or-pyramid-scheme-some-regulators-think-so/









Também está na mídia:


Ah, mas a TelexFree estava trabalhando para impedir que ocorresse um colapso ampliando seu rol de atividades e produtos. Tenha paciência! Baseando-se na entrada infinita de mais financiadores para seu projeto de capital? Como chamaríamos a isso? Empréstimo coletivo consentido através de uma promessa a qual não se sustenta por um um simples recurso matemático? É muito simples! Se a TelexFree voltar a pleno vapor (e não acredito que isso seja algo impossível), teremos um enxame de novos divulgadores porque estarão considerando isso uma legitimação de seus atos. Ora! Há muitas coisas que não deveriam ser lícitas, como um banco que toma nosso dinheiro pra fazer mais dinheiro pra si e ainda nos cobra quando queremos fazer uso do... NOSSO DINHEIRO! Mas, certamente, o que não pode se tonar lícito é a exploração covarde da ambição descontrolada. Já fazem isso em algumas igrejas e não é muito bonito.

É louvável que as pessoas busquem por construírem sua própria riqueza, mas aquilo que eles acreditam ser asqueroso nos cretinos que enriquecem às custas do prejuízo alheio não deveria ser o que os move. Senão, pelo menos assumam que são também vigaristas querendo levar vantagem sobre os menos ligeiros. Não há nada de bom em se conquistar a liberdade financeira levando outros ao cárcere da inadimplência. Nesse sistema, se alguém pode ganhar, com certeza alguém terá de perder. É uma sentença matemática!

Um comentário:

  1. Não sei porque vc ainda perde o seu tempo com esses bandidos* analfabetos (incrível. Acho que é isso condição sine qua non para fazer parte da TelexFree) da TelexFree. Manda esse pessoal tomar no cu e segue sua vida, já que esses bandidos* da TelexFree não querem sabem de argumentar, só querem saber de xingar quem fala a verdade a respeito dessa bosta.

    * Sim, chamo que é "divulgador" dessa porcaria de bandido. Ou qual seria o outro nome que se dá a quem ameaça a outro de morte? Na minha terra a gente chama esse tipo de gente de bandido. Caso alguém não tenha entendido, a juíza que impugnou essa merda lá no Acre foi ameaçada de mortes pelos bandidos dos divulgadores da telésquifri. Por acaso vão querer matar o blogueiro e eu, bandidagem?

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.