Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

O livro de Romeu Tuma Jr. e as reações na internet

Nilson Alves de Souza - Um Asno
Este é um artigo que atrasei ao máximo para redigir. Li atentamente quase tudo o que saiu de positivo e negativo nos jornais e blogs a respeito do livro "Assassinato de Reputações", Editora Topbooks, do ex-Secretário Nacional de Justiça, o advogado, Romeu Tuma Jr. Acompanhei o Hang Out em que ele participou no Youtube com o músico Lobão e assisti duas vezes a sua entrevista no programa Roda Viva. Confesso que não esperava me surpreender com nada que estivesse contido no livro, mas... Me enganei! Na verdade eu achava até que o antigo investigador, filho do saudoso senador Romeu Tuma, estava até preservando demais a imagem do seu amigo de longa data, Luis Inácio Lula da Silva. De fato, em nenhum momento vi a passagem sobre Lula ter sido informante (ou cagueta para os íntimos), do Dops (Departamento de Ordem Política e Social), como algo que pudesse desmoralizá-lo. Lembro-me muito bem da figura de Lula naquela década. Lembro também que a grande maioria dos fetichistas que agora o defendem tinham pouca afinidade com o fanfarrão barbudo naquele período. Não acho que ter sido exatamente como ele é até hoje, um oportunista, tenha sido algo que venha a manchar o seu currículo.

A única coisa que realmente eu esperava ver esclarecida nesse livro era sobre o assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel. Porém o que eu li não acrescentou em nada o que eu mesmo já supunha e até cheguei a especular nesse blog. Diferente do que se espalhou na rede e em alguns jornais, há sim muitas provas contundentes no livro e ainda algumas provocações que Tuma lança, talvez como isca para que alguém o conduza para falar em juízo. Com certeza! Deveria ser o que todos, inclusive as pessoas sérias do Partido dos Trabalhadores (ainda acredito que existam), deveriam exigir neste momento. Mas, o que se vê são esforços ridículos para desqualificar as palavras de Tuma e para impedir que o mesmo venha a ser ouvido nos órgãos competentes. Sim, meus caros! Se Tuma só está interessado em melar o processo eleitoral desse ano, ou de se vingar do antigo empregador, ou ainda, simplesmente lavar sua honra à força, que o levem para ser ouvido, combatido, acareado, o que for! Mas... Nas instâncias competentes, como o STF, a Casa Legislativa, o Senado, não nesse chiqueiro que se tornou a blogosfera ultimamente.

Questionou-se muito a respeito de provas sobre algumas passagens. Ora! Um livro, como o próprio Tuma ressaltou, não é um inquérito. Que se abra um inquérito então sobre cada palavra cáustica redigida no texto afim de se revelar a verdade. Há muito mais naquelas páginas do que a recorrente insinuação de que Lula era um alcaguete. Isso não tem a menor relevância quando a gente recorda o tipo de personalidade que o Lula era. Há muito mais escondido nesse lamaçal. O caso sobre a sua amante, Rosemary Noronha, o caso Celso Daniel, a conta dos mensaleiros num paraíso fiscal e a forja de dossiês com motivação eleitoral. Verdade que temos que admitir que a prática de forjar dossiês é mais velha do que a Bíblia! Eu mesmo, no curto tempo que estive no antigo PL, fui engajado na confecção de um dossiê contra um adversário que acabou se tornando aliado ao final do processo.

Mas, agora não pretendo me confundir com o conteúdo do livro. Deixo isso para um debate oportuno se alguém mais tiver a curiosidade. O que me impressionou desde que esse livro veio a tona foram as reações, mesmo sem que o texto tivesse sido lido. Há no Brasil atualmente uma espécie de Síndrome de Estocolmo em boa parte da população. É algo que só posso entender como um esforço que as pessoas fazem para se identificar com seus algozes para não sofrerem de abstinência caso cesse o discurso de Brasil Maravilha que se enraizou em suas mentes. É uma tentativa espúria de atrair simpatia e benesses daqueles que estão próximos ao poder de alguma forma. Passamos tanto tempo em uma prisão psicológica de falsos conceitos do que é politicamente correto que agora defendemos aqueles que são realmente raptores da liberdade democrática.

Voltando ao livro de Romeu Tuma, tem mais um fato interessante. Quando uma ação do delegado levou ao bloqueio dos bens do banqueiro Daniel Dantas, queridinho do Paulo Henrique Amorin, (não resisti!), não demorou para que o filho do grande Xerife do Brasil viesse a amargar o seu inferno astral com a PF grampeando sua vida particular. Curiosamente, poucas semanas depois o bloqueio foi retirado e o Banco Opportunity doou mais de R$ 1,5 milhão para o Diretório Nacional do PT. Que pôrra é essa??!! Ah, é mentira!! Ah é? Então satisfaçam-se: Doações para o Diretório Nacional do PT em 2010. Vão encontrar outros doadores ainda mais interessantes na listagem... Ah, mas isso não prova nada! Verdade... Só prova que Daniel Dantas era inteligente o suficiente para saber onde investir seu dinheiro! Então ele não é só protegido pela "oposição"? Sou calejado o suficiente para não duvidar que um dia o próprio Tuma não venha a cair nos braços do PT novamente. O que me incomoda é essa massa de manobra que fica se fustigando e agredindo os outros para soprar fumaça sobre os crimes do seu partidão.

Mais um fato interessante. O mesmo Romeu Tuma que hoje é atacado pelas milícias da blogosfera era mártir na época de seu afastamento do olimpo petista. Só que na época a "oposição" é que era responsabilizada por isso! Foi nessa época que surgiu uma gozação na internet chamando a imprensa (sempre ela) de 3Ms (MÍDIA MASCARADA E MENTIROSA). É verdade que naquele período "a imprensa dedicou a milésima parte do espaço para noticiar a “absolvição”, daquele utilizado para linchar Tuma Jr". Só para relembrar alguns trechos daquele tempo:



Já li de tudo! O próprio PH que tanto defendeu Tuma em seu blog agora achincalha! Não é justamente Daniel Dantas do Opportunity que vivem associando ao tucanato? Pára a palhaçada! Só não enxerga quem não quer! Tucanos, sapos, petistas, redistas, e mais quantos "istas" quiserem apor, são todos farinha do mesmo saco! Toupeira é o eleitor que leva uma vida medíocre, recebe de volta o que pagou em impostos na forma de migalhas e acredita cegamente que há uma revolução em curso! Houveram avanços, reconheço... Pífios! Inócuos! Sem relevância prática alguma e que aconteceriam naturalmente, ainda que o presidente fosse o Tiririca!. Continuamos a assistir o império do medíocre e do hipócrita. Se há mesmo quem se beneficie de verdade com esse ou aquele grupo no poder, são apenas os seus apoiadores. O povo que se f...

Em tempo...
Há algo de muito errado quando alguém se vangloria na internet de ter doado dinheiro seu para ajudar um bandido condenado pela justiça (não por Joaquim Barbosa!), a pagar sua multa. Tanto se falou que o julgamento da Ação Penal 470 (vulgo: Mensalão), foi uma farsa que um monte de gente de bem (presumo eu), acabou caindo na conversa! É a síndrome de Estocolmo! Agora defendemos quem nos ferra! Nem sou tão empolgado com Joaquim Barbosa (acho que fala demais quando deveria apenas se calar), ou com o livro-denúncia de Tuma e nem tampouco com o arroubo de consciência de alguns ex-militantes. Para mim esse jogo já tem suas cartas marcadas desde o início e o final já é previsível. Aconteça o que acontecer, nós estamos f... de qualquer forma! Enquanto nos comportarmos como idólatras fanáticos de nossos algozes, não haverá mudança substancial em nosso país. Eleição tá aí... Quem tá se preocupando em estudar seus candidatos? Ninguém? Mas, com certeza já escolheram seu participante favorito no Big Brother e já sabem as datas em que o Brasil irá disputar a Copa!

Um comentário:

  1. samuel camargo de anchieta06 fevereiro, 2014 13:04

    Nilson, compartilho com você essa revolta cidadã. Já comecei um movimento de um homem só pelo fim de todo tipo de reeleição. Tem que surgir uma consciência de que "é tudo farinha do mesmo saco, mesmo" então vamos trocar a farinha com mais frequência para pelo menos assim evitar o contágio com a farinha velha. Um grande abraço.

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.