Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

Enfim... Censuraram Raquel Sheherazade!

Direitos Humanos - Um Asno
Parabéns ao PSol, ao PCdoB e a ala retardada do PT, três partidos ridiculamente mentirosos que enganam a população posando de defensores da democracia, mas que detestam a liberdade de opinião. A única opinião que são capazes de defender como um direito é a deles. O SBT cedeu a chantagem dos imbecis (qual louco abriria mão de 150 milhões em verba publicitária pública) e não haverão mais comentários de nenhum jornalista na rede. A censura se instalou primeiro nos telejornais e foram os jornalistas José Nêumanne Pinto e Paulo Eduardo Martins os primeiros a sentirem a pressão pelos fundilhos. A jornalista Raquel Sheherazade permanece no canal, mas só poderá ler comentários editados que não são de sua autoria. Esse comportamento veio devido representações de deputados do PT, PSOL e PCdoB. Os gigantes do progressismo, mas que odeiam a democracia. Os heróis cruzados que realizaram a façanha de calar Sheherazade foram Jean Wyllys (PSOL), Jandira Feghali (PCdoB), Ivan Valente (PSOL), Érika Cokay (PT). Todos, com certeza, estarão reeleitos para a próxima legislatura, senão por vontade dos eleitores, por um detalhe técnico que é o Quociente Eleitoral

O sentido das palavras
Toda a palhaçada contra a jornalista Raquel Sheherazade foi por causa de um comentário (já escrevei a respeito aqui, aqui e aqui) onde ela empregou a palavra "compreensível" ao se referir ao modo como certos indivíduos agiram contra um marginal amarrando-o a um poste. Nem de longe houve incitação a violência. Aliás, violência é que ocorreu depois contra a jornalista! Alguns jornalistas, como Reinaldo Azevedo, mesmo defendendo a jornalista, afirmaram que o comentário foi desastrado. Em meu ponto de vista não houve nada de errado. A própria milícia que age na rede para defender bandidos como os políticos do mensalão e outros vermes tentam tornar suas atitudes compreensíveis ao olhar da sociedade. Os comunistas se esforçam a todo custo para transformar as mortes causadas pelos regimes ditatoriais como os de Cuba, Venezuela, a China Comunista e a antiga União Soviética, como mortes compreensíveis a luz da revolução patológica deles.

É compreensível que um mané com cerca de 13 mil votos consiga realizar tanto estrago em tão pouco tempo. Esse número de votos conquistados pelo deputado Jean Wyllys não elegeria um vereador em certos municípios, mas da maneira como o Quociente Eleitoral funciona, é compreensível que ele tenha chegado ao poder para travar suas guerras pessoais afirmando que defende a vontade das pessoas. É compreensível que hipócritas como Ivan Valente e Jandira Feghali atuem com tanto fervor em defesa dos direitos humanos de vadios e delinquentes e nada fazem pelos direitos humanos de mais de 50 mil famílias que perdem seus entes por ano no país. É compreensível que em discursos mentirosos como os grasnados por esses últimos e mais os da senhora Érica Kokay se fale tanto em defesa dos pobres quando na realidade eles não dão a mínima para nós. Vapor! É isso que são esses discursos, apenas vapor. Não se sustentam contra a menor brisa dos fatos. Quem comete crime, inclusive o de justiçamento, é bandido! Pobreza não é e nunca será uma justificativa compreensível para a criminalidade. Por tudo o que sofre, o pobre continua trabalhando dignamente e sendo estuprado por políticos cretinos que só lembram de nós em seus discursos e em ano eleitoral.

Note-se que a maioria absoluta discorda da atitude dos falsos heróis da tribuna, mas ainda assim, prevaleceu a vontade imperativa da ideologia tosca de alguns inimigos da liberdade de expressão. Ainda sou daqueles que concorda com a liberdade acima de tudo. Não me importa até o fato de que na televisão aberta se passem programas ridículos que defendam abertamente a legalização das drogas e o declínio dos valores morais. Simplesmente acredito que se alguma coisa não me agrada, não assisto. Mas, não vou engrossar nenhuma coluna, cuja finalidade é impedir que as coisas existam porque fere sua ilusão de controle. Não assisto TV há muito tempo por que acho a programação ruim demais, mas não vou exigir que o veículo seja demolido por causa disso e muito menos que seja regulado por iluminados que pensam saber o que é melhor para mim. A televisão é como é porque o povo é como é. A política é como é também por causa do povo. Acredito que o povo, a seu tempo, conquistará o domínio de si mesmo se os iluminados deixarem de impor suas luzes cegas e se dedicarem simplesmente a responder conforme a vontade deste povo e não segundo suas ideologias repugnantes.

Em silêncio, caminhamos todos escuridão adentro e mergulhamos em uma ditadura com efeitos piores do que os vividos nos anos de chumbo. Não é de hoje que certas criaturas tentam a todo custo lotear espaços e isolar opiniões. Não vai demorar e logo serão loteados até nossos pensamentos, se permitirmos. Nem completou um ano desde que todos os políticos do país foram pegos de surpresa pelas manifestações que demonstraram o quanto o povo despreza a sua existência e eles já voltaram a deixar suas ousadas asas à vista de todos. Tudo caminha para uma nefasta escuridão e só o povo ainda não tomou conhecimento de que está como o sapo sendo cozido aos poucos.

Último recado aos que pensam que conseguem me intimidar com seus comentários.
Aos imbecis que virão com seus comentários de ameaça e ofensa contra minha opinião, já vou antecipando minha resposta. Já sou um ferrado por conta das atitudes das criaturas vis que vocês defendem quando tentam me abater. Já sofro a ação retaliadora apenas por tornar públicas minhas opiniões. Já sou obrigado a viver em um país que aos poucos vai abrindo mão do que possui de mais belo que é a democracia. Já sou obrigado a conviver e aceitar que pessoas cegas e fanáticas pelo autoritarismo policiem minhas ações. O que vocês acreditam que podem fazer para piorar minha vida? Amo meu país demais para trocá-lo, mesmo que vocês consigam, de fato, mergulhá-lo na escuridão venezuelana ou cubana. Se ser uma pessoa que acredita em determinados valores e que, acima de tudo defende, inclusive, a liberdade de quem me agride é ser um Reacionário Nojento, então aceito e assumo meu papel. Não temo a morte, senhores, então não gastem o seu tempo tentando me intimidar.

3 comentários:

  1. Chora jegue reacionário. Chora pois o choro é livre e de graça.

    E parabéns por ter descoberto o que é o capitalismo, jumento.

    ResponderExcluir
  2. Caro Nilson, concordo em gênero, numero e grau com você.
    Quanto ao IDIOTA ANONIMO, antes de vomitar idiotices, ao menos seja "macho" e identifique-se. Boçal de merda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aonde o jegue vai, o jeguinho vai atrás.

      Quer que eu me identifique. Me obrigue, beócio de bosta!!

      Excluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.