Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

MEUS AGRADECIMENTOS E MINHA DESPEDIDA...

Black Blog - Um Asno
Vão com calma! Nada nunca é definitivo! Em minha experiência de vida aprendi que sempre que somos feridos em uma batalha o mais prudente é que recuemos e aguardemos que as feridas se curem antes de um novo avanço. Não estou abandonando a vida, apenas me recolhendo (o "Anônimo" vai adorar essa!) a minha insignificância momentânea. Todos possuímos vulnerabilidades desconhecidas até que o golpe preciso nos surpreenda e nos lance em pedaços ao solo. É algo natural da vida. Quem me conhece realmente sabe quantos obstáculos eu tive de transpor em minha existência e que desafios eu superei praticamente inabalável. Sou um homem que pouco se intimida ou se recolhe diante de vicissitudes. É um talento que apenas se fortaleceu com a partida trágica de meu pai. Bem poucas vezes em minha vida verti lágrimas por algum fracasso. Em duas dessas ocasiões eram fatos que envolviam minhas filhas e mais nenhum outro fato desde meus 19 anos. Lá se vão mais de vinte anos que meu mecanismo lacrimal encontra-se completamente enferrujado e incapaz de lubrificar meu globo ocular.

Acontece que não fui derrotado por um adversário ideológico, ou minhas fraquezas foram identificadas e expostas por um inimigo anônimo. Se eles, por ventura existem, nem imaginam onde de fato sou vulnerável! Eu sucumbi a mim mesmo! Ainda que eu tenha erigido enormes edifícios de defeitos em meu caráter, como o orgulho, a arrogância, a prepotência e o egoísmo, nenhuma dessas construções me levaram a queda. Na verdade a grande revelação a que expus a mim mesmo é que eu fui insuficiente... Insuficiente como pai, como amigo e como um marido ou amante. Nunca fui capaz de realmente tornar alguém feliz por qualquer razão que fosse e essa constatação é miseravelmente a melhor lição que posso extrair no momento. Quando se descobre que é incompetente para produzir sorrisos é melhor se isolar. Não é nada saudável conviver com a ideia de que somos a gastrite de alguém. Tenho uma mordida no coração e é preciso esperar que cicatrize.

A partir de agora admito que odeio a música "Como uma Onda" do Tim Maia. Não! A música não é ruim! Pelo contrário, é de uma genialidade perversa e que significa exatamente o que se diz nela: nada, nunca mais, será como antes! O cara era fera! Há o aspecto positivo, claro. Sempre que uma coisa ruim é deixada para traz, uma coisa boa segue adiante... Eu sou a coisa ruim e devo, imediatamente, permitir que as coisas boas sigam seu curso!

O blog ficará no ar, mesmo por que ele irrita muita gente (como o "Anônimo") e eu não poderia deixar de me permitir esse prazer! Além do mais, o domínio me pertence e nunca se sabe em que momento pode ser necessário ressuscitar o ogro que habita em mim. Foram mais de 710 artigos publicados nesses dois anos. Devo agradecer as mais de 494 mil visitas que obtive durante este espaço de tempo em que compartilhei minhas considerações e meus pontos de vista. Nunca achei que chegaria a mil! Devo agradecer os quase 13 mil seguidores que vieram de diversas partes do globo. Realmente não os conheço, mas me sentiria honrado se, por ventura, viesse a encontrá-los pessoalmente (inclusive você "Anônimo" fiel!). Aos que apoiaram meu ponto de vista e contribuíram para discussões criativas, minha gratidão sincera. Aos que dedicaram o tempo me ofendendo e ameaçando, meu reconhecimento de que exerceram seu direito a objeção, ainda que de forma deselegante e imatura. Ainda assim, também foram essenciais para que cada artigo fosse construído e também foram importantes na lapidação do meu caráter.

Meus perfis sociais permanecerão ativos provisoriamente, mas serão deletados em definitivo por que eu nunca estive lá. Há tempos já havia me convencido de que o momento de trocar de CEP e de rumo em minha vida já havia ultrapassado o limite do razoável. Então decidi dar os primeiros passos de minha partida. Enfim, não se trata realmente de uma despedida e sim de um outro começo. Agora... Com licença... Preciso lamber minhas feridas e chorar...

4 comentários:

  1. Não entendi direito. Vai abandonar o blog? Está ferido? Por quê?

    Logo vc que dizia que escrever era uma terapia e que não se calava diante dos agressores.

    ResponderExcluir
  2. Desejamos sucesso em sua nova caminhada, mas esperamos que volte logo, porque você faz muita diferença e muita falta na blogosfera.

    ResponderExcluir
  3. Chorar faz bem primo! lava a alma e desintoxica o coração. Começar de novo, e de novo, e de novo e quantas vezes for preciso também nos faz muito bem. Oque não pode é seguir em frente com oque nos entristece, seja isto um alguem, um bem material, ou mesmo nossa atitude, maneira de pensar, agir... a vida é muito breve para desperdiçar tempo com oque nos causa dor. As vezes é preciso parar para afinar os instrumentos, amolar o machado que já ñ corta tão bem quanto antes. As vezes precisamos deixar todos de lado e enfrentar uma única pessoa, Nós mesmo! Você agiu certinho primo, embora eu saiba o motivo da sua retirada, não posso negar que és um Herói. Não sei se posso ser útil em alguma coisa, mas saibas que pode contar comigo sempre. Te admiro muito primo! só pelo ato de coragem já és um vencedor. Bjs! Gracinha Silva

    ResponderExcluir
  4. Pois é meu amigo. Luz nova em sua caminhada.
    Valeu por tudo. E se precisar, estamos aqui.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.