Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

Sobre o início da Copa 2014 e as vaias a Dilma Rousseff

Abertura da Copa 2014 - Um Asno
Não assisti a abertura da Copa e, tampouco, ao jogo do Brasil. Apenas li sobre as reações durante a madrugada. Conforme escrito pelo jornalista Josias de Souza em seu Blog, concordo mesmo que xingar a presidente foi deselegante, pois ataca a instituição e nos expõe como brutos e não civilizados ao resto do mundo. Mas, também concordo que foi uma resposta às declarações recentes da presidente e, sobretudo, contra o discurso megalomaníaco de que teríamos a "Copa das Copas", o que criou uma expectativa acima da capacidade administrativa desse governo. Também confesso que fiquei satisfeito com o fracasso dos protestos contra a Copa. Já afirmei que não sou contra protestos de nenhuma natureza e, sim, contra gente que extrapola os limites da sua liberdade para infernizar a vida de outras pessoas através da agressão e dos berros. São muito ingênuos ao ponto de achar que irão mudar vinte séculos de cultura do pão e do circo com berros e vandalismo.

Vi muito compartilhamento de que a mídia (sempre ela) internacional estava ridicularizando nossa apresentação de abertura. Ora, segundo os vídeos que assisti pelo Intube, ficou muito inferior aos padrões de outras aberturas mesmo. Quiseram apresentar nosso povo como alegre e dançante. Não é mentira, pô! Vivemos dançando mesmo! Mas o que pesou mais nas críticas e apoios em geral foi o desrespeito a figura da presidência. Concordo que nos últimos anos ocorreram alguns avanços em algumas áreas, mas até nas gestões de Sarney e Collor houveram avanços. Por muito falar, criou-se expectativa demais com as coisas prometidas por esse governo e daí é que realmente a massa vai acabar se comportando como pitbulls mesmo. Agora jogar isso na conta da classe média é trapaça! Estou muito perto do local do evento e conheço pessoas que foram ao estádio. Elas estão bem longe do conceito de classe média, apesar de que nesse país nos últimos anos, quem tem geladeira e televisão já é considerado da Classe Média! Massa é massa não importa o tamanho da conta bancária (se tiver)!

Lamentavelmente, a ex-terrorista (nomes certos às coisas!) sofre por pecados dela própria e de seu antecessor. A situação só piora por que não cola mais a conversa de que as mudanças são complicadas devido a carências em governos passados. Já se vão 12 anos, pô! Se Dilma tem culpa, é a de manter inatacável o governo de seu antecessor, protegendo-o e empurrando as mazelas deste para debaixo do tapete que ainda lhe será puxado neste mesmo semestre! Lula atravessou oito anos sem promover uma única mudança efetiva para a nação. Navegou em plácidas águas favorecidas por um mercado e ações em governos anteriores, verdade seja dita. O que deveria e poderia ser feito para sua sucessora governar com maior facilidade ele nunca tratou como prioridade. Sua gestão não passou de um espetáculo populista e ilusório. Mas, Dilma estava lá! E isso a impede de tratar as coisas como elas deveriam ser tratadas. No vídeo abaixo ela aparece cometendo a gafe de dizer que sofre com as decisões do governo anterior e depois corrige para "se beneficiando". O que ela deveria ter dito a nação mesmo era: Lula, seu filho da puta! Você me fudeu!

Voltando a classe média (mais baixa do mundo)! Josias disse em seu Blog: "...ao evoluir do apupo para o palavrão, a classe média presente ao Itaquerão exorbitou. Mais do que uma pose momentânea, o presidente da República é uma faixa. Xingá-la significa ofender a instituição". É verdade que ofender ao presidente ofende-se a instituição que concordamos existir, mas qual é mesmo a função dessa "classe média" no parágrafo? É só por causa do valor dos ingressos? Teve gente que fez consórcio para conseguir esta merda! Eu ainda não pertenço a classe média, ao menos a econômica se é disso que se trata, mas acho que nos últimos 12 anos tem se desrespeitado demais a uma faixa de cidadãos que sustentam toda a economia desse pais! Gozado que todo intelectual, artista ou jornalista que emprega adjetivos pejorativos à tal classe média, pertencem a classe média! Por que se bate tanto no irmão do meio? Ou é por que parte significante da classe média é mais difícil de se submeter a certas ideologias? Desculpe, mas a classe média, que talvez o jornalista estivesse aludindo, estava era bagunçando o coreto em protestos completamente inócuos. As pessoas aqui da favela, por exemplo, estavam assistindo ao evento pela TV em grupos de amigos em casas ou em bares. Os ricos de verdade... Bem, os ricos de verdade tem mais o que fazer além de assistir a um torneio de bola com a exposição da bunda do Hulk! Gente que não é nem rico e nem pobre estava ferrando com o direito de ir e vir de outros cidadãos!

Para encerrar... A vitória do Brasil, que eu não vi, pode ter sido fraca segundo alguns comentários, mas não foi surrupiada da Croácia pela arbitragem como afirmam muitos. Afinal de contas, o único gol que os adversários chegaram a pontuar foi entregue pela nossa própria seleção. Fica pelo pênalti que não existiu!

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.