Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Uma ideia que favorece a criatividade musical

Elzo Henschell - Um Asno
Ao menos uma vez por semana viajo para minha terapia social: Avenida Paulista! É onde o movimento, os tons, os sons e a história coletiva entram em minha cabeça como um entorpecente necessário. Me fascina ver tanto talento, habilidades e ideias balançando de um lado a outro da avenida como onda em passos agitados e olhares céleres. Gosto de ver os músicos, os desenhistas, os artesãos, enfim, a mistura de razões que abundam por lá... Foi assim que vi, ao lado de uma banca de revistas, um músico solitário tocando habilmente melodias de Jazz e Blues, alternando com alguma peça da MPB e até arrancando algumas frases do Folk em sua guitarra. Um cartaz dizia: "Pague Quanto Puder"! Vi os CDs, uma pequena caixa de papelão e mecanicamente deixei cair sobre ela o dinheiro que pudia dispor naquele momento.

Em minha opinião a contribuição era muito pequena frente a qualidade de música que o artista escolheu como repertório. Mal sabia que o valor era justamente o que ele esperava por seu produto! Mais tarde ouvi o CD todo e depois empreendi uma pesquisa sobre o desconhecido Elzo Henschell. Descobri que ele mantém (ao menos pelos próximos 15 dias), um projeto interessante no Catarse (link aqui). A ideia é ótima, mas não encontrou muitos interessados, infelizmente... Henschell pensou numa Vending Machine (máquina automática de vendas) que disponibilizasse CDs de artistas independentes e como eu gostei da ideia! É brilhante! Estas máquinas vendem coisas de todo tipo, tais como livros, revistas, salgadinhos, maquiagem, flores, café, etc. Por que não CDs de artistas como o próprio Henschell?

Segundo o músico, a ideia do "Pague Quanto Puder" veio da rua mesmo. Ele vende seu CD instrumental fazendo suas apresentações há pelo menos dois anos. Quando ele vendia seu CD ao preço fixo de R$ 5,00 arrecadava pouco mais de R$ 50,00 em cada apresentação. Decidiu não criar um limite para o valor deixando que pessoas com menos dinheiro pudessem contribuir também. O resultado foi que pessoas passaram a contribuir com mais!!! E em um único dia de trabalho ele chegou a arrecadar R$ 570,00. A ideia toda está no site Selo MIVAlém de um grande músico com grande qualidade no repertório, Henschel se revelou, ao meu ver, um grande empreendedor. Sua ideia pode ser insipiente ainda, mas irá crescer muito e favorecer a muitos artistas talentosos em situação de anonimato.

Não é a primeira vez que pago tributo ao talento de algum artista no centro de Sampa. Há muita gente com qualidades preciosas e excepcionais reunidas apenas naquele espaço. Imaginem no resto do país. Talvez a ideia de Henschell um dia saia da mesa de alguma corporação e acabe dando certo, afinal. Mas, até lá, terei de me contentar com assistir a esses gênios anônimos ao vivo na Paulista. Ao menos, enquanto eles estiverem dispostos a se apresentarem...

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.