Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Zé Dirceu na Lava Jato... Qual é a surpresa?

José Dirceu no Petrolão - Um Asno
Segundo reportagem de André Guilherme Vieira, Cristiane Agostine e Fábio Pupo para o jornal Valor Econômico (aqui), "o presidente da Camargo Corrêa, Dalton dos Santos Avancini, disse a investigadores da Operação Lava-Jato que os serviços de consultoria prestados por empresa do ex-ministro José Dirceu à empreiteira não existiram de fato. Segundo Avancini, que fechou acordo de colaboração premiada, os pagamentos feitos à empresa JD Assessoria e Consultoria tiveram origem em recursos desviados da Petrobras. Avancini assinou contratos de prestação de serviços da Camargo Corrêa com a empresa do ex-chefe da Casa Civil no governo Luiz Inácio Lula da Silva". No dia 8 de janeiro em que foi determinada a quebra de sigilo bancário da empresa do mensaleiro, a juíza federal Gabriela Hardt ressaltou que a JD Assessoria também recebeu R$ 3,7 milhões a título de "consultoria" as empresas UTC Engenharia, OAS e Galvão Engenharia, "as quais estão sendo investigadas justamente pelo pagamento de serviços de consultoria fictícios para viabilizar a distribuição de recursos espoliados do Poder Público", afirmou a juíza. Segundo a reportagem há mais empresários interessados em contar (e demonstrar) o que sabem e isso é uma garantia de que ainda tem mais coelho pra sair desse mato que é o processo do Petrolão. Serão mais, pelo menos, 5 a 7 anos até termos uma conclusão e isso significa tempo suficiente para que esse processo acabe seguindo o mesmo rumo do seu irmão mais velho: o Mensalão. Para Dirceu a novela pode ainda ser mais longa, afinal, não é mais réu primário! Contudo, o Zé não precisa se preocupar com isso por que poderá sempre contar com um exército disposto a pagar até suas multas de trânsito! Némessm!

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.