Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

Debate: "Pela Legalidade" de Wagner Moura

Wagner Moura - Blog do Asno
Já disse que pago um pau pra esse cara! Baita de um ator, sem dúvida! Tá rolando algumas tretas na internet devido a um texto que ele publicou recentemente. Bah! Eu li o texto e não vi razões para tanto barulho. O ator tem o direito de pensar da maneira que convier para ele. Wagner Moura pode ter uma opinião diferente da que eu defendo. Pode fazer, inclusive, afirmações equivocadas! Mais tarde, sempre haverá tempo para que ele próprio reflita sobre o que já escreveu. Isso sempre ocorrerá, incluindo-se a todos nós. Por que critico alguns e defendo Wagner Moura? Não se trata de criticar seletivamente. Não considero o ator, ou qualquer artista que esteja engajado nessa defesa do governo atual como um dos agentes que favoreceram o estado em que nos encontramos. São, eles, os artistas, como nós! Escolhemos mal e também nos enganamos muitas vezes com nossas escolhas. Pior! Também nos apegamos a essas escolhas e, na maioria das vezes, também nos engajamos em defendê-las, mesmo depois de convencidos de que estávamos enganados. É perfeitamente humano isso.

Alguns textos, maquiavelicamente, redigidos devem ser debatidos, esclarecidos e até repudiados por que seus produtores são movidos pela má fé, quando não, por uma pequena contribuição pecuniária! Alguns agentes distorcem a realidade, induzem ao erro e manipulam a compreensão dos seus seguidores. Sinceramente, não vejo isso na atitude de Moura. Vejo alguém que realmente está convencido pela própria interpretação que faz dos fatos. Se ele está enganado e ainda não mudou de opinião é justamente por que nós não apresentamos argumentos que fossem eficazes para convencê-lo. No texto de Moura vê-se claramente alguns argumentos infantis e de pouca profundidade de análise. Isso está mais para inocência do que para a vigarice comum que estamos acostumados. Moura acredita no que defende de verdade!

A retaliação ao artista, como já vi em outras ocasiões, só serve para reforçar suas convicções! Já vi e ouvi muitas manifestações de artistas que defendem o governo. Tico Santa Cruz, por exemplo, me causou mais risos do que repulsa! É um caso clássico de neurônios afetados pela erva! Não sei se seria o mesmo caso com o wagner, mas o fato é que não debato com um governista apenas por que ele defende o que sou contra. Contesto ideias proliferadas por pessoas onde se nota claramente o interesse na manipulação do entendimento daqueles que demoram um pouco mais para aceitar a verdade. A maioria do que existe hoje defendendo Lula e Dilma é produzido por gente que se favorece com a maneira deles de governar. Nesta categoria estão os jornalistas e intelectuais alugados. Alguns "capitalistas" que utilizam cultura como moeda também, mas sua influência é medíocre. Wagner Moura ao escrever o tal artigo apenas entra no debate e expõe seu "modo de vista". Muitos, como ele, fazem o mesmo. O problema é quando são mal educados! O problema, mesmo, é quando desferem ofensas e julgamentos contra os antagonistas. Isso não é debate!

Eu sou capaz de sentar com qualquer um que discorde de minhas opiniões e tenho certeza de que ao final de cada boa discussão ambos saímos com nossas convicções ainda mais enriquecidas. Não tenho toda a razão só por que sou contra o governo. Aliás! Sou contra todo tipo de governo que mantenha esse esculacho que é a política bananeira do Brasil. Há argumentos muito bons, eu reconheço, em tudo que leio dos defensores do governo. O garimpo das ideias não é algo fácil, mas quando percebemos reações como as que o ator recebeu, devemos nos preocupar. Contra fatos e dados não existem argumentos! Porém, contra o argumento da força nada pode a força do argumento. Estamos perdendo o foco! Estamos alimentando o fogo que irá nos consumir. Ressalto com veemência! Não somos "nós" contra "eles"! Essa moléstia deve ser combatida. Enquanto nos dividimos, eles, os verdadeiros adversários, nos conquistam. É contra certa camada de políticos que devemos convergir toda nossa munição. Ao nos opormos a nós mesmos nos convencemos de que não haverá salvação dentro do processo político e aí perderemos de vez.

Que Wagner Moura tenha o direito a opinar como pensa e que seu direito seja defendido, sempre, até por aqueles que discordam dele. Há diferença entre a opinião de um indivíduo, mesmo que equivocada, e a manipulação com método. Não acredito mesmo que Moura seja mais um dos agentes, cujas ideias tenho combatido. Vejo-o apenas como mais um brasileiro dividido. Somos muitos, ora! Tem sido muito comum ler interpretações equivocadas até mesmo nos textos de formadores de opinião com os quais normalmente me alinho. Já discordei até mesmo de jornalistas contrários ao PT como o Reinaldo Azevedo. Não existe regra alguma que nos obrigue a odiar quem discorda de nós e amar apenas os que concordam. Esse estado de ânimo só favorece aos parasitas que se beneficiam de nosso separatismo político.

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.