Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

Como a Nova Crise nos EUA afetará o Brasil

Touro de Wall Street - Blog do Asno
A saúde e um isolamento necessário me obrigaram a passar o último período com a atenção mais no exterior do que no Brasil e isso também pode ser convertido em uma vantagem. Há algum tempo eu venho registrando que um temporal esta se formando no horizonte e estou convencido que todos poderemos sentir seus efeitos já em 2017. Constatei que a prática criminosa de estelionato eleitoral não é um recurso empregado apenas por políticos bandidos e irresponsáveis como os brasileiros. Barack Obama, o presidente americano, decidiu copiar nossa prefidenta afastada. Está omitindo dos americanos a verdadeira situação do país. Não que todos acreditem nele! E é esta a razão de candidatos alternativos como Donald Trump estarem chamando tanto a atenção daquele povo. Se é retrocesso ou não, nem me atrevo a analisar. Porém, me interessa é como isso afetará o meu país. A crise de 2008 foi só um aquecimento. Os americanos ainda serão afetados por um novo colapso. O texto ficaria muito extenso para demonstrar todos os dados e como eles confirmam o que estou registrando agora e o objetivo é apenas gravar que esta nova crise pode favorecer o Brasil, caso a equipe econômica atual do governo esteja alerta e tome as medidas necessárias. Agora não é momento para populismo e covardia.

O ouro está subindo, o dólar está sofrendo ataque especulativo, a taxa de juros americana está próxima de zero e não pode ser alterada, o Obama Care (uma espécie de SUS norte americano), causou problemas na qualidade do emprego dos americanos e o mercado mundial está em pânico por causa da China e outros problemas ainda não resolvidos na Europa e nos EUA. Há muito dinheiro na economia global e tende a migrar para regiões mais favoráveis ao seu investimento. Nosso país possui mais de 200 milhões de consumidores, uma região geográfica de proporção continental, muitas riquezas diversas e... Aquilo que é nosso maior defeito pode, momentaneamente, se tornar numa valiosa vantagem: a dependência quase exclusiva da exportação de Commodities. Aquilo que inflou nossa economia quando os preços estavam altos e depois nos mergulhou na ribanceira por falta de bom senso do governo, pode nos resgatar das profundezas em um período de forte elevação dos preços já em 2018 até meados de 2020. Sim! As commodities voltarão a subir e isso nos favorecerá se retomarmos o controle sadio de nossa economia. Mais uma vez o Brasil tem a oportunidade de ser a "bola da vez" e não poderemos desperdiçar.

O Brasil tem que se livrar dos Brics, da política imbecil da última década e, sobretudo, do Mercosul. Se conseguirmos demonstrar um resgate sério de nossa política econômica, atrairemos a atenção daqueles de quem precisamos agora: os que podem financiar nosso crescimento. Mas, não é só isso! Precisamos, mais do que nunca, valorizar nossa pesquisa científica e o desenvolvimento de novas tecnologias. O Brasil é piada lá fora e não é à toa. Temos um monte de lixo intelectual obeso na forma de produção acadêmica. Um monte de loucos com título de doutor como o cientista político Muniz Bandeira e outros falsos pensadores com seus centenas de milhares de seguidores fanáticos. No Brasil, as redes sociais tem mais força na formação do pensamento da população brasileira do que o estudo e a reflexão. Nossas verdadeiras joias intelectuais são obrigadas a pular fora do país na esperança de conseguir melhores oportunidades para seu potencial. Mais de 60% dos nossos professores são muito mal formados e com zero de vocação para o ofício. O resultado disso é uma população imbecil, medíocre e metida a esperta sem nunca ter praticado a reflexão e ponderação de suas ideias. Deem uma olhada no gráfico abaixo:
Gráfico da Balança Comercial 2015 - Blog do Asno

Esse gráfico demonstra bem o que estou afirmando. Nossa cultura de que o Brasil é o "celeiro do mundo" não poderia ser mais prejudicial ao nosso futuro. Temos de ter um equilíbrio entre a força da produção agrícola e os demais itens que são produzidos no Brasil e exportados para o resto do mundo. É óbvio que termos alta capacidade para a produção de grãos é uma vantagem competitiva, porém, ainda é uma produção cara devido a nossa gestão política e, os produtos que realmente podem enriquecer a nação devido ao seu alto valor agregado são insuficientes, quando não, incapazes de competir com o mercado internacional pelo mesmo fator. Temos aumentado nossa participação no mercado elevando nossa produção e exportação de grãos e isso tudo é anulado devido ao desempenho dos outros produtos. É só observar o saldo final!

Somos totalmente dependentes da tecnologia de fora e obrigados a comprar mais e mais produtos transformados no exterior. Não é só por que é mais caro produzir no Brasil. É também por que nós, os expertos, também somos muito estúpidos e optamos por um estado cada vez mais inchado para se responsabilizar pelos nossos problemas. O problema não está só no governo. Está na sociedade como um todo e principalmente naqueles que são os formadores de opinião. E, nessa categoria estão incluídos os artistas, os intelectuais e educadores em geral. Não acredito que o governo em exercício no Brasil seja capaz de realizar todas as mudanças necessárias em apenas dois anos, mas torço para que ao menos saibam emitir os sinais corretos. No próximo gráfico fica mais claro ainda a participação dos produtos da indústria de transformação por intensidade tecnológica na balança comercial brasileira.
Produtos da Indústria de Transformação por Intensidade Tecnológica na Balança Comercial - Blog do Asno

Os produtos que exportamos com maior participação na balança comercial são justamente os de menor valor agregado. Fica muito mais evidente que o Brasil escolheu a rota errada. Essa escolha foi um tiro no pé, sobretudo, na última década por que o governo petista optou por aumentar o salários sem desenvolver uma estrutura que favorecesse o crescimento. Salários altos sem crescimento dá "ruim" como diz minha filha! É lógico que o salário mínimo no Brasil é uma piada e deveria ser ao menos quatro vezes o valor atual, porém, as condições mínimas para isso precisam ser garantidas e nenhum governo se preocupou com isso ainda. Nem o petista e nem o peessedebista! Todos estão mais preocupados com a manutenção do poder e a longevidade de seus cargos grudados nas tetas do governo. Isso é gozar com o pau alheio achando que sempre haverá um trouxa para pagar a conta... Só que esse trouxa precisa estar recebendo uma renda para tanto!

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.