Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

NÃO HAVERÁ 3º GUERRA MUNDIAL

3ª Guerra Mundial - Blog do Asno
Dá nojo, hein! O advento da internet multiplicou as formas de acesso a informação, mas não criou condições para que as pessoas desenvolvessem o senso crítico e analítico para avaliá-las. Todos os dias tenho dificuldades para garimpar alguma coisa que preste na rede. Agora a moda é espalhar na internet que estamos na iminência de um conflito mundial e apocalíptico. Tudo por causa de um vídeo onde o General do Estado Maior dos EUA, Mark Milley, faz um duro discurso respondendo a provocações oriundas da Coreia do Norte e outros boatos correlacionados. Já vi o mesmo discurso ser utilizado para justificar que os americanos estariam se preparando contra uma invasão alienígena! Esses malucos recortam frases de seu contexto original para alcançarem os efeitos alarmistas desejados por eles e depois milhares de imbecis saem compartilhando. É claro que a declaração do general tem cunho de advertência contra qualquer nação que ache fácil desafiá-los, mas no contexto geral era sobre o terrorismo. As frases mais duras de Milley são direcionadas aos terroristas e suas táticas, mas sempre se encontra um meio de extrair trechos para criar confusão. Além do mais, quem precisa oficializar uma declaração de guerra é o presidente!

Há, sim, muitas tensões no momento por causa dos conflitos na Síria onde russos e americanos divergem quanto a participação um do outro. Isso aconteceu no Vietnã, no Afeganistão, em Cuba e por aí vai... Há, ainda, os problemas locais na Rússia por conta dos conflitos internos, especialmente na Ucrânia e são a principal razão pela qual os russos estão atualizando o seu armamento. O primeiro argumento para contestar a possibilidade de os Estados Unidos e a Rússia entrarem em guerra será fornecido pelo general belicoso, Napoleão Bonaparte, "para se vencer uma guerra é preciso três coisas; dinheiro, dinheiro e dinheiro!". O mundo esta às portas de um novo colapso de caráter monetário e será bem pior do que o de 2008. Pior! Os EUA serão o epicentro da crise novamente. Declarações de guerra, em democracias, precisam ser aprovadas pelo parlamento, coisa quase impossível de acontecer nos EUA atualmente, a menos que o país seja atacado. A Rússia tem suas próprias dores de cabeça no momento e poucas chances de promover um conflito de tal envergadura sem antes preparar uma zona de contingência apropriada. O Oriente Médio seria das piores opções

Conflitos por todo o globo sempre irão existir e toda vez que alguma ameaça surgir, seja do ocidente ou do oriente, alguém sempre irá retaliar no gogó. Não há o menor risco de as duas potências entrarem em guerra, pelo menos, nos próximos 30 anos. Deveriam estar mais preocupados é com o número crescente de fundamentalistas islâmicos que brotam a todo instante no Brasil. Aqui, sim, é uma terra fértil para prosperar esse tipo de intolerância e ultimamente temos nos exaltado muito. As pessoas querem tanto que haja um conflito mundial para satisfazerem suas fantasias pessoais que ignoram o bom senso. Não há uma única fonte séria sobre o assunto e a maioria dos que afirmam essa possibilidade são garotos mal informados, leitores de péssima literatura, horríveis tradutores e até os famosos troladores que espalham fakes na rede só para ver o circo pegar fogo. Prestenção! Enquanto ficam plantando essas porcarias na rede, algo muito mais perigoso e prejudicial esta se multiplicando bem debaixo das nossas ventas! .

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.