Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Michel Temer: O que está pior ainda vai piorar

Michel Temer Impeachment - Blog do Asno
Nada está tão ruim que não possa piorar um pouco mais. Nesta quinta-feira, 18 de maio de 2017, o Brasil acordou em pânico. Mercados reagem mal, dollar dispara, Bolsa despenca e... São só sinais de que estamos apenas no começo. De positivo... Finalmente o bundão do Aécio Neves, ex-presidente do PSDB (e já vai muito tarde mesmo), tem sua verdadeira imagem escancarada para todos. Tenho registrado que, embora Dilma tenha recebido a maior parte de minhas críticas durante a última eleição (não por acaso), o bundão também não era minha opção. Minha opinião sobre ele e sobre o presidente Michel Temer não mudou. Ontem li as notícias sem surpresa, afinal, era uma das certezas que eu tinha quando me colocava contra o impeachment da ex-presidANTA Dilma Roussef.

A turba acéfala das redes sociais já começou a pancadaria perseguindo likes para ver quem transforma a besteira maior em meme. Falam em eleições diretas, o que é uma estupidez desvairada, apenas pelo fato de que não há como mudar a Constituição no prazo necessário para isso só para atender aos caprichos de quem não aprendeu a ler ainda. Vão gastar energia inutilmente igual a galera do "Não vai ter Golpe". Confesso que, mesmo com o atual Congresso e com o país nas mãos dos mesmos criminosos que lá havíamos colocado em 2014, eu começava a nutrir certa esperança quanto as mudanças, possíveis, antes do quebra-quebra de 2018. Esqueçam! Nenhuma reforma será votada, nenhuma mudança ocorrerá até que se dissolva a nova moda, quero dizer, crise institucional que recaiu sobre todos nós através das delações dos quase santos irmãos Wesley e Joesley Batista, donos da patriótica empresa, JBS.

Tem uma galera que está vibrando muito, como se fosse final de campeonato e os dois times mais rivais da nação estivessem decidindo nos pênaltis. Qual é a graça? Quem estará menos ferrado daqui por diante? A pior crise nem é a sombria ameaça de retrocesso ao caminho da marcha ré para onde seguíamos acelerados em passado muito recente. Quando alguns números começavam a nos dar razão para fé na recuperação do país, eis que as trombetas soam e o apocalipse se revela diante de  nós. Lasciate ogni speranza voi che entrate! Essa deveria ser a inscrição sobre a porta que dá acesso a sessão eleitoral. Vendo o caos em que o país mergulha, a sua frequência, ritmo e por que não, harmonia, parece até que dá para reconhecer o padrão de um tipo musical muito popular. Essa melodia é o Funk de Brasília que martela nossas vidas tal qual o estilo musical carioca esmaga nosso sagrado repouso. Nem preciso nominar os MCs de Brasília! Escolham cada um o seu MC Guiné.

Mas... Não somos inocentes nessa paródia das desgraças do Império Romano. Quem permitiu ou colocou aquela caterva que ocupa pomposa as cadeiras do Congresso e dos palácios republicanos? Fomos todos nós, os algozes de nós mesmos. A razão é simples... Porque somos bestas que procriamos e multiplicamos nossa ignorância sobre o que é viver em sociedade. Até quando iremos nos condenar a ficarmos presos a esta roda viva que parece não cessar nunca. A mudança no país, antes de passar pelas cadeiras do Congresso Nacional, precisa acontecer bem na nossa sala de estar.

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.