Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Polêmica sobre Raquel Shehearazade! Menos gente... Menos!

Raquel Sheherazade - Um Asno
Lá vão me chamar de "Reacionário Nojento" de novo, mas fazer o quê! Não assisto TV de modo algum. Minha fonte de informação vem dos jornais, revistas, blogs e... o Faciobuquio! Alguém compartilhou um vídeo com a âncora do SBT, Raquel Sheherazade comentando sobre um "adolescente" que foi amarrado e espancado. Como bom reacionário que sou, fui realizar algumas buscas e prestar atenção ao que a jornalista disse no vídeo que causou tanto alvoroço. Compartilho o vídeo para que analisem melhor antes de sair apedrejando no Faciobuquio. Tive também a ousadia de transcrever o que ela disse para os que não perdem tempo com vídeos:
O marginalzinho amarrado ao poste era tão inocente que em vez de prestar queixa contra seus agressores, preferiu fugir, antes que ele mesmo acabasse preso. É que a ficha do sujeito -- ladrão conhecido na região -- está mais suja do que pau de galinheiro. Num país que ostenta incríveis 26 assassinatos a cada 100 mil habitantes, arquiva mais de 80% de inquéritos de homicídio e sofre de violência endêmica, a atitude dos "vingadores" é até compreensível. O Estado é omisso. A polícia, desmoralizada. A Justiça é falha. O que resta ao cidadão de bem, que, ainda por cima, foi desarmado? Se defender, claro! O contra-ataque aos bandidos é o que eu chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite. E aos defensores dos Direitos Humanos, que se apiedaram do marginalzinho no poste, lanço uma campanha: "Façam um favor ao Brasil. Adote um bandido!"

Qual é o busílis? Han? Onde está a incitação a violência? Só se for para os analfabetos virtuais das notícias de um minuto ou de quinze linhas! A internet trás seus limites. As pessoas são tão apressadas para se dedicar em compartilhamentos que não se dão ao mínimo esforço de analisar o que leem ou assistem. O comentário da jornalista feriu sua sensibilidade? Siga o conselho dela! Adota o pirralho! Ademais, o vídeo só revela que em apenas um minuto é praticamente impossível tecer um comentário com ironias e sarcasmos de forma que todos venham a digerir no mesmo sentido. Raquel não incitou nenhum tipo de violência, apenas denunciou que isso acontece por que as políticas de segurança e sociais são insuficientes e que a população acaba respondendo conforme sua própria formação insuficiente.

Ah! Mas ela poderia ter escolhido uma forma menos pesada em suas palavras para comentar. Ora! A violência só é repelida com carinho nos discursos de orientadores em cursos religiosos. Lógico que nem eu e nem a jornalista somos favoráveis a responder a violência com mais violência, mas o retrato é esse e foi isso que ela denunciou. Palavras fortes némessm? Maior violência comete o estado e a sociedade ao fingir que isso não existe e que a culpa não recai sobre todos nós. Maior violência cometem os sociólogos e intiliquituais contemporâneos com sua ideia esdrúxula de relação da pobreza com a criminalidade. Em que parte do vídeo Raquel faltou com a verdade no que foi dito? Qual brasileiro, senão os esquerdopatas, que não concordam com o que ela disse? Quantas vezes não ouvimos os mesmos intelectuais do que eles chamam de esquerda justificarem a violência, inclusive durante os recentes protestos?

Tudo que Raquel disse é que, a violência por parte da população é compreensível, quando se tem uma polícia fracassada, um estado cujos legisladores estão mais preocupados com a copa e com a reeleição e uma justiça lenta e ineficaz. Foi mentira? Quando o estado se ausenta, não sobra mesmo é para o povo? O que a jornalista fez foi demonstrar que a ineficiência do estado gera isso. Façam um favor a si mesmos: observem que quando um babaca (mesmo sendo um cantor famoso), aparece na televisão justificando a violência de um grupo, ainda maior de babacas, como os Black Blocs, vocês são mais compreensivos!

A Avaaz já se mobilizou (link): "A JORNALISTA DO "JORNAL DO SBT" RACHEL SHEHERAZADE, TEM EMITIDO OPINIÕES QUE OFENDEM ATIVISTAS, PROTETORES E DEFENSORES DAS CAUSAS EM DEFESA DOS ANIMAIS, EM UMA ATITUDE ANTI ÉTICA. A MESMA EM SUAS FALAS, IGNORA AS LEIS CONQUISTADAS A FAVOR DOS ANIMAIS E REPORTA, EM REDE NACIONAL, OPINIÕES QUE EXCITAM NEGATIVAMENTE A POPULAÇÃO. Isso sim é uma incitação à agressão! A mensagem que circula no Faciobuquio"Rachel não mediu palavras ao comentar sobre a repercussão do acontecimento noticiado nessa terça-feira (4). A âncora apoiou a ação do grupo que bateu no adolescente suspeito de roubos". Isso, além de incitação, é uma mentira! Basta assistir ao vídeo despido da paixão teratológica e militante!

Pensar dói, né...

6 comentários:

  1. kkkkk, ae!! admitiu o facebook como fonte de informações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz... Tenho que recorrer menos às figuras de linguagem! Esqueço que tem gente que não sabe ler...

      Excluir
    2. O burrinho achando que é inteligente. Continua se achando seu bosta arrogante inútil.

      Excluir
  2. Concordo c/ seu raciocínio sob/ o assunto.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, não acho vc um reacionário, acho vc uma pessoa centrada e como sempre compactuo com seus ideais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu acho ele um grande bosta que se acha.

      Ele ainda não acordou e viu o merdinha que ele é.

      Excluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.