Rádio Na Pior

Últimos Artigos
recent

Diário de Viagem: De Birigui a Palmas de carro - Final

BR-153 em Goiás - Um Asno
Cheguei! Foram longas vinte e quatro horas na estrada, mas superei mais esse desafio e sinto-me renovado para a minha rotina. Abro meu blog e dou de cara com alguns comentários cretinos para variar, mas retornarei a eles mais tarde. Já disse várias vezes que esse blog não tem nenhuma pretensão jornalística, se buscam isso dirijam-se ao site ao lado! Jornalismo é feito por profissionais que recebem por isso, eu apenas registro o que penso e sinto, até mesmo como uma terapia pessoal, mas não tenho obrigação alguma de me justificar para quem quer que seja. Voltemos a viagem para a linda capital do Tocantins, Palmas.

Acidcentes na BR-153 em Goiás - Um Asno
No meu primeiro dia de viajem dirigi por dezessete horas, mas foi devido ao infausto evento que narrei na primeira parte desse artigo. Porém, na terça passada gastei as mesmas dezessete horas por conta de dissabores associados as condições da rodovia federal. Foram 24 horas de estrada para chegar a Palmas e mais 24 horas para retornar a minha casa. A viagem não deveria levar mais do que 17 horas em cada estágio! Ainda voltarei a falar de Palmas e seus encantos, mas por hora vou apenas registrar os eventos e circunstâncias da viagem.

Acidcentes na BR-153 em Goiás - Um Asno
Numa viagem sensacional cruzando mais de 3.500 quilômetros (ida e volta) desse nosso país abençoado, eu poderia apenas escrever sobre as coisas maravilhosas que vi e a riqueza sem limites de nossa fauna e flora muito mais preservadas do que discursam muitos maníacos pelo meio ambiente. Contudo, O que mais marcou (na minha pele, inclusive), foram as situações de extremo pesadelo que os viajantes são obrigados a enfrentar nas rodovias. A BR-153 consta como inserida no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), desde 2010, mas sua situação, na maior parte, é precária. Eu cheguei a escrever que estava com saudades dos pedágios de São Paulo e aí veio a surpresa. Na TV de Araguaína ouvi dizer que o Governo Federal fechou contrato para iniciar o processo para tornar a rodovia 153 pedagiada, mas com uma distinção em relação ao Estado de São Paulo (o mais pedagiado de todos), o preço. A "prefidenta" Dilma prometeu que o pedágio naquela rodovia será inferior a R$ 3,00. Parabéns! Contudo o trecho que selecionaram para implementar o pedágio já é duplicado e o melhor trecho de toda a sua extensão. Não há motorista que não esteja caçoando dessa brilhante escolha. Fazê o quê!
Acidcentes na BR-153 em Goiás - Um Asno
 
Acidcentes na BR-153 em Goiás - Um Asno

Porém, contudo e entretanto, o verdadeiro problema da BR-153 não resulta de seu estado de conservação. Tem ele como um agravante, mas não é o centro do problema. O que torna a BR-153 extremamente perigosa e completamente contraindicada para pessoas com problemas cardíacos não é outra coisa, senão os seus próprios usuários. A rodovia está sofrendo manutenções constantemente. Até o buraco que quase foi responsável pela alteração trágica de minha rota já havia sido tapado na ocasião do meu retorno. O que também nos garante horas parados em filas gigantescas aguardando a liberação por parte dos operários. Perdi mais de duas horas em três dessas paradas e mais de uma hora devido a um caminhão tombado no meio do trajeto. Pior! Ele tombou exatamente no trecho que é duplicado!
BR-153 em Goiás - Um Asno

Como eu já havia registrado, a regra nesta rodovia é a ultrapassagem irregular, geralmente promovida por motoristas em caminhões imensos e pesados que covardemente não oferecem a mínima condição de defesa por parte dos condutores de veículos leves. Tragédias maiores não ocorrem constantemente porque me parece que todos interpretam muito bem essa regra que não consta nas aulas de trânsito. Além de contaminar todos os outros usuários que recorrem ao mesmo expediente, a Regra da Ultrapassagem Irregular parece manter um grau de civilidade (ainda que ogro) entre todos. Todo mundo ultrapassa todo mundo e todo mundo joga todo mundo para fora da rodovia numa boa! Assim ninguém se estressa! Já realizei outras viagens longas para o Sul do país e, embora o ogrismo estivesse presente, o grau de risco era muito menor.

Aos que me perguntaram quanto a beleza das palmenses... Ora bolas! Olhe bem ao seu lado! Com certeza há de ter uma mulher muito bonita bem próximo de você. Não seria necessário viajar mais de 1.500 quilômetros para encontrar beleza feminina. Além do mais, Palmas tem a riqueza da maioria das cidades no que diz respeito a beleza em suas mulheres. Há gente de todas as regiões do país e até de outros países. Com certeza são muito formosas e são, sem sombra de dúvidas, muito respeitadas e admiradas por todos os homens com seriedade suficiente para isso. Lamento decepcioná-los, mas minha viagem foi estritamente comercial e não haveria espaço para observar tais particularidades.

Um recado aos meus fiéis e pejorativos leitores anônimos
Patrulheiros e militantes fanáticos! Não percam tempo tentando me desqualificar, eu sou muito bom em produzir má reputação a mim mesmo. Não carece de gastarem a gramática comigo, não há necessidade de extinguir o fosfato que lhes resta! Podem reservar o seu rancor para os mais doutos e qualificados. Sou apenas mais um que não concorda com a ilusão que vocês ajudam a espalhar. Apenas isso! Volto em breve para vocês...

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.