Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

A política da vingança, do rancor e da bravata

Imagem Protegida por Direito Autoral - Um Asno
Imagem Original removida por solicitação do proprietário
O jornal Folha da Região publicou no dia 15/11/2011:


"O único representante de Araçatuba e região na Assembleia Legislativa tem revelado um estranho jeito de fazer política. Para o deputado Roque Barbiere (PTB), o interesse público não é mais importante que um sentimento pessoal de rancor e incontrolável desejo de vingança. Roquinho, como é conhecido, tem inclusive feito questão de escancarar suas diferenças especialmente com o prefeito de Birigui, Wilson Borini (PMDB), bem como a sua bronca pelo fato de parlamentares de outras regiões terem destinado dinheiro - via emendas ao orçamento do Estado - para o seu reduto eleitoral.


Vingança foi o que motivou o deputado biriguiense a denunciar o tráfico de emendas na Assembleia. Ele disse, primeiro para o Grupo Folha da Região e depois para todo o Brasil, que de 25% a 30% dos seus colegas enriquecem negociando emendas. Como o governador combinou que cada deputado tem direito de indicar verbas de até R$ 2 milhões por ano aos municípios que achar mais conveniente, essa brecha virou moeda de troca. Segundo Roquinho, essa parcela de deputados exige propina pelas indicações, numa negociata que envolve prefeitos e empresários.
No entender de Roquinho, ninguém manda emenda para onde não tem voto. De acordo com o seu raciocínio, portanto, se alguém ajuda locais onde não teve voto, ou não teve votação expressiva, é indício de falcatrua.

Ocorre que o nobre deputado também destinou emendas para oito cidades localizadas fora do seu reduto eleitoral - na maioria delas, ele teve votação simplesmente inexpressiva. Com o dinheiro do Estado, ajudou também cidades da sua região, mas curiosamente não destinou um tostão a Birigui, onde obteve mais de 28 mil votos.
Na condição de deputado estadual, é natural que Barbiere pense no Estado como um todo. Se for esse o seu entendimento, então o que justifica tanta repulsa ao fato de outros deputados pensarem na sua região? É que o representante regional deve saber muita coisa e deve conhecer muitos colegas que não ajudaram o seu reduto só por espírito público, mas porque realmente enriqueceram vendendo emendas.
O problema é que Barbiere não cita nomes, e aí fica parecendo bravata - disse que os corruptos estão do seu lado, são seus vizinhos de mesa na Assembleia, mas prefere continuar protegendo esse pessoal bandido. Ao mesmo tempo, também insiste em punir a população de Birigui: por causa da rixa política com o prefeito, não ajuda a cidade onde mora o grosso do seu eleitorado. Por esse estranho jeito de fazer política vingativa, rancorosa e bravateira, está claro que ninguém sai ganhando, mas a população, para variar, certamente perde".
De acordo com o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral), foram 8.191 votos contabilizados em Parapuã, Cabreúva, Cafelândia, Rinópolis, Porto Ferreira, Santa Rita do Passa Quatro, Santo André e Tambaú. Cidades que levaram graças às indicações de Roquinho R$ 1.088.880,99.
"Birigui, que deu a Roquinho 28.521 votos em outubro do ano passado, não teve sequer uma emenda assinada por ele. O prefeito do município, Wilson Borini (PMDB), é tido pelo parlamentar como inimigo político. Os dois se enfrentaram nas eleições de 2008, com derrota esmagadora do petebista".



Comento: O mais curioso é que Dom Roquinho é defendido com unhas e dentes por eleitores desinformados que insistem em corroborar suas "realizações" (improváveis") durante seus 20 anos de mandato! mais interessante ainda é que durante todo esse tempo ele sempre arrumou alguma razão para se indispor com o prefeito em exercício e assim afirmar que não ajudava o município por causa do prefeito. Ponderem por vocês mesmos...

3 comentários:

  1. ai véi.. se liga! ce vai acabar levando uns coice de verdade! KKKKK

    ResponderExcluir
  2. SAFADO VAGABUNDO VAI TRABALHAR E CHEGA DESTE FILAPUTISMO DEPUTADAL(fICHA SUJA).

    ResponderExcluir
  3. Roque eu e minha familia votamos em você. Chega de falta de aparelhos médicos, falta de cultura, lazer, etc.

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.