Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Ferreira Gullar e Nelson Motta atacados por BESTAS!

Ferreira Gullar - Um Asno
Nos últimos dias estive afastado do blog, mas não da leitura rotineira. Estive lendo o livro de Daniel Kahneman, "Thinking, fast and slow" (Pensando rápido e devagar), já que se trata de um campo que me interessa muito: o cérebro. Ganhei outros dois livros dos autores Elizabeth Hardwick e Steven K. Scott, o que só serviu para corroborar a leitura de Kahneman. Obviamente, continuei a ler as notícias e as barbaridades publicadas em sites a serviço do obscurantismo. Uma das leituras já é assunto mofado, mas não poderia deixar de comentar, ao menos para registro do fato. No dia 31 de dezembro o site Brasil247 (link aqui), republicou um artigo da Folha de São Paulo de autoria de Ferreira Gullar. O autor, uma unanimidade entre os que o consideram o mais importante poeta vivo no Brasil, recebeu duras críticas dos leitores daquele sítio. As críticas foram analisadas pelo jornalista Nelson Motta (link aqui), que acabou assumindo o posto de alvo e ainda recebeu a pecha de preconceituoso embolando-se a outros jornalistas com opinião semelhante (link aqui).

Não vou reproduzir os artigos de Gullar e Motta! Quem tiver curiosidade que acesse os links, mas é claro que não poderia deixar de comentar o que me deixou assombrado no Brasil247. Aliás, a especialidade deste site é dar espaço a ofensas gratuitas. Vi coisa parecida no artigo de Roberto Freire (link aqui). Gullar escreveu sua opinião! Acusaram-no de ter se vendido, (afinal, alguém só muda de ideia nesse país se levar dinheiro, némessm? Olha só o Lula: Metamorfose Ambulante!), ofenderam-no quanto a sua idade, sua saúde, sua aparência, sua inteligência e até a sua poesia, mas não houve um só argumento para contradizer sua opinião. Esse é o ponto! Vejam algumas das opiniões que foram defendidas como liberdade de expressão pelo informativo eletrônico:
"Quem é essa besta??"; "Não sei porque vocês dão atenção a esse (poeta) fracassado, mostrem algo que presta desse imbecil"; "Ferreira Gullar não sabe a resposta porque padece da moléstia (fuga da realidade) que acomete Jabores e Caetanos da vida. Não passam de reacionários medíocres a comentar política em uma missão pistoleira"; "Francamente !.... não sei por qual razão o 247 abre tamanho espaço para essa múmia paralítica latir asneiras..... Basta tão somente ler os comentários para avaliar como esse "poeta" elitista é sobremodo rejeitado pelos freqüentadores da página ! Essa "cara" já deveria estar internado numa clínica geriátrica e aguarda a morte chegar (e depressa, por favor!)"
O que disse Gullar? "(...) Esse é um ponto que mereceria a análise dos psicólogos sociais. O cara acha que Lula encarna a luta contra a desigualdade, identifica-se com ele e, por isso, não pode acreditar que ele seja corrupto. Consequentemente, a única opção é admitir que o Supremo Tribunal Federal não julgou os mensaleiros com isenção e que a imprensa mente quando divulga os escândalos. O que ele não pode é aceitar que errou todos esses anos, confiando no líder. Quando no governo Fernando Henrique surgiu o medicamento genérico, os lulistas propalaram que aquilo era falso remédio, que os compridos continham farinha. E não os compravam, ainda que fossem muito mais baratos. Esse tipo de eleitor mente até para si mesmo".

Motta disse: "A maneira mais estúpida, autoritária e desonesta de responder a alguma crítica é tentar desqualificar quem critica, porque revela a incapacidade de rebatê-la com argumentos e fatos, ideias e inteligência. (...) Nem nos mais passionais bate-bocas sobre futebol alguém apela para a desqualificação pessoal, por inutilidade. Ser conservador ou liberal, gay ou hétero, honesto ou ladrão, preto ou branco, petista ou tucano, não vai fazer o gol não ser em impedimento, ser ou não ser pênalti".

O que o episódio revela é que grande parte dos que possuem liberdade para se expressar não sabem porque, nem tampouco, como fazê-lo. Um site abundantemente financiado por uma estatal, por mais que seus objetivos sejam os de corresponder ao estado financiador, jamais poderia permitir que pessoas, independente de gostos e vícios, atacassem de forma tão asquerosa e repugnante a quaisquer que fossem as opiniões publicadas na internet, ou não! O direito de opinar deve ser respeitado e quem discorda, ao menos por convenção cultural, deve manifestar-se com argumentos contrários e não ofensas gratuitas. Tais manifestações apenas demonstram o bestial estágio de desenvolvimento intelectual em que estamos.

Quando recebo críticas e ofensas da mesma qualidade disposta acima, poupo os leitores sérios do constrangimento de saber que existem tais bestas na internet. São bestas sim! Isso não é preconceito, senão com os quadrúpedes destinados a carga! Concordo... É uma ofensa comparar animais tão nobres com o lixo que se diz livre para opinar espalhado pela rede. Querem respeito e aprovação? Mostrem que são mais do que bílis e covardia.

Um comentário:

  1. Great web site Liane

    Feel free to surf to my homepage; myspace

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.