Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Publico e comento a Nota de Esclarecimento da UJS sobre a visita de Yoani ao Brasil

Bárbaros da UJS - Um Asno
Declarei em meu blog que considero as ações dos jovens contra a liberdade de expressão (não acho que a violência foi só com Yoani), acabaram tornando o ativismo da blogueira mais legítimo e sua voz mais importante (texto aqui). No último dia 19, a UJS (União da Juventude Socialista), emitiu uma Nota de Esclarecimento sobre a visita da blogueira Yoani Sánchez ao Brasil. Acho justo publicar seu ponto de vista, mas também quero comentar alguns pontos sobre os esclarecimentos. Segue o texto como está no site da UJS, comento sem destaque:

"Considerando as notícias falsas veiculadas acerca das manifestações provocadas pela vinda da blogueira Yoani Sánchez ao Brasil, a UJS (União da Juventude Socialista) vem a público esclarecer que:
a) A UJS defende a livre manifestação de ideias. Justamente por isso, para que todas as visões sejam apresentadas, é que participamos das manifestações relativas à visita da blogueira cubana ao nosso país.
Há muitas maneiras legítimas de se apresentar pontos de vistas contraditórios. Os ataques não podem receber, nem pela imprensa, o nome de manifestação. Vamos dar o sentido correto as coisas! Insultos são formas de agressão, ofensas são formas de agressão, provocações são formas de agressão. Não vi nenhuma atitude menos agressiva do que isso durante as "manifestações".

b) Não houve qualquer tipo de agressão contra Yoani Sánchez em nenhum dos atos dos quais participamos. Não houve mais do que manifestações pacíficas com o único objetivo de romper o cerco imposto pela mídia monopolista.
A UJS não se manifestou pacificamente. Ela tentou impor sua voz acima da interlocutora! Tenta impor sua visão canhota do mundo a todas as pessoas com a arrogância de quem se acha monopolista do único modo correto de viver.

c) A manifestação de Feira de Santana não impediu a exibição do filme nem cerceou de qualquer modo o direito de Yoani se pronunciar. A UJS organizou uma manifestação democrática no local, Yoani chegou bastante atrasada e, ao entrar foi recebida apenas com palavras de ordem de protesto, nenhuma agressão verbal, muito menos física. Os responsáveis pelo evento permitiram nosso pronunciamento e, que entregássemos o nosso manifesto contra o bloqueio econômico à Cuba, que por óbvio, a falsa defensora dos direitos humanos se recusou a assinar. Em seguida, os militantes da UJS sentaram-se para assistir o documentário. Entretanto, com o argumento do “atraso nos horários”,  os responsáveis pelo evento anunciaram o cancelamento do ato.
Nas palavras da própria Yoani: "Lamentavelmente, a maioria não conhece meu país, minha história ou meus textos. Eles acreditam numa Cuba estereotipada, uma ilha de esperança, com liberdade para todos. Cuba não vive um comunismo, mas um capitalismo de estado. Recomendaria que cada um deles morasse um tempo em Cuba para viver na pele a realidade de um mercado racionado, dualidade monetária, falta de liberdade, impossibilidade de se manifestar na rua. Depois desse tempo, duvido que continuem a defender o governo cubano. Tentam me calar porque divulgo uma Cuba menos parecida com o discurso político e mais parecida com a rua. Uma Cuba real.

d) Defendemos a mais ampla liberdade de opinião. E, em nossa opinião, Yoani é um instrumento financiado pelo imperialismo norte-americano e europeu com objetivo de desestabilizar a heroica resistência do povo cubano. Infelizmente no nosso país meia dúzia de famílias monopolizam os principais meios de comunicação e querem que apenas a versão anti-cubana prevaleça. Nós não permitiremos que isso aconteça. Enquanto não houver uma lei de meios no Brasil, que permita que todas as vozes sejam ouvidas, protestos pacíficos como os que aconteceram serão necessários.
Nem de longe vocês defendem a liberdade de opinião! E a maior prova disso é a menção da Lei de Meios! Esta lei não serve para pluralizar, nem tornar mais acessíveis as diversas opiniões. Serve para calar as vozes opositoras ao pensamento mesquinho chamado de progressivismo.

e) Os atos, portanto, vão continuar. Fazemos um chamado a todos os simpatizantes da revolução cubana para que juntos continuemos a dizer em alto e bom som: Abaixo o Imperialismo! Viva Cuba e a Revolução!
Melhor seria ler o Manual do Perfeito Idiota Latino Americano escrito por Plinio Apuleyo Mendonza (colombiano), Carlos Alberto Montaner (cubano) e Alberto Vargas Llosa (peruano) que analisa eventos como a Revolução Sandinista e a Revolução Cubana, sempre apoiados em dados empíricos. Mas qual? Ler é algo que essa juventude reduz ao seu panfletário propagandista e aos livros de seus ídolos desmistificados. Há muitos outros blogueiros, escritores, jornalistas e dissidentes que declaram as mesmas coisas que Yoani. Seriam todos financiados pela CIA? Prestenção!! Tão valorizando muito esse negócio!

O que esses jovens idólatras do fracasso marxista, crentes em uma ideia distorcida de que somos pobres porque existem ricos e vice-versa, e que a história é uma conspiração dos maus contra os bons, precisam entender (e rápido!), é que somos, queremos e entendemos de forma diferente. Por isso seu discurso marxista fracassou! Muitos de nós está cagando para a revolução comunista e não é porque somos manipulados por "uma dúzia de famílias que monopolizam a comunicação em nosso país". Não gostamos da ideia de vocês apenas porque não queremos um regime onde um governo acha que sabe o que melhor nos cabe. Essa decisão é nossa! Não gostamos de um modelo onde a liberdade de expressão cabe apenas a expressão favorável ao governo. Temos o direito a insatisfação, mesmo que o governo seja bom! Queremos ser livres, ué...

Yoani Sánchez, como muitos que se colocam na oposição, tem sido e será vítima de inúmeras medidas especiais, organizadas por uma enorme força policial dedicada as necessidades sujas dos políticos cubanos. O que continuarão fazendo contra Yoani, e com o apoio de vislumbrados brasileiros? Continuarão a espalhar boatos infames sobre sua vida pessoal. Inventarão cumplicidade com crimes que nunca foram cometidos. Será insultada e desacreditada de mil maneiras. O stalinismo permanece intacto e não há intenção de se criar espaços de liberdade em que pessoas possam expressar suas idéias. É isso que a "juventude sábia" de José Dirceu quer!

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.