Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Uma iniciativa local que pode se tornar referência em sustentabilidade!

Produto Sustentável - Um Asno
O texto é um pouco longo, mas vale cada palavra. Trata-se de uma iniciativa local que poderá servir de referência para todo o continente! Todo vereador antes de sugerir um nome para uma rua deveria refletir sobre isso. Em vários momentos cheguei a mencionar as qualidades que percebo nessa região onde está inserida nossa cidade. Já falei do privilégio quanto a localização geográfica, a vantagem de estarmos sobre o aquífero Guarani, a capacidade de abastecimento com mão de obra para diversas iniciativas e o potencial de desenvolvimento como pólo também tecnológico. Mas nunca havia mencionado outro fator também de extrema relevância: o grau de empreendedorismo local. Esta semana foi singular, ao menos por razões políticas e isso não deixa de nos conduzir a uma reflexão. Reconheço que cheguei a ter uma recaída e a desconfiar de que minha concepção quanto a esta cidade em particular estaria equivocada. Porém, nesta sexta-feira tive a oportunidade de conhecer uma iniciativa empresarial que me fez voltar a confiar na nobreza e na capacidade de realização dos indivíduos desta região. É tão bom que tive que conferir pessoalmente!

Eu não sou exatamente um entusiasta quando vejo empresas empregando o sufixo da sustentabilidade aos seus produtos e serviços. Na maioria dos casos são mesmo oportunistas que apenas souberam ler os recados das oportunidades. Contudo, tive a honra de conversar com empresários locais e conhecer uma iniciativa de compromisso real com o sustentável e ainda ancorada em pilares socioambientais tais como, mobilidade urbana, construção da cidadania, sustentabilidade, conscientização social e a introdução de produtos verdadeiramente ecoeficazes. Sendo assim, fiquei, não só fascinado por conhecer a iniciativa, como não podendo agir de outra forma, apoio incondicionalmente suas ações sociais.

Quem disse que uma empresa não pode ser ao mesmo tempo, sustentável, responsável e lucrativa ao mesmo tempo? Os criadores e funcionários da empresa Vertical Placas de Birigui inovaram e fizeram o que poucos pensariam em fazer. Quando se trata de enfrentar o desafio de criar uma empresa sustentável, a maioria dos empreendedores focam primeiro as possibilidades de ganho com o processamento de elementos menos complicados e de retorno mais visível. Esses empresários não! Aquele material que, infelizmente, é desprezado pela maior parte das iniciativas econômicas porque se trata de resíduo de alto custo para o processamento, ou de baixa, ou ainda, nenhuma aplicação para o mercado é a matéria prima para os produtos da empresa Vertical Placas. Se hoje estou elogiando o seu pioneirismo é porque invejo-os por não ter eu mesmo tido essa ideia magnífica.

Observaram a imagem acima? Não é só a placa que foi construída a partir de rejeitos que ninguém mais sabe o que fazer. Todo o conjunto, inclusive o poste, é produzido a partir de rejeitos altamente danosos ao meio ambiente, mas que ali estão processados de maneira muito mais durável e acompanhados de um compromisso da própria empresa em zelar por sua manutenção, ou troca, quando cabível. Esses produtos já são homologados segundo exigências de órgãos específicos e são uma verdadeira alternativa para todas as finalidades. O leque de exploração desta iniciativa é ilimitado. Já existem quase 80 dessas placas distribuídas em pontos de nossa cidade. Todas recebem o tratamento anti-UV. Detalhe! Foram dispostas nesses pontos por iniciativa da própria empresa, sem investimento algum por parte de nosso município e com autorização para que assim procedessem. Ampliem a foto abaixo e percebam a utilização dos resíduos no poste:
Resíduos Reaproveitados em Placas de Trânsito - Um Asno

Comparem essas placas da VP com as placas de metal as que são utilizadas usualmente. Nem bem termina o prazo para que as placas de metal sejam substituídas (muita gente ignora, mas elas precisam ser trocadas a cada cinco anos), e elas já estão em franco processo de desintegração! Os resíduos processados pela VP não só tem seu uso prolongado, como também podem voltar a ser outra coisa! Ainda não estão convencidos? Agora vem a melhor parte! Para cada mil postes produzidos pela VP, 40 toneladas de resíduos altamente nocivos são removidos do meio ambiente, protegendo nossos maiores patrimônios naturais, como nosso valioso aquífero! A empresa busca parcerias e a sensibilização das autoridades com o tema do meio ambiente e da conscientização social. Nem preciso dizer que apoiar esse tipo de iniciativa é mais do que uma obrigação para as pessoas de bem e realmente comprometidas com o desenvolvimento digno de nosso futuro. Vejam as aplicações dos resíduos nos produtos já acabados:

Resíduos Reaproveitados em Placas de Trânsito - Um Asno

Resíduos Reaproveitados em Placas de Trânsito - Um Asno

A Vertical Placas tem um projeto com o qual todos devemos contribuir que carrega o slogan "TODOS PRECISAM MELHORAR O MUNDO... NÓS JÁ COMEÇAMOS!". Quem manifestar o interesse em conhecer a iniciativa ou mesmo auxiliar na sua divulgação pode entrar em contato com a empresa através das informações abaixo. Do meu ponto de vista, não há mais desculpa... Podem começar!

Facebook: Vertical Placas
Fone: (18) 3021-0006

Um comentário:

  1. Poxa adorei a iniciativa da " Vertical Placas", estão de parabéns, temos que divulgar mais esta grande ideia..

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.