Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

CALÚNIA! Não sou parcial, nem imparcial... Sou INTEGRAL!!

Não tenho o hábito de dar pelota ao que comentam a meu respeito, mas, espia só... O melhor argumento que encontraram para desqualificar minha opinião é a conclusão de que sou parcial demais! Também alegam que "pego pesado" demais em minhas críticas, mas... já chego lá. Alguém só pode chegar a conclusão de que a opinião alheia é "parcial", se reconhecer a si mesmo no que seria  a "parte" oposta. Logo, parcial também! Ora, todos nós somos integralmente parciais! Nossos "modos de vista", quando não influenciados por opiniões alheias, refletem exatamente nossa visão particular em relação a algo.
 
Quando me propus a redigir este blog, o fiz, principalmente por uma questão de exercício mental, depois para registrar os momentos e como eles afetam minha própria visão de mundo (vai que um dia eu tenha Alzheimer!). Quem me lê está buscando uma opinião convergente ou divergente para articular pensamentos. Querem ler notícias? Eu recomendo o Ucho ou os jornais impressos. Não sou jornalista, apenas registro minha opinião porque é um direito meu e, acima de tudo, porque é o que mais defendo como uma forma com a qual as pessoas também possam exercitar sua plena liberdade.
 
As pessoas têm o direito de não gostar do que escrevo e até de discordar, mas não têm o direito de desejar que a minha opinião não exista. Como seria o mundo que queremos se cada grupo ou "parte" desejasse que o outro não existisse? Criaturas! Nem o Dalai Lama e o Papa são imparciais! Não há como sermos! Opinião reflete a visão particular de cada um. Hipocrisia é cobrarmos de alguém algo que jamais aplicaremos em nossas próprias vidas. Todos temos "lados" e pontos de vista a defender e é salutar que seja assim! Isso garante o movimento necessário a evolução do ser humano. Já pensaram se todos fossem "reacionários nojentos" como eu, ou progressistas "gente boa" como os comunistas, os nazistas e os esquerdistas (sei lá se isso ainda existe...).
 
Já me pediram para "pegar mais leve" nas palavras e até ser mais "carismático" (é o mesmo que pedir a um elefante para ser mais delicado numa sala de cristais!), para conquistar a aprovação de mais pessoas. Estão misturando as coisas! Não tenho a menor pretensão de agradar a ninguém, muito menos de me promover (seria burrice expondo o que penso!). Estive envolvido com atividades jornalísticas por 17 anos, tanto como repórter de campo, diagramador, editor e redator. Acreditem! Sei a diferença entre informar (noticiar) e opinar. Aqui eu opino! Porque? Porque eu quero e porque eu posso! Nada mais... Querem ver um trabalho jornalístico meu? Não verão! Ao menos, enquanto eu não estiver vinculado a alguma entidade, cuja função seja essa.
 
Critiquem, sim, minhas opiniões e até desqualifiquem-nas com seus argumentos, mas não sejam hipócritas! Admitam a sua "parcialidade" quando o fizerem! Eu continuarei a defender o direito que vocês têm de fazê-lo. E se preferirem me julgar, façam pelo conjunto, não por um único fragmento de ideia como querem alguns que lêem apenas um artigo e condenam o resto, segundo sua visão particular preconceituosa e "integralmente" parcial.

8 comentários:

  1. Solange Severo
    Oi,
    Caro Nilson, parabéns... Não sei se é essa a palavra correta nesse caso. Esses dias eu me encontrei com um nó na garganta e sufocada com tantas palavras, frases copiadas, hipocrisias, incoerências... Meus pensamentos sobre tudo isso não tem lugar aqui fora. Achei que só eu pensava assim. Você tem coragem e personalidade, por mais que seus argumentos sejam rejeitados por uma maioria, eles SÃO SEUS argumentos não algo que alguém disse... outro curtiu e outro compartilhou. Enquanto isso... o voto continua sendo obrigatório! Democracia? Lutar pelos direitos?

    ResponderExcluir
  2. Realmente. Você não é parcial, nem imparcial, mas integral. Integralmente estúpido.

    Não é a toa que vc se chama asno.

    ResponderExcluir
  3. Profundo isso... Conseguiu juntar todas essas letras com um esforço próprio ou necessitou de alguma ajuda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu escrevi esse meu comentário sozinho. Já a mesma coisa não pode ser dita do seu texto.

      Excluir
    2. Ao menos eu tenho a decência de assinar o que escrevo.

      Excluir
  4. "Estive envolvido com atividades jornalísticas por 17 anos"

    Que pena. Isso que dá não ter feito curso universitário de verdade.

    ResponderExcluir
  5. Tem gente mais qualificada que você tentando me desqualificar. Seu anonimato só provoca risos e revela o quanto seu caráter é insuficiente para questionar quem quer que seja.

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.