Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

FATEC Araçatuba: Conforme havia prometido, minha posição sobre o caso

FATEC de Araçatuba - Um Asno
Peço desculpas mais uma vez aos leitores por não ter escrito ontem sobre a FATEC, como havia informado na semana passada. Ainda estou em processo de recuperação e meu dia foi um pouco intenso ontem. Conforme eu havia prometido, procurei a direção da FATEC de Araçatuba ontem de manhã para me informar sobre a mensagem que foi encaminhada a mim por um aluno, cujo conteúdo mencionaria irregularidades naquela instituição. Conversei longamente com a diretora Dra. Daniela Russo Leite e após, com Ronnie Rilo sobre vários aspectos da mensagem, bem como sobre os fatos declarados nela. Também tive acesso a demais informações de cunho administrativo acerca das condições de trabalho, funcionamento dos cursos e eventuais circunstâncias durante o período em que estive afastado e que também causaram insatisfação a alunos  e professores. Tive a curiosidade de ir um pouco além conversando com um dos ex-funcionários que me solicitou a preservação de seu nome (omito também o gênero, mas atualmente tem um emprego, cujo salário é mais do que o dobro do que recebia na instituição, verdadeira razão de ter se demitido).

Enfim, com base no levantamento que fiz, tenho conhecimento da maior parte das respostas às 47 perguntas formuladas pelo Sr. João Carlos Rodrigues e não afirmo que ele não possa ter razão quanto a alguns pontos (à propósito, eu vi as perguntas no perfil da FATEC, não fucei em perfil de ninguém!). Contudo, neste caso, adotarei uma postura diferente. É do meu ponto de vista que quaisquer cidadãos têm o direito a ampla defesa e também o de denunciar o que quer que considerem irregular. Apenas uma ressalva e isso, amparado pela redação da lei, que isso se faça na devida "arena" competente, ou seja, na esfera jurídica. Mobilização em redes sociais é muito bom para promover encontros de "zumbis", jamais para se fazer justiça. Recomendo aos alunos que tenham, por uma razão ou outra, "broncas" com a FATEC que promovam um conselho e que formalizem as reivindicações direcionando a órgãos competentes, inclusive a própria direção da entidade. Ao Sr. Rodrigues que, no seu direito, formalize suas acusações e as apresente ao Ministério Público devidamente qualificado, ou ainda, que manifeste sua questão ao Ministério do Trabalho.

Ainda sobre a manifestação aos órgãos competentes, devo acrescentar que a Ouvidoria da FATEC, como qualquer agente facilitador nas relações entre usuário e órgãos, recebe as manifestações e regimentalmente notifica a parte citada para que a mesma, dentro de um prazo legal, explique, justifique ou desqualifique a referida manifestação. Havendo deferimento das manifestações, abre-se sindicância e medidas punitivas são tomadas, em caso contrário, arquiva-se! Isso é o mesmo que ocorre quando nos manifestamos ao Ministério Público. Quando informado (e isso nunca se dará através do Facebook), o promotor notifica o citado e lhe confere prazo legal. Havendo indeferimento da defesa o promotor abre um inquérito, e o processo começa a seguir os trâmites judiciais. Este método é muito mais eficaz e menos daninho do que a exagerada exposição nas redes sociais.

Recomendaria ainda (mas isso sei que não acontecerá) que a rede Facebook volte a ser usada como forma de interação social de maneira que realmente "promova a aproximação das pessoas" com responsabilidade. Os alunos estão causando um dano maior a si mesmos transferindo uma imagem corroída da instituição que os está preparando ou preparou para o mercado que ainda vão disputar. Isso tem consequências no nosso currículo, não no do corpo docente.

A diretoria da FATEC colocou-se à disposição para atender a qualquer dúvida sobre o caso. Eu, por minha vez, espero que o caso saia do campo virtual e siga o rumo sério da justiça. Espero não ter de voltar a escrever sobre o fato.

9 comentários:

  1. O fato de ter levado este problema para as redes sociais em minha opinião foi um erro, se ha. uma acusação e provas dela o problema deveria ter sido tratado com mais seriedade e conforme a lei.

    ResponderExcluir
  2. Eu também acho que se isso ficar sendo remoído aqui e apenas no Facebook ou em qualquer outra rede social que têm o seu fundamento maior em "promover a aproximação das pessoas", não vamos chegar a lugar algum e os maiores prejudicados com a mancha que isso pode deixar somos nós alunos. Tenho orgulho de fazer Fatec. Se tudo isso levantado pode ser provado, então vá ao Ministério Público e formalize a denuncia e que a justiça se encarregue de apurar as devidas irregularidades.

    ResponderExcluir
  3. Meu caro amigo, Você deveria conhecer como funciona a Ouvidoria do Centro Paula Souza: nunca há investigação idônea, simplesmemte eles retransmitem as denúncias para a direção, seja FATEC OU ETEC.
    Existe uma diferença de entendimento e comportamento entre a OUVIDORIA da Secretaria de Desenvolvimento e a do Centro Paula Souza:
    a 1ª não concorda em repassar as denúncias ao denunciado, mesmo quando sejam anônimas POR UMA QUESTÃO ÉTICA!.....mas segunda sempre o fez e continua fazendo...portanto, a OUVIDORIA DE LÁ NÃO É INDEPENDENTE, pelo nunca foi e sei bem por que tive problemas anteriores e recori ao Governador e ao Ministério Público, mas foram outros casos, diferentes deste.

    ResponderExcluir
  4. Acusações e provas existiam... faltavam as testemunhas pararem de ser intimidadas e criarem coragem, o que aconteceu, e isso que conseguiram com a rede que aproximaram pessoas que podiam falar....

    ResponderExcluir
  5. Se o Jão tinha alguma razão nisso ele ja perdeu ela, ele tinha que ter agido de acordo com a lei, nao ter feito esta baderna toda. Se ele diz ter provas mesmo poque ele ja nao entrou direto na justiça para que isso fosse resolvido, fazer baderna em facebook e da forma que foi feita só fez ele perder a razão e isto se ele nao levar um processo..

    ResponderExcluir
  6. Justiça do Brasil existe? O João não fez nada de mais apenas fez questões que não podem ser respondidas. Pq não passam de verdades, e bronca da faculdade infelizmente não apenas "DÓ"por ser uma faculdade publica que teria tudo para ser uma das melhores do país quando na verdade não passa de vergonha, tenho dó de quem defende ainda essa direção pois somos nós que pagamos os salários dos funcionarios e eles ainda não são competente o bastante para cuidar do que é nosso!
    E outra agimos de acordo com a lei quando fizemos denuncias na ouvidoria nem respostas tivemos sobre o caso deram a minimaaa para o que acontecia e sozinho no Brasil nada vai para frente temos sim que se organizar e cobrar pelos nossos direitos que não são respeitados. Não digo fazer "ZONA" apenas agir com dialogo e cobrar o q é justo

    ResponderExcluir
  7. Prezado(a) colega. Quando eu disse...
    "Eu também acho que se isso ficar sendo remoído aqui e apenas no Facebook ou em qualquer outra rede social que têm o seu fundamento maior em "promover a aproximação das pessoas", não vamos chegar a lugar algum e os maiores prejudicados com a mancha que isso pode deixar somos nós alunos. Tenho orgulho de fazer Fatec. Se tudo isso levantado pode ser provado, então vá ao Ministério Público e formalize a denuncia e que a justiça se encarregue de apurar as devidas irregularidades."

    ... não estou defendendo diretoria da Fatec Araçatuba. Muito pelo contrário. Já que a ouvidoria não resolve, vá à Justiça.

    ResponderExcluir
  8. Quanto às questões levantadas pelo Sr. João Carlos Rodrigues e a Reunião marcada para hoje, Às 20 hs na Secretaria de Cultura que foi gentilmente cedida pelo Secretário Sr. Hélio Consolaro.:

    1) O Sr. João Carlos Rodrigues NÃO compareceu, deixando os alunos presentes interpretando sua ATITUDE como IRRESPONSÁVEL, pois lá era um local adequado para FRENTE A FRENTE com os alunos demonstrar SUA CORAGEM E ÉTICA e apresentar as PROVAS QUE ELE TANTO ALARDEOU AQUI NESTA REDE SOCIAL;
    2) Sendo assim, embora a baixa assistência do número de alunos presentes, os que foram resolveram CONSTITUIR UMA ATA QUE VAI SER DIVULGADA AQUI e também no Grupo que se formou por conta de suas pretensas denúncias, aonde dois alunos irão procurar a Diretora da FATEC, Sra. Daniela PARA TRATAR DE TEMAS QUE REALMENTE INTERESSAM AOS ALUNOS E À FATEC.
    3) Eu pessoalmente, CONSIDERO O SEU NÃO COMPARECIMENTO UMA FALTA DE RESPEITO COMO TODOS OS ENVOLVIDOS E SOBRETUDOS AOS ALUNOS que sempre o trataram de forma cordial e deram crédito a sua pessoa.
    4) A partir de hoje RECOMENDO O FECHAMENTO DO GRUPO INTITULADO "DENÚNCIA FATEC" E SUGIRO QUE SE CRIE OUTRO DE NOME: "COERÊNCIA E RESPONSABILIDADE."

    ResponderExcluir
  9. Falar, até papagaio fala!!!!
    Não sei não, acho que tem mais gente por trás destas denúncias... O rapaz serviu de bode expiatório!!
    Só achismo...

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.