Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Comento a nota da Central Única dos Trabalhadores sobre o julgamento do Mensalão

Central Única dos Trabalhadores - Um Asno
A CUT (Central Única dos Trabalhadores) emitiu, ontem, uma nota de repúdio ao judiciário. Leiam abaixo, comento em seguida:
"A Executiva Nacional da CUT, reunida em São Paulo com representantes das CUT’s Estaduais das 27 unidades da Federação, repudia o comportamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que se colocou a serviço dos conservadores, da imprensa neoliberal e de todos que querem criminalizar os movimentos sociais e seus representantes no parlamento, usando, inclusive, o processo eleitoral a serviço dos reacionários.A CUT, que sempre defendeu e sempre defenderá o combate à corrupção e aos corruptores, não admite, no entanto, que os juízes julguem por “inferência”, pela intenção premeditada. Exigimos que todos os brasileiros sejam julgados e condenados a partir de provas concretas e que a lei tenha o mesmo rigor independentemente de partido, ideias ou concepções políticas. Ou seja, que o comportamento recente do STF não abra caminho para a “flexibilização” da lei brasileira, conforme conveniências políticas.Para que tenhamos um Brasil mais democrático, mais honesto, mais inclusivo e competitivo internacionalmente, defendemos que seja feita uma ampla reforma do Sistema Judiciário Brasileiro, para que as regras legais sejam adequadas à realidade, diminuindo as subjetividades e aumentando a transparência e controle social na gestão, evitando manipulações e casuísmos na Justiça.Reiteramos a importância de realizarmos a reforma política, com financiamento público de campanhas. Democracia se conquista praticando e quem deve governar são os eleitos pelo povo.A CUT é solidária com LULA e com o Partido dos Trabalhadores, responsáveis pelas profundas transformações recentes no País.Como sempre, a CUT vai defender o legado de transformações sociais que conquistamos nos últimos anos, debatendo este tema em todo o Brasil e nas instâncias internacionais.São Paulo, 10 de Outubro de 2012.CUT – Central Única dos Trabalhadores".
Minha Vez...
Já escrevi aqui o que penso a respeito dessa gente burguesa do capital alheio que se diz defensora dos interesses dos trabalhadores, mas a nota acima merece, no mínimo, um parecer deste trabalhador. Primeiro, é leviana a acusação de que o "comportamento" do Supremo esteja sendo tendencioso ou que esteja julgando a serviço de conservadores e de uma chamada "imprensa neoliberal". Ao meu ver, parece que quem redigiu a nota nem sabe do que está falando. Aliás, ultimamente, a "imprensa neoliberal", ultimamente  está dando muita bola para o candidato do PT, Fernando Haddad. De novo, não há nenhuma novidade na forma como o Supremo está julgando, basta para isso, que se assistam os vídeos disponíveis no canal da TV Justiça no Youtube, especialmente os votos de Celso de Mello e Luiz Fux. Toda argumentação é solidamente amparada na letra da lei exclusivamente, sem nenhuma mística em sua interpretação. Apenas Lewandowski e Dias Tóffoli parecem "estar confusos" com o texto claro como a luz do Sol. Aliás, isso nunca foi surpresa para este blog e até já havia antecipado como seriam seus votos... A lei não está sendo flexibilizada, enfim, o que está ocorrendo é que ela está sendo aplicada em seu inteiro teor, como em processos anteriores no mesmo STF. Apenas não tínhamos ainda a representação de um processo com tamanho número de réus!

Se não estivéssemos vivendo em uma democracia consolidada a CUT jamais poderia redigir um texto com tamanho desaforo a um Judiciário legítimo e que está cumprindo corretamente com suas prerrogativas. Agora vem o "golpe". O que eles pregam, óbvio, é uma reforma política com financiamento público de campanhas (leia-se assalto ao bolso do contribuinte). A proposta deles que já está em curso prega a divisão dos recursos conforme representatividade nas bancadas. Olha que fofo... o partido que eles defendem e seus aliados detém 80% das bancadas!!

Lula não estava na mira e se tivesse cumprido aquilo que disse quando provocou Fernando Henrique dizendo que o ensinaria como ser um ex-presidente dedicando-se ao ócio e não se embrenhando nos assuntos do poder. Cada ato de desespero das pessoas que tentam blindar Lula, sem que ele tenha sequer sido citado no julgamento, com a argumentação de que estão protegendo o seu governo dos ataques desmoralizantes impostos por uma "direita"  reacionária, acaba envolvendo ainda mais o seu nome com o escândalo. À propósito, gostaria que alguém da "esquerda progressista" me desse uma boa definição do que eles julgam uma "direita reacionária". Seria, por acaso, a direita de José Sarney e Roseana Saney? Senão essa, seria, ainda, a direita de Paulo Maluf? Se não for nenhum desses nomes, poderia ser, ainda, a de Fernando Collor de Mello? Estou confuso, pois, em meus tempos com o Partido dos Trabalhadores, estes nomes eram os maiores expoentes daquilo que desprezávamos e hoje são seus maiores aliados. 

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.