Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Eu aceito o desafio do Pastor Silas Malafaia

Sabe que eu até gosto de algumas coisas que ele diz... Se bem que combinam mais com um ativista político do que com um representante de Deus! O homem tem muitos fãs e corro o risco de ser escrachado sem direito a fiança, mas não custa recorrer ao bom senso. Dias depois de ter transmitido em seu programa a segunda parte da mensagem que desafiaria seus críticos, o pastor Silas Malafaia escreveu um artigo no site Verdade Gospel dizendo que ninguém conseguiu provar que ele está errado ao pregar sobre prosperidade financeira. Primeiro vamos a algumas peças que vagam nos blogs evangélicos, do próprio Malafaia e do site Aspecto Gospel:
"Sobre os blogueiros que aceitaram o desafio ele diz que são invejosos que usam a internet para caluniar e difamar aqueles que conquistam espaços e ainda os classificou de 'ilustres desconhecidos'. 'São pessoas frustradas, recalcadas, invejosas, onde o sucesso dos outros incomoda muito mais do que seu fracasso ou mediocridade', completa o pastor. Para ele o interesse de quem tentou mostrar que suas pregações são incoerentes são pessoas sem 'nenhuma notabilidade' que tem como objetivo 'crescer a custa da história dos outros'.
Malafaia ainda usa o espaço para reafirmar o desafio. 'Continuo desafiando quem vai me contraditar na palavra de Deus! Se você não acredita em prosperidade é problema seu. Em síntese, prosperidade é obedecer as leis de Deus'.
Muitos escritores cristãos usam a internet para pregar contra pastores, que assim como Malafaia, falam de bênçãos materiais em suas pregações e estimulam a doação de ofertas para alcançá-las. Para tentar provar para essas pessoas que ele não está errado, o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo desafiou os blogueiros a provarem que há incoerência bíblica em suas pregações".
“Os desafiei a contraditar na Bíblia, e até agora não apareceu um, a não ser bravatas, calúnias, argumentações filosóficas, e pasmem: montagem de vídeos com minhas falas, se utilizando de parte de mensagem, igualzinho aos ímpios inescrupulosos fazem quando querem difamar alguém”, disse.
"Quem critica não faz nada. Você conhece alguma coisa que algum crítico construiu? Crítico é um recalcado que tem sucesso da obra alheia”, finalizou.
“Filho, instrumento de satanás para perturbar a fé e a igreja. Te cuida malandro. Te cuida meu chapa, porque Deus é juiz”.
Primeiro vamos aquela passagem em 1 Pedro 3.15: "Antes santificai a Cristo, como Senhor, em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”, que os próprios pastores o lembraram e a que Malafaia responde - Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta”.
Novamente os pastores o recordam quanto ao que vem em 2 Timóteo 2.24,25 onde está escrito: “E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; instruindo com mansidão os que resistem”.

"O próprio Silas Malafaia, durante muitos anos, foi um ferrenho oponente da teologia da prosperidade. Há, inclusive, vídeos no YouTube que apresentam sua verberação contra essa heresia. Mas ele não entregou a sua credencial de pastor nem voltou a ser membro para aprender. Pelo que tudo indica, a sua mudança de crítico da aludida heresia para propagador dela ocorreu por influência do telemilionário Murdock e outros.

O reverendo Caio Fábio concedeu uma entrevista ao blogueiro Danilo Fernandes, do blog Genizah Virtual e falou sobre temas que envolvem o presente e o passado da igreja evangélica brasileira.
Falando sobre Silas Malafaia, o reverendo Caio Fábio afirma que o pastor líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo é um “menino” e conta que viu o surgimento e crescimento dele, e também acusa o pastor de ter recebido dinheiro de Edir Macedo durante um tempo:
“Silas é ‘H’, é garganta. Bota o Silas sentado aqui comigo e vê como ele não vira um garotinho bonitinho, legalzinho, quietinho, educadinho, todo fofinho. Ele tira essa onda toda lá, aqui comigo, é outra história. O Silas sabe que não aguenta uma olhada dentro dos meus olhos. E tem mais: me respeita mais do que se sonha que ele me respeita. Ele sabe que aqui não tem brincadeira de Deus, e ele sabe de uma outra coisa também: tudo que eu digo a respeito dele tem a ver com a traição que ele faz ao evangelho, com a venalidade que ele praticou a vida inteira, vendendo a alma em qualquer direção, e vinha me pedir perdão, como no tempo que o Macedo pagou a ele durante anos US$ 40 mil por mês. Ele sabe, o Jabes Alencar sabe, o Macedo sabe, todo mundo sabia”.
Caio Fábio afirma ainda que hoje não se faz 10% do trabalho social que era feito antes do surgimento da Teologia da Prosperidade: “Quem é que vai fazer obra social quando o negócio da Teologia da Prosperidade é que cresçam os miseráveis? Porque a Teologia da Prosperidade vive do paradoxo de que quanto mais miseráveis, ignorantes, deseducados, analfabetos, carentes, existam no país, melhor para o negócio dela, porque ela vende magia, feitiço”.
Caio discorre sobre o surgimento da vertente ligada à Teologia da Prosperidade e remete ao bispo Robert Mcallister, que organizou cruzadas por todo o Brasil, adaptando a mensagem de prosperidade, pregada nos Estados Unidos, à cena social e cultural brasileira. E afirma que Edir Macedo resolveu fundar a Igreja Universal depois de aprender com Mcallister a estratégia de reunir todas as vertentes do movimento evangélico pentecostal.
(...)

Minha Vez...
Obviamente não sou evangélico e deveria passar longe desse tipo de discussão, mas, com minha imparcialidade sobre o tema, posso, a luz da palavra que Malafaia cita, contraditá-lo e ir além: desafio-o a orientar seus seguidores a permanecerem por um ano inteiro reservando os valores que seriam remetidos a igreja em uma poupança própria mantendo a mesma convicção da prosperidade para aferir, ao final do período, como prosperaram realmente.

Malafaia, que disse aos seus seguidores que pagou uma bagatela por seu jatinho de 12 milhões de dólares, se apega a um trecho onde Paulo (Saulo de Tarso) prega o princípio da generosidade em 2 Cor 9.1-15. O Pastor Abner Ferreira nos esclarece algumas coisas nos remetendo ao contexto da época:

"No governo do imperador romano Cláudio, houve um período de grande fome, o que motivou Paulo a recolher uma “oferta especial” aos cristãos necessitados da Judéia. Nesse tempo, os judeus que moravam em Roma foram expulsos (At 18.2), e uma pobreza assoladora atingiu os cristãos daquela região. Além da assistência material aos pobres, Paulo tinha outra bênção em mente. Desejava que essa oferta fortalecesse a unidade da Igreja pela partilha de recursos dos gentios com as congregações de judeus do outro lado do mar. Para o apóstolo, os gentios eram “devedores” dos judeus (Rm 15.25-28). O apóstolo Paulo, ao ser enviado aos gentios, assumiu o compromisso de não se esquecer dos pobres, o que efetivamente esforçou-se por cumprir (Gl 2.9,10). Durante suas viagens missionárias nas províncias da Macedônia, Acaia e Ásia Menor, Paulo esforçou-se para levantar uma oferta especial destinada aos pobres da Judéia (I Co 16.1-4; II Co 8.1-24; II Co 9.1-15). Paulo não só levantou esta oferta entre as igrejas gentílicas, mas a entregou com fidelidade (At 24.16-18).
(...)
O apóstolo ensinou à igreja que contribuir é um ato de graça. Ele usou nove palavras diferentes para referir-se a oferta, mas a que emprega com mais freqüência é graça. (...)

A alma generosa engordará (Pv 11.25). A graça nos evangelhos jamais era mencionada como um favor monetário oferecido por Deus em troca da sua generosidade. Paulo, sabiamente, recorreu ao antigo testamento para reavivar nos cristãos a sabedoria por traz da gratidão. Em instante algum as ofertas serviram a igreja, e sim, para os que estavam em miséria profunda! E mais... para Paulo, era justo que os que tinham pouco (mas eram gentios) dessem até o que lhes era escasso para os cristãos da Judéia.


“Pedindo-nos, com muitos rogos, a graça de participarem da assistência aos santos”. Paulo usa, nesse versículo três palavras magníficas: charis (graça), koinonia (participarem) e diakonia (assistência). A contribuição financeira passou a ser entendida como um ministério cristão. Digno de nota, é que os macedônios não contribuíram em resposta aos apelos humanos, mas como resultado da graça de Deus concedida a eles. Não foi iniciativa de Paulo pedir dinheiro aos macedônios para os pobres da Judéia, foi iniciativa dos macedônios oferecerem dinheiro a Paulo para assistir os santos da Judéia. Os cristãos macedônios seguiam as palavras de Jesus: “Mais bem aventurado é dar que receber” (At 20.35).


Infelizmente, por desprezarem o contexto, muitas igrejas têm se transformado num mercado, o púlpito num balcão, o evangelho num produto e os crentes em consumidores. Já há quem diga: “pequenas igrejas, grandes negócios”. Muitas igrejas evangelizam para ganhar dinheiro, em vez de usarem o dinheiro para evangelizar.


Se fossem os preceitos difundidos por Jesus, em primeiro lugar, a contribuição deveria ser motivada pelo amor ao próximo. Foi por isso que Paulo disse que poderíamos dar todos os nossos bens aos pobres, mas se isso não fosse feito [motivado] pelo amor, não teria nenhum valor (I Co 13.1) (vejam que o próprio Paulo restringe a oferta ao amor, jamais como moeda de troca por bênçãos). A graça prometida por Paulo estava mais para a satisfação espiritual (mais próximo do nosso entendimento) do que um retorno de realizações como erroneamente se crê nos dias atuais.


Além do mais, prosperitas (prosperitate), é um termo latino (romano). o judeu queria se referir a algo mais sutil do que a abundância material. Referia-se, naquele contexto, a um estado virtuoso, ditoso, feliz (mas de graça espiritual, não financeiro). As escrituras sempre celebravam algo mais sublime do que o mundano.


Jatos de milhões, carros importados, mansões faustuosas, fazendas, entre outras posses dos modernos sacerdotes poderiam, há muito, saciar a fome de milhões, abrigar milhares de famílias e vestir muitos desamparados. Já tratei neste blog sobre a questão do dízimo e das ofertas com linhas amparadas pelas próprias escrituras e que contradizem as atitudes de pastores como Malafaia, Valdemiro, Macedo e tantos outros que abusam da preguiça humana que nos impede de simplesmente consultar suas fragmentadas afirmações em nome de Jesus, o Cristo.


Não faltam testemunhos de pessoas, bem intencionadas, que foram "abençoadas" por que tiveram a atitude de doar às igrejas, o que falta (e nunca é mostrado) são as numerosas fileiras de pessoas que acabaram em desgraça por essa atitude. É fato comprovado que a convicção por uma realização (ainda que sem uma barganha) é tão possível quanto a permutada nos púlpitos com doações, ofertas, propósitos, etc.


Malafaia tem um discurso ímpar e debocha da inteligência de seus seguidores quando afirma que sua fortuna advém da venda de seus muitos livros, CDs e DVDs. Bom... ele teria de ser mais lido do que a autora de Harry Potter, mais ouvido do que Michael Jackson e mais assistido do que Two and a half men.


Haverá um dia, e isso não é profecia, em que as palavras serão plenamente compreendidas e esses homens conhecerão as entranhas de sua própria teologia. Todos construímos nossa própria Torre de Babel.

37 comentários:

  1. Olá Nilson,

    Achei engraçado o nome do seu blog, assim como interessante em artigo em tela.

    Você diz não ser evangélico, porém eu, além de evangélico sou pastor. Em que pese entender ser compreensivelmente bíblicos, tanto o dízimo quanto as ofertas, tenho que admitir os exageros cometidos por certos "pastores" quanto a esse tema.

    Pelo que conheço, o pastor Silas Malafaia tem um bom berço ministerial, de forma que não teria motivos para defender a tal Teologia da Prosperidade, mas já que decidiu por assim fazer, é natural que arque com as consequências do contraditório, ainda mais quando ele mesmo chama todos para o desafio. rsrs

    Postei em meu singelo blog uma chamada para o seu artigo aqui.

    Pelo que notei aqui, você conhece a Palavra de Deus, portanto, medite e creia nela, independente das distorções oriundas das divergências humanas.

    Jesus te ama!

    Pr. Carlos Roberto Silva
    www.pointrhema.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Pastor: Carlos Roberto é evidente que os senhores são defensores ferrenho do dízimos e das ofertas afinal das contas vivem disso, e depois essas estruturas mundanas montadas pelas as igrejas são caras e isso nada tem a ver com a verdade das escrituras. Tu fala de crê nas escrituras se vocês próprios distorcem a mesma ensinando heresias, Malaquias: 2. 1 diz, E agora, este mandamento é para vós, ó sacerdotes. No entanto as igrejas ensinam a pagar o dízimos usando Malaquias 3: 8-10, sendo esse mandamento foi para os sacerdotes que estava roubando os dízimos e as ofertas alçadas, note no versículo 9 que eles (os sacerdotes), estava roubando toda a nação e as Igrejas ainda vai mais longe nas heresias, ensinam que o devorador do versículo 11 é o diabo, quanto engano em Pastor??!! Por ventura já ouviu falar da locusta Pastor. Pastor não é nada pessoal mas se vocês não se arrependerem e ensinar a verdade correrá grande risco de ser incluídos no grupo de Mateus 7:21-23

      Excluir
  2. Para um não evangéli vc está dando de dez nos que eu conheço. E ainda por cima é melhor de Biblia do que o MALA. Ótimo.

    Joelson

    ResponderExcluir
  3. Meu eterno carinho aos pastores sérios que dedicam suas vidas ao evangelho e honradamente apascentam suas ovelhas. Melhor do que eu, é o próprio evangelho que lhes presta homenagem:
    "Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas. Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido." (João 10.11-14)

    ResponderExcluir
  4. Missionária Arlete17 junho, 2012 12:07

    Olá!
    O que você pode não ter percebido ainda é que, ao confrontar o tipo de assunto abordado aqui,você se baseia não só na própria opinião, mas na Palavra de Deus.Percebe que isso não é por acaso??? Deus tem lhe dado entendimento e espera que se volte inteiramente para Ele. Jesus te ama! Acredite, aceite-O como o seu único e suficiente Salvador e o Espírito Santo lhe dará um claro entendimento da Sua Palavra!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia meu nome é alisson sou de fortaleza ceará sou evangélico e digo com toda a sinceridade possível que muitos ditos pastores que aparecem na telinha não tem o conhecimento que o senhor tem a respeito da palra de Deus, a respeito do caro pastor citado, aqui em fortaleza ele deseja abrir uma igreja para comporta 20mil membros, si nós observamos o tal pastor não estar preocupado em abrir igrejas em lugares pobres como no interior do meu ceará i sim na capital onde as pessoas têm como comtribuir . Uma pergunta posso indicar seu blog para visita em meu tuite? Espero resposta obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Com certeza Alisson! Você pode me passar o teu?

    ResponderExcluir
  7. Saudações fraternais caro escritor,

    Parabéns pelo artigo e pelo equilíbrio nas colocações.

    É certo que o mundo gospel (evangelho) tem despertado muitas opiniões e indignações de não-evangélicos, como o seu caso.

    Lembre-se, todavia, que todas as religiões têm incontáveis e indecifráveis polêmicas, que nunca terão uniformidade. Basta ver tudo o que existe por traz da mais antiga denominação cristã, o catolicismo. A história prova que não há maneiras de se unir as pessoas em torno de uma só religião (pelo menos por enquanto, até o anticristo, mas aí será outra situação).

    Silas Malafaia representa uma religião, não o próprio Senhor Jesus. Assim é o Papa, Macedo e Valdomiro. Eles fizeram sucesso e por isso estão aqui, no alvo de nossos comentários. Mas quantos existem que são mais polêmicos que eles?

    Não sei até que ponto há positividade em se posicionar contra ou a favor de uma ou de outra maneira de se tentar ligar (religar) a Deus.

    Acredito que Pr. Silas e todos os membros da Vitória em Cristo acreditam que estão fazendo o que acham ser o certo, segundo sua ótica teológica. Psicologicamente, isso é o que importa para Deus.

    Não sou adepto ou simpático a doutrina implantada pelo Pr. Silas, mas cada um quer receber o respeito que deseja para si. Tem gente que adota o ateísmo e o materialismo como filosofia de vida. Como congregar tão antagônicos posições? Impossível.

    O mais importante, é cada um investigar a verdade que há nas Escrituras. Por isso, investigue você também.

    Também não preciso profetizar para lhe dizer que você se surpreenderá com as entranhas da Bíblia Sagrada caso não entenda esse princípio, bem como com os princípios do Reino de Deus.

    Vamos todos deixar de lado o senso puramente crítico e mergulhar de cabeça nos ensinamentos que são o foco de todo o cristianismo.

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente existem muitos pastores ensinando que pobreza material é sinônimo de ausência da Graça de Deus. O que não é verdade. Pois, existiram. existe e sempre existirá pessoas desprovidas de riquezas materiais, mas abundantes de riquezas espirituais (a verdadeira prosperidade) . Certa vez O Senhor Jesus disse aos discípulos: "os pobres sempre estarão convosco (existirão)". Os pobres, Ele referiu aos desprovidos de riquezas materiais. (é só ler o texto ). Eu vejo nos nossos dias pastores pregando a teologia da prosperidade, desafiando e convencendo os incautos e indoutos, usando a Palavra de Deus e depois saqueando o próprio povo, pedindo incansavelmente ajuda financeira para custear o programa seja ele de rádio ou televisão. Desafio este, que vejo mais como jogatina, é como se fosse fosse mesmo, jogos de azar. "você quer ser abençoado. Então contribua com tanto reais!!". A contribuição é bíblica, a oferta, o dízimo, são bíblicos. Mas não podemos usar a Palavra de Deus e dizer para as pessoas: "Você está nesta situação de pobreza porque você não contribui!" - Quer prosperar? Então seja nosso patrocinador! - Seja nosso parceiro! Em outras palavras: Faça sua aposta! Certa ocasião, no templo, Jesus observou uma viúva que contribuiu assim como os demais ali o fizeram, mas ela contribuiu apenas com uma moeda, e era tudo o que ela tinha, ela era pobre mas contribuiu, e o Senhor fez referência sobre ela dizendo que ela foi a que mais contribuiu naquele dia . Os demais contribuíram uns com pouco outros com muito dinheiro, mas entendo que eles queriam ser vistos pelo tamanho da contribuição, outros queriam o retorno (jogatina, barganha), e Deus não se agrada disso. É. Infelizmente, está acontecendo uma distorção nas pregações de muitos hoje em dia. Precisamos tomar muito cuidado com tudo isso.
    Atenção dobrada com aqueles que chamam para o desafio.
    O Senhor Jesus nunca desafiou ninguém no seu Ministério Terreno. E Ele era o dono da verdade, era e é a própria Verdade.
    Abramos bem os nossos olhos!
    Graça e Paz abundante a todos!

    ResponderExcluir
  9. Ao caríssimo Pr. Luciano. Para pastores solidamente ancorados na palavra nada terão por temer "contra eles", mesmo que a crítica provenha de "ímpios e não-salvos" como mencionado em seu comentário. Agradeço a todos que souberam mostrar as qualidades da grande nação evangélica séria de meu país.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia meu amigo.

    Por enquanto você ainda não é pastor pois senão teria que "devolver a credencial e entregar o cargo" visto que a mensagem que você pregou aqui em seu blog vai contra o que o pr. Silas, infelizmente, defende.

    Fico feliz por ver que Deus usa quem quer na hora que quer e quando Ele quer para repreender aqueles que pensam que são!

    Um abraço e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  11. Respostas
    1. Forte é o seu Babaca.... (Desculpe Nilson, não resisti ;) é o Dil...

      Excluir
    2. Fraco são cada um de vocês. .. pastores safados e que não têm coragem de acordar cedo para ttabalhar, mas querem desfrutar de salários dignoa de executivos para não fazer nada... Tome vergonha senhor "Pastor"... vai trabalhar!

      Excluir
  12. meu prezado parabens pela matéria, e pelos demais comentarios ja deu para notar que atingiu o x da questao, embora aconteça todo essa mercantilizaçao do Evangelho, ele continua puro, e ainda é e continuará sendoo poder de Deus pra salvação de todo aquele que crê, fico feliz pois a través desta materia descobri o seu blog, que por sinal é muito atualizado,vou começar a segui-lo e tambem fazer ref em meu blog, grande abraço Wilmar

    ResponderExcluir
  13. Muito Bom o artigo

    ResponderExcluir
  14. Tem cego em todo canto meu caro Asno, principalmente de paletó, gravata e berrando em microfone no ouvido de incauto. Malafaia não representa os evangélicos, pois quem conhece um pouco de história da Igreja e Teologia Sistemática vê que que o que esse homem ensina não tem nada a ver com o protestantismo. Mas, em terra de cegos quem tem olho de vidro é rei.

    ResponderExcluir
  15. Estranho meu comentário não ter entrado. Paz!

    ResponderExcluir
  16. Parabéns amigo Asno, seu artigo é inteligente e ao mesmo tempo simples de entender. Pena que o Pr. Silas tenha enveredado pelo ilusório caminho da falsa prosperidade. Não são pouso os pastores que combatem tal heresia, principalmente por meio da internet, isso, sem dúvidas, tem incomodado Malafaia, se não fosse assim, ele não estaria falando tanto a respeito. Pretendo continuar escrevendo contra a teologia mercantilista (prosperidade), acho danosa e cheia de veneno essa mensagem que coloca mamom (o deus do dinheiro) em cima dos púlpitos das igrejas. E, para corroborar com sua mensagem, quero em primeiro lugar dizer que diferente do que falou Malafaia a nosso respeito, eu não acho que o Silas seja um idiota, de maneira nenhuma, pra mim ele é um cara “ESPERTO” Por que não dizer um esperto grande (espertalhão) afinal ele tem induzido muitos incautos irmãos a ofertarem para o seu ministério de maneira cega. Pois bem, ele diz que a prosperidade que apregoa é bíblica e que ninguém pode refutá-lo, ao mesmo tempo confessa que mudou de mensagem em relação ao que pregava no passado e para justificar essa mudança ele compara seu modo de pensar com a nossa aparência física que ao longo dos anos é mudada. (Programa exibido no último sábado na Band). Bem, posso dizer que a denominação a que pertenço também mudou em muitos aspectos, dos quais destaco os costumes e a relação com a política, mas, quanto a pureza da doutrina, continua inalterável. Enquanto que o senhor Malafaia já não pode dizer o mesmo, como ele mesmo afirmou.

    Esse cidadão, que outrora eu admirava no aspecto doutrinário, hoje já não postula mais a imagem de um verdadeiro evangelista. A meu ver, isso se deu por influência de tele evangelistas americanos tais como Myke Murdok e Morris Cerrulo, sem contar o Benny Him. Contemporâneos de Silas. Talvez, por viajar muito para o exterior e ver os bens que esses homens conseguiram através dessa satânica teologia, ele deve ter sido seduzido e findou cedendo a tentação do TER em ver do SER.

    ResponderExcluir
  17. Ficou claro isso aos olhos de todos os evangélicos do Brasil quando o pastor Silas levou dois dos supramencionados nomes e os apresentou como PROFETAS, o que demonstrou um total despreparo teológico do irmão Malafaia, pois o tempo dos MEDIADORES, Videntes (Profetas) foi até JOÃO como disse JESUS “A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele.” Lc. 16.16.

    De forma descarada Murdok e Morris trouxeram a público pseudas revelações associadas a mumerologia muma espécie de cabalismo para fazer as pessoas acreditarem que por meio da oferta iriam alcançar bençãos materiais e se livrarem, segundo Morris, de uma CRISE FINANCEIRA que alcançaria o nosso País. Tudo isso com a confirmação do Malafaia. Quer dizer, só seriam abençõados os que tivessem em mãos ou obtivessem através de empréstimos e similares a quantia de R$ 900,00 para enviar ao Malafaia. Em outra oportunidade Murdok fez ligação de sementes com a oferta de R$ 1.000,00 que deveriam ser enviadas ao programa do Silas. O que é uma das piores aberrações que a nação evangélica ja assistiu. Ainda tem quem defenda esse cidadão no tocante a esse assunto. O Murdok falando que DECRETA como se fosse o Rei, com a concordância do Silas. E diante disso, o Malafaia ainda quer desafiar os contrários a ele e a esses vendilhões do Templo que levou para TV brasileira com intuíto de arrecadar dinheiro para o seu ministério.

    Não tenho por intenção dar resposta ao Malafaia sobre o desafio por ele lançado, pois não há muito a acrescentar de tudo que já foi exaustivamente mostrado por meio de videos e de mensagens veiculadas nos sites e Blogs. Sei que ele está trilhando um caminho obscuro e sem volta, pregando o evangelho da popularidade, sei também que a arrogancia que se apossou dele não lhe permite ouvir ninguém, pois sua gorda conta bancária deve estar falando mais alto. A cegueira tomou conta desse rapaz, afinal ele está enchendo os auditórios, o que lhe dá a sensaçao de que Deus está com ele. Esquece que Edir Macedo, RR Soares, Valdomiro e CIA, também fazem isso e financeiramente parecem estar até melhor do que ele. Numa visão geral, observo que Malafaia descobriu que há uma parcela dos evangélicos que só se alimenta pela mão dele, então fica fácil manipula-los. Usando de muita indução e sugestão (próprio da Psicologia) área em que é formado o Silas, ele vem num jogo de palavras chaves e de versículos isólados fora do contexto fazer essas pessoas acreditarem no que prega.

    Se eu estivesse dando respostas ao Silas, diria Malafaia, ofertar é uma obrigação do servo do Senhor

    Tributai ao SENHOR a glória de seu nome; trazei presentes, e vinde perante ele; adorai ao SENHOR na beleza da sua santidade. I Cr 16.29

    Dízimar também

    Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo. Dt 14.22

    Não existe conotação em barganhar com Deus através de oferta.

    Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer. Lc 17.10

    O salmista disse

    Porque quem sou eu, e quem é o meu povo, para que pudéssemos oferecer voluntariamente coisas semelhantes? Porque tudo vem de ti, e do que é teu to damos.
    I Cr 29.14

    Afinal, ele sabia que

    Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Sl 24.1

    Não há como barganhar com Deus. É ofertar segundo propor no coração

    Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. I Co 9.7

    Devemos nos lembrar que a qualidade da oferta está acima da quantidade

    E disse: Em verdade vos digo que lançou mais do que todos, esta pobre viúva
    Lucas 21:3

    Logo, Seja R$ 900, 00 ou R$ 1.000,00 ou qualquer outro valor bem mais inferior, se for dado de coração terá o mesmo efeito. Do contrário, só quem desfruta-se de um bom salário seria abençoado por Deus. (teologia ratificada por Malafaia)

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Rô, não vi outro comentário teu, aliás, todos os comentários estão sendo aprovados. Talvez tenha tido algum problema com o código de verificação antes do envio. Muita Luz e Harmonia para todos.

    ResponderExcluir
  19. BOM;;NAO PODERIA DEIXAR DE FALAR ALGO,,,PRIMEIRO KERO PARABENIZAR,AO AMADO PASTOR CARLOS..ESTA ESCRITO KE NAO HA NADA DE OCULTO KE NAO HAJA DE SER REVELADO....POIS BEM........A TODOS..MEU DEUS, MEU DEUS..TENHA MISERICORDIA DE TODOS NÓIS...VAMOS FAZER MAIS PELO REINO DE DEUS..VAMOS NOS AMAR UNS AOS OUTROS...CHEGA DE PERDER TEMPO...AGORA VEJAM BEM AKEM MUITO SE DÁ , MUITO SE LHE PEDIRÁ;;;FIKEM EM PAZ GENTE...DEUS VAI PEDIR CONTA DE TUDO...OUTROSSIM..UM DIA JESUS FALOU AOS APOSTOLOS...DAI-LHES VÓS DE COMER...MAS ELES NAO TINHAM KUASE NADA...JESUS TEVE KE ENTRAR EM AÇÃO..E HOUVE MULTIPLICAÇÃO....BOM PENSEM OKE KIZEREM..DEUS AINDA FAZ MILAGRES GRANDIOSOS, E ISTO EM TODAS AS AREAS..E TEM VARIAS COISAS KE PODEM MOTIVAR ISTO ALÉM DA FÉ, VCS SABIAM???..BOMKEM TEM ABASTANÇA EM KUALKER AREÁ..TEM KE PRATICAR AMATEMATICA DE DEUS...KE É..KEM TEM + DIVIDA : COM KEM TEM MENOS -..BOM ISSO É CARIDADE..ISSO AGRDA A DEUS´´ISSO É AMAR O PROXIMO.....LEMBRENSE DEUS É AMOR!!!BOM AGORA UMA PALAVRA REMA P/ O ASNO...TEVE 1 ASNO BA BIBLIA KE 1 DIA EMPACATOU...MAS..ACABOU OBEDECENDO A DEUS..KE NOSSO DEUS POSSA SALVAR OU RENOVAR A VIDA DESTE BLOGUEIRO ASNO.. DEUS ABENÇOE A TODOS RICAMENTE, RS;;SHALOM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor..... Corre pra escola, RÁPIDO!!!!!!! É o DIL de novo ;)

      Excluir
  20. Em tempo, usei o termo Asno, sem ofensas. Corroborando com o tom humorístico. Mas, sei amigo Nilson, que és um grande jornalista.

    ResponderExcluir
  21. @PastorMalafaia A Justiça foi feita. Vc não podia ser condenado de forma alguma, por ter expressado ou não alguma coisa sobre GLS.
    Mas existem uma coisa q vc, RR soares entre outros deveriam ser condenados. Falsidade ideológica.E sabe porque Pastores. Eu contribui com voces muita das vezes e agora que preciso todos voces nem respondem o Email.Portanto, será o que o DEUS, que voces pregam é esse mesmo resp. pelas suas atitudes. Hj eu preciso, ontem eu doava.
    Ajudei a Igreja e as pessoas de todas as formas que pude. Dei empregos e grana. Agora quem precisa sou eu. Ninguem aparece.
    Me perdi no tempo. Achei que ajudando o proximo, eu tambem seria ajudado quando precisasse. Mas nao é bem assim. O Egoismo impera.
    @bibIiasagrada Me ensina a ter fé, porque não esta sendo fácil. As contas vencem, as cobranças aumentam, e nada muda. Me ensina a ter fé.
    @PastorMalafaia Vc devia esta preocupado com as suas ovelhas, isto sim. Eu fui uma delas e quando precisei voce virou as costas.Cara de pau.

    Wiliam M****

    Estas mensagens foram retiradas do twitter e acredito que seja apenas uma das inúmeras pessoas que pedem ajuda a esse Falso Profeta que se preocupa em fazer o que a mídia quer para se passar por bonzinho, mas na verdade quer ganhar mais adeptos a sua igreja afim de angariar dinheiro para sua vida de luxo, é só mais um estelionatário da fé. Peço a VEJA que façam uma reportagem sobre a vida de luxo q esse "homem de Deus" vive.

    Resposta Biblica ao Desafio do Profeta Velho Silas Malafaia http://www.youtube.com/watch?v=F_ew65C3Gtk http://www.youtube.com/watch?v=KkTbdu9UXUk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa.... Tem um aqui que acordou Nilson... Parabéns amigo!!! Bem vindo a MATRIX... ;)

      Excluir
  22. Clamas em alta voz e não te detenhas, levanta a voz como a trombeta; anuncia a Jacó o seu pecado, e a casa de Israel a sua transgressão. Isaías 58.1

    Com essas palavras louvo a Deus por não se deixar escarnecer diante da multidão de falsos profetas e de pastores Balaões, tal como esse cidadão do Silas Malafaia, que saiu de nós por que não era dos nossos, pois se fosse dos nossos teria ficado na SIMPlICIDADE DO EVANGELHO DE CRISTO.

    ... Amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscÊcnia/paixões/desejos... Paulo falando a Timóteo

    À lei a ao testemunho, se eles não falarem segundo esta verdade não haverá alva... Deus por meio de Isaías.

    Acessem meu blog: http://pastornonatoramos.blogspot.com e leiam parte de um dos livros que estou terminado de escrever (DESCUBRA COMO O dIABOI VEM DESTRUINDO O MUNDO E MACULANDO A IGREJA) que muito tem a ver com essas heresias, inclusive, respeita aos "pastores" que são maçons, tais como Manoel Ferreira, Aner Ferreirae outros.

    Permaneçamos na Palavra, pois Jesus Breve Vem.

    Maranata ! Ora vem Senhor Jesus.

    Cordialmente,

    Pastor Nonato, um dos perturbvadores de Israel

    ResponderExcluir
  23. Muito bom o artigo. Você colocou com sabedoria pontos bíblicos que são contrários ao comércio da fé. As contribuições aos líderes primitivos tinham com o objetivo a manutenção do ministério e a distribuição aos pobres. Nós não vemos na Bíblia que Paulo, por exemplo, ficou rico, comprou ouro ou outros objetivos reverenciados pela natureza humana. O verdadeiro cristão deveria se libertar dessas heresias. O seu texto está muito bom mesmo. Parabéns. Posso usar no meu blog? Também escrevi uma carta para o pastor Silas Malafaia. Depois, pode me fazer uma visita. http://minhavidaemcristosemheresias.blogspot.com.br/.

    ResponderExcluir
  24. Esse falso "evangelho" que tem colocado o deus Mamom nos púlpitos, e tem refutado o Genuíno Evangelho de Jesus, está na verdade, blasfemando o caminho da Verdade (O próprio Jesus) Aqui se encaixa a referencia biblica,onde diz lá nas cartas do apóstolo Paulo:" mudaram a Verdade de Deus em mentiras..." Esses que distorcem o evangelho para seu proprio beneficio! Isto é sinal da Apostasia!!!!Acordem crentes, Jesus nunca prometeu riquezas materiais!!!!os tempos atuais são de angústia !!!!!

    ResponderExcluir
  25. Adorei o artigo você esta de parabéns, sobe expressar certinho o que muitos queriam dizer, também não sou evangélica, mas respeito todo tipo de religião e vejo que tem muita gente que se aproveita de certas circunstâncias. Antigamente falar em nome de Deus era algo muito sério, hoje falar em nome de Deus é um comercio. Sei que tem muita gente séria que se dedica realmente as obras de Deus por isso temos que levar a publico os charlatões..

    ResponderExcluir
  26. é verdade que todo pastor que é assalariado da a ideia de nao voluntariedade?

    ResponderExcluir
  27. Amado irmão como muitos já mencionaram por vc se dizer não ser evangélico acredito que tem muito a ensinar aos que dizem ser, também sou um opositor da "famosa" Teologia da Prosperidade, creio que Deus abençoa, mas, não precisamos barganhar com Ele Benção. Sem mesmo ler o seu post, tinha escrito em meu blog uma postagem que creio que possa acrescentar sobre esse "pobre evangelho" que muitos estão pregando por ai, se puder dar uma conferida agradeço.

    http://fundamentosdasabedoria.blogspot.com.br/2012/08/crescimento-sem-qualidade.html

    E que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  28. acho que voce ainda vai se dar mal pois aquele que mexe com homem de DEUS esta mexendo com deus cuidado pois esse tipo de coisa a palavra de deus diz que todo trabalhador e digno do seu salario se ele dedica a sua vida para fazer a obra de deus ele tem direito de seu salario mas deixa que deus julgue quem e voce para julgar um homem de deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acaso o seu comentário é diferente de um julgamento?

      Excluir
    2. Certeza.... mais um do Silão.....

      Excluir
    3. Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR! (Jeremias 17:5)

      Excluir
  29. Nooss, essa doeu!
    Chuuuupa Anônimo!!!
    quer dizer que julgar é errado julgando!kkkkkkkkkkk
    Eita povinho Hipocrita!!!



    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.