Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

“Chefe de quadrilha” (segundo a PGR) dá dicas de leitura e diz qual é a boa emissora de TV. Faz sentido!

José Dirceu - Um Asno
O ex-deputado José Dirceu, cassado por corrupção e “chefe de quadrilha”, segundo a Procuradoria Geral da República, agora também dá dicas de leitura! Seus seguidores, ele orienta, devem ler os blogs ditos “progressistas” porque só eles trariam informações isentas sobre o caso Cachoeira, entenderam?

Os blogs progressistas são aqueles que pertencem ao JEG (Jornalismo da Esgotosfera Governista) — ou à BESTA (Blogosfera Estatal), na denominação do jornalista Fábio Pannunzio.

Segundo Dirceu, só jornalistas como Paulo Henrique Amorim (curiosamente da Rede Record) e Luis Nassif (cujo dossiê contra a Revista Veja veio por terra com a liberação das gravações de Cahoeira), são dignos de confiança. Mas, não se enganem! Só em contratos firmados com a Caixa Econômica Federal, o governo Tarso Genro e os Correios, Paulo Henrique Amorim se transformou num gênio financeiro da “nova mídia”, com faturamento de quase R$ 1 milhão desde o ano passado.

Aliás, alguns jornalistas que romperam com o jornalismo tradicional, onde o que deve prevalecer é o compromisso com o interesse público, tem difundindo na web informações que põe em xeque a lisura das apurações e das intenções de outros jornalistas. Ocorre, porém, que estes são regiamente financiados com o dinheiro público, recebendo patrocínios de empresas estatais, por exemplo.

A orientação à "sabedoria da juventude", trata-se, sustenta o Zé, de resistir ao que ele chama “velha mídia”. No que diz respeito às emissoras de TV, o “chefe de quadrilha” (segundo a PGR) recomenda apenas uma: a TV Record (onde o Paulo Henrique diz: "Boa noite e boa sorrrte!").

Assim, se você considera o Zé um bom orientador de educação moral e cívica e um bom juiz da mídia, faça o que ele recomenda. Meus amigos do PT de Birigui já seguem essa orientação há muito tempo e já eliminaram de sua lista de leituras revistas profanas como a Veja. Do seu ponto de vista, estão certos: se eu fosse eles, escreveria a mesma coisa.

O Zé está ficando, à sua maneira, transparente. No mesmo post em que recomenda os blogs do JEG (ou da BESTA) e a TV Record, também pede a seus seguidores que leiam um artigo de Marcos Coimbra, publicado na Carta Capital (!!!), sustentando que o brasileiro não está nem aí para o julgamento do mensalão (cuja existência ele nega) e que isso não tem a menor importância.

Entenderam? Não são os críticos do deputado cassado por corrupção que ligam as chicanas do caso Cachoeira ao mensalão. É o prórpio Zé! Como, pela segunda vez, o discurso contra o jornalismo sério melou (as gravações só provaram que o jornalista da Veja só realizou seu trabalho comprometido com o interesse público) e o STJ rejeitou a denúncia de tentativa de golpe de estado (delírio do lulismo), só resta mesmo ao Seu Zé, impedir que os jovens militantes leiam coisas profanas contra a religião intocável que se tornou o PT!

Nenhum comentário:

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.