Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

“O Globo”: ‘Os novos aloprados não justificam uma crise’

Lula e Gilmar Mendes
Editorial de hoje do jornal O Globo, publicado no blog do jornalista Ricardo Noblat:



No primeiro grande escândalo ocorrido depois do estouro do mensalão, o da tentativa de compra de um dossiê fajuto contra José Serra, em 2006, o presidente Lula repetiu o gesto da condenação pública que fez no ano anterior. Na descoberta dos mensaleiros, em 2005, ele foi a público pedir desculpas ao povo brasileiro.
Já no final da campanha eleitoral do ano seguinte, quando a Polícia Federal desmantelou a trama do dossiê, e até apreendeu uma sacola repleta de dinheiro, Lula optou por desqualificar os militantes envolvidos na trapalhada. A ação rocambolesca, supõe-se, ajudaria o candidato petista Aloizio Mercadante.

Ali surgiram os “aloprados”, termo da lavra presidencial. Pois há muitas evidências de que eles reapareceram na barafunda em que se transformou esta investida supostamente para usar a CPI do Cachoeira a fim de atemorizar o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e, por meio de pressões sobre o ministro Gilmar Mendes, do Supremo, emparedar a própria Corte — ou, quem sabe?, ganhar um voto para a causa da postergação do julgamento do mensalão, tema que atormenta a ala radical do PT.

Pelo menos até ontem, a rápida e cortante reação de Gilmar Mandes aos desdobramentos da revelação da VEJA de que Lula propusera ao ministro ajudar no adiamento da entrada do processo em julgamento, em troca de proteção na CPI, ofuscou os desmentidos da versão confirmada por ele.
Em entrevista coletiva na terça-feira, na qual não permitiu a entrada de fotógrafos e cinegrafistas, Mendes distribuiu acusações a “gângsteres” que teriam espalhado que haveria provas, no material recolhido pela PF nas investigações contra o esquema Cachoeira/Delta/Demóstenes, de que o ministro do STF e o senador viajaram a Berlim em avião do contraventor e/ou com as despesas pagas por ele. Talvez por isso, deduz-se, precisaria de proteção na CPI.

Mas o ministro provou com documentos que fora a Alemanha às expensas do STF, num primeiro trecho da viagem, e, no segundo, pago com o próprio dinheiro.
Também na terça, Demóstenes, ao depor no Conselho de Ética do Senado, confirmou a explicação de Mendes.
Uma evidência de que aloprados agiram, com a incompetência revelada em 2006, é que, ao Jornal Nacional daquela noite, ao ser ouvido nos corredores da CPI, o deputado Jilmar Tatto (PT-SP) reconheceu que a prova documental de Gilmar Mendes era definitiva e admitiu que se pensava levar o suposto caso do ministro do Supremo à comissão.

Desenhou-se, então, de forma nítida um plano para constrangê-lo, como foi feito com Roberto Gurgel, pelo fato de o procurador não ter dado sequência a um primeiro inquérito em que Demóstenes aparecia, para, explicou, não prejudicar novas investigações.
Deu certo. A ligação de Gurgel com o mensalão é que será ele a encaminhar, pelo Ministério Público, as acusações contra os mensaleiros no julgamento do caso.
Frustrada a manobra — inspirada em comédias do tempo do cinema mudo —, é preciso esvaziar qualquer possibilidade de crise política, tampouco institucional. Não faz sentido deixar o andamento do processo do mensalão no STF e os trabalhos — por mais arrastados que estejam — da CPI serem prejudicados por mais uma ação de aloprados digna de “Os Trapalhões”.

Minha Vez...
Fora os pagamentos de sua viagem a Berlim, os extratos divulgados por Gilmar Mendes mostram que o maior gasto que fez em meados de 2011 foi com uma esteira elétrica. Nem tanto que precisasse do aparelho. Gilmar tinha uma em casa, presente de sua mulher, mas considerava o aparelho inadequado, feito para quem tem o passo pequeno. Para se exercitar em casa, parcelou em cinco vezes uma esteira nova, de R$ 6.640,00.

Os extratos de Gilmar Mendes mostram ainda três compras totalizando cerca de R$ 1.100,00 em livros.
Como sua esteira, a compra foi dividida. Uma em cinco parcelas, outras duas em três. Aliás, a maioria das compras de Gilmar no cartão foram parceladas em 2011. Desde as despesas com viagens até compras de eletrodomésticos divididas em dez vezes no Ponto Frio e na Ricardo Eletro.

10 comentários:

  1. You really make it seem so easy with your presentation however I in finding this
    topic to be really one thing that I think I might by no means
    understand. It kind of feels too complex and very huge for me.
    I'm having a look forward to your next submit, I will attempt to get the hold of it!


    Also visit my web site andyinoman.com - ,

    ResponderExcluir
  2. Hi! This is my first comment here so I just wanted to give a quick shout out and tell you I really enjoy reading your articles.
    Can you recommend any other blogs/websites/forums that go over the
    same subjects? Thanks a lot!

    my site ... click me (aladini.ge)

    ResponderExcluir
  3. I think this is one of the most vital information for me.
    And i'm glad reading your article. But wanna remark on few general things, The site style is ideal, the articles is really
    nice : D. Good job, cheers

    Feel free to surf to my page; revistaelcongreso.com ()

    ResponderExcluir
  4. I was curious if you ever considered changing the layout of your blog?

    Its very well written; I love what youve got to say. But
    maybe you could a little more in the way of content so people
    could connect with it better. Youve got an awful lot of text for only having 1 or
    2 images. Maybe you could space it out better?

    Visit my homepage - kzy.gynmg.com - -

    ResponderExcluir
  5. I am regular visitor, how are you everybody? This paragraph
    posted at this web page is truly pleasant.

    Also visit my website click me

    ResponderExcluir
  6. This is the perfect webpage for everyone who hopes to find out about this topic.
    You realize so much its almost tough to argue with you
    (not that I really will need to…HaHa). You definitely put a new
    spin on a subject that has been written about for decades.

    Great stuff, just excellent!

    Here is my page ... dianahiccup.tumblr.com ()

    ResponderExcluir
  7. I'm not sure why but this weblog is loading very
    slow for me. Is anyone else having this issue or is it a issue on my end?
    I'll check back later and see if the problem still exists.


    Feel free to surf to my site click me, khutor-life.com,

    ResponderExcluir
  8. Everything is very open with a very clear description of
    the issues. It was truly informative. Your site is very useful.

    Thanks for sharing!

    Feel free to surf to my page christianburkin.com []

    ResponderExcluir
  9. Fine way of describing, and nice paragraph
    to get data on the topic of my presentation focus, which i am going
    to present in school.

    Here is my web site Commercial Electiricty

    ResponderExcluir
  10. It's not my first time to pay a visit this web
    page, i am browsing this site dailly and take pleasant
    facts from here everyday.

    Also visit my page Comercial Electricity

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.