Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Prefeituras do Sul acusam Confiancce de não pagar médicos

Imagem Protegida por Direito Autoral - Um Asno
Imagem Original removida por solicitação do proprietário
Fui o primeiro a divulgar a denúncia de Cristiano Salmeirão (no mesmo momento em que era proferida durante a última sessão da câmara). Fiz uma busca rápida por informações e demonstrei que a denúncia é válida, consistente, em acordo com as prerrogativas do vereador, mas que era cedo para uma conclusão. O motivo pelo qual, preferi adiar e acompanhar o desenrolar do caso foi básico: condenações trabalhistas existem aos quilos em empresas de Birigui (nem por isso, deixam de atuar recebendo até prêmios na cidade), a empresa Confiancce possui contratos em pelo menos oito estados e diversas cidades; em Birigui tem realizado o trabalho de forma satisfatória e a maneira como a denúncia veio a público (e, considerando o histórico do denunciador), o caso merecia um pouco mais de cautela nas letras escritas. Vejam o que informa o jornalista Paulo Godoy na Folha da Região:
A Confiancce Serviços de Medicina e Saúde, contratada pela Prefeitura de Birigui para gerir o Programa de Saúde da Família, que está atuando sob suspeita de irregularidade, já teria enfrentado problemas em cidades do Sul do Brasil, segundo apurou a Folha da Região.
Em Castro (PR), Sede Nova e Ponte Preta, ambas no Rio Grande do Sul, a empresa teria deixado de pagar médicos vinculados a ela, o que fez com que as administrações não renovassem seus contratos. A informação foi passada à Folha por representantes das prefeituras nos três municípios.
Em Sede Nova, cidade de 4 mil moradores, contrato para pagamento de médicos plantonistas foi encerrado porque, segundo a Secretaria de Administração, não estaria sendo cumprido a contento.
Eu já havia realizado a mesma busca e identificado, inclusive as demandas trabalhistas da empresa, mas decidi esperar porque a mesma empresa tem outros serviços (sobretudo na Bahia) que têm sido elogiados pelas administrações e população servida. Minha percepção (diria até intuição) é de que o caso possa ser conduzido de manera irresponsável e quem acabe pagando por isso não seja a administração atual (como esperam seus adversários), mas sim, a população! Não seria a primeira vez que um caso investigado acaba paralisando (obras como a reforma da Câmara Municipal de Birigui) e serviços (que até o momento tem agradado a população) em cidades, cuja disputa política pesa mais do que a preocupação com os cidadãos.

Ainda prefiro acompanhar os fatos, concluo depois...

Um comentário:

  1. Outras denúncias ja foram feitas anteriormente como podem visualizar no link abaixo, porém ninguém se preocupou em esclarecer. Salmeirão está de parabéns pois nunca ;e tarde para que seja feita justiça!!!

    http://aladimmartins.blogspot.com.br/2011/07/editarvereador-aladim-jose-martins-vai.html

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.