Observatório Social de Birigui

Últimos Artigos
recent

Respondendo às críticas: Igreja Universal dá a dizimista diploma assinado por Jesus

Dízimo - Um Asno

Respondendo aos comentários do "Anônimo" (não sei por que me dou a esse trabalho, mas o bichim é insistente!). Além de me ofender em comentários que não publiquei para preservar outros leitores, me acusa de ser anticristão e de levantar testemunhos falsos contra o empreendimento religioso de Edir Macedo.
O diploma transcreve Malaquias 3.10-12, que, entre outras coisas, diz “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimentos na minha casa”.
Silas Malafaia, 53, informou que o salário dos pastores de sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, vai de R$ 3.000, para iniciantes, a R$ 20.000, com benefícios que incluem casa mobiliada, escola para filhos e plano de saúde. Pastores com experiência têm direito a carro do ano.
Em áudio postado em seu blog em 9 de fevereiro de 2009, o bispo Edir Macedo (foto) afirma que “quando é fiel a Deus no dízimo você pode andar de cabeça erguida”. E acrescenta que a recompensa dessa fidelidade é ser abençoado por Ele.
O bispo sugere que o mesmo ocorre com quem não dá 10% do que ganha para a Iurd.



Pois bem, não me ocupo muito com esses casos, porém, algumas pessoas se ofenderam porque mencionei a igreja (suponho que se trate da igreja Universal), em minhas postagens. O fiz, primeiro, porque se trata de uma intervenção do jornalismo da Rede Record no julgamento dos mensaleiros e na CPI do Cachoeira e, não pretendo me alongar além do que o necessário nesse assunto. Já disse que não me manifesto quanto as crenças das pessoas, apenas discuto ideias políticas, mas se a platéia exige...

O material que reproduzo abaixo pode ser acessado no blog do jornalista Paulo Roberto Lopes, a quem considero muito mais apto a responder a estas questões, embora eu me coloque a disposição para eventuais debates. Façamos a leitura do que diz o jornalista, volto em seguida:
Diploma de Dizimista
No caso da condenação da Igreja Universal do Reino de Deus pelo Tribunal de Justiça de Minas por explorar um portador de déficit mental, passou despercebido um detalhe revelador do quanto são enganadores os pastores dessa seita.

DizimistaDo zelador Edson Luiz de Melo (foto abaixo), os pastores tiraram tudo que puderam. Ao longo de anos, Melo emitiu cheques pré-datados e doou o dinheiro da venda de um terreno, além de entregar todo o seu salário à Universal.

Em troca, o zelador recebeu um diploma de dizimista assinado pelo próprio Jesus Cristo, o "abençoador", que caprichou na caligrafia. A informação é do portal mineiro Uai.


O que houve com Melo (foto) foi ao contrário do que promete o diploma de dizimista. Ele foi afastado do serviço por causa do agravamento de sua doença e, como dava tudo que tinha à igreja, faltou-lhe dinheiro inclusive para compra de remédios.

Existem outros parecidos, de fiéis que são induzidos a doar tudo o que têm. Não se entende por que o Ministério Público não fez nada até agora.

Pastores do Malafaia têm salário de até R$ 20 mil, além de casa e carro


É a primeira vez que um líder religioso neopentecostal revelou o salário dos pastores. Na falta de maiores informações, os valores citados por Malafaia podem ser tomados como referência do mercado de salários dos pregadores da Bíblia.

As perspectivas desses profissionais são as melhores possíveis, considerando que não precisam ter formação universitária. Um professor de ensino médio não ganha tanto, nem sequer um médico em início de carreira, por exemplo.

“Mas é preciso saber ler a Bíblia, pregar, explicar”, disse Malafaia à jornalista Daniela Pinheiro, que escreveu para a revista Piauí de setembro reportagem sobre o pastor. “Não adianta o cara [candidato a pastor] vir com chorumela”, avisou Malafaia.

Na semana passada, a BBC Brasil informou que os pastores mais habilidosos estão sendo disputados pelas igrejas neopentecostais. Está se tornando cada vez mais comum um pastor mudar de igreja para ganhar mais, a exemplo do que ocorre em outras atividades.

A valorização desses profissionais se deve a um conjunto de fatores: o bom desempenho da economia brasileira, o fortalecimento do poder aquisitivo das classes C e D (onde há proporcionalmente mais evangélicos) e a disputa cada vez mais acirrada entre as igrejas evangélicas pelo mercado de fiéis.

O número de vagas é crescente e faltam profissionais. A procura por bons profissionais supera a oferta.

Malafaia informou que vai abrir 250 igrejas nos próximos cinco anos. Considerando que cada templo necessita no mínimo de dois pastores, a Vitória de Cristo vai precisar de pelo menos 500 profissionais. Atualmente, a subdenominação tem cerca de 100 templos.

É aconselhável que os candidatos a pastor saibam o inglês ou outro idioma, porque as igrejas neopentecostais vão continuar se expandindo no exterior, em ritmo cada vez mais acelerado. A Igreja Universal, por exemplo, já se encontra em 110 países, onde o "negócio" é administrado, na maioria dos casos, por brasileiros, tidos como os de "mais confiança" em relação aos pastores "nativos".

A Universal tem mais filiais no exterior do que qualquer multinacional brasileira, registrou a BBC. Em Londres, o esforço agora da denominação é cativar os ingleses, não só, portanto, os brasileiros lá radicados.

A Igreja Mundial segue o caminho da Universal. Além de ter um forte crescimento no Brasil, a igreja de Valdemiro Santiago se expande sobretudo na África. Pouco se sabe da Igreja Internacional da Graça, do discreto R.R. Soares (ex-sócio de Edir Macedo quando fundou a Universal ), mas seus planos também são expansionistas.

Na Universal, o pastor tem de cumprir meta de arrecadação de dízimo, como qualquer vendedor de apólice de seguro ou do comércio atacadista, por exemplo. Há prêmios, como viagem a Jerusalém, àqueles que obtêm os melhores resultados.

Além de bom salário, os pastores sempre têm a possibilidade de abrir “o próprio negócio” sem praticamente nenhum investimento. Para registrar uma igreja e começar a pregar e colher dízimo, desfrutando de isenção de impostos, basta R$ 500, no máximo, sem contar o aluguel de um salão.

Com informação da revista Piauí (só para assinante).

Quem não paga dízimo fica exposto ao Satanás, afirma Edir
Edir Macedo

Durante 11 minutos e 35 segundos, o fundador da Iurd (Igreja Universal do Reino de Deus) falou a palavra “dízimo” ou dízimos” 15 vezes; dinheiro, oito; e ofertas, quatro.

Macedo não apresenta nenhuma alternativa para ser fiel a Deus. Tem de ser só pelo dízimo.

E ai daquele que não fizer doação à igreja, porque “vai ser destruído pelo Devorador” (leia-se Satanás).

Ele fala a palavra “Devorador” ou “devoradores” nove vezes, como: “O Devorador age na vida dos fracos, não [na] dos fortes”.

Os fracos no caso, para Macedo, são aqueles que não pagam dízimo. E “os fracos vão entregar tudo para os fortes”.

Macedo afirma que Deus faz muita questão dos dízimos e das ofertas. Mas por que se Ele “não pega dinheiro na mão”? Porque, diz o bispo, “é uma questão exclusivamente de fé de confiança [em Deus]”.

Ele compara o não-pagador de dízimo ao adúltero.

“O sujeito fiel [no casamento] tem sossego em casa. Mas quando sai da linha, ele teme ser descoberto e começa o seu inferno”.

Tem de haver uma diferença entre aqueles que são fiéis e aqueles que não são fiéis a Deus”, diz.

Quando apresentamos nossos dízimos, nós temos moral para chegar diante Dele e reclamarmos aquilo que Ele tem prometido em suas palavras [na Bíblia].”

Em nenhum momento, no áudio, Edir Macedo fala que destino têm as doações à Igreja Universal.

Voltei
Para o amigo "Anônimo" que afirmou não haver condenação sobre a igreja Universal, o link a seguir possui uma lista de mais de cem artigos que demonstram, não só a Universal, como também outras. Leia (se tiver coragem! A Exploração em nome de Jesus!. Além do mais a prática de vender bençãos e milagres é antiga!

Para os realmente sinceros que ainda ouvem essa conversa fiada de dízimo, desafio a ler até o final este artigo! A justificativa fajuta pra atender as exigências destes impostores é a de que é correto seguir o que está escrito na Bíblia. Pois bem, amigos, então leiam a Biblia verdadeiramente e percebam por si mesmos que dízimo não pode ser em dinheiro! A Biblia torna lícita as ofertas espontâneas, porém, proíbe que se dê o dízimo em dinheiro por "estimular vícios aos sacerdotes". Parem de ouvir os "ungidos" e dediquem alguns minutos para ler a Bíblia de verdade! Espero não ter de voltar a esse assunto, retorno a política nos próximos artigos.

Um comentário:

  1. a igreja foi a melhor aconteceu na minha vida eles sao onstos adoro as pessoas de la

    ResponderExcluir

1 - Qualquer pessoa pode comentar no Blog “Um Asno”, desde que identifique-se com nome e e-mail.
a) Em hipótese alguma serão aceitos comentários anônimos.
b) Não me oponho quanto à reprodução do conteúdo, mas, por uma questão de responsabilidade quanto ao que escrevo, faço questão que a fonte seja citada.

2— Não serão aceitos no Blog “Um Asno” os comentários que:
1. Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
2. Forem escritos em caixa alta (letras maiúsculas);
3. Estejam repetidos na mesma ou em notas diferentes;
4. Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
5. Reproduzam na íntegra notícias divulgadas em outros meios de comunicação;
6. Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
7. Contenham links de qualquer espécie fora do contexto do artigo comentado;
8. Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

Tecnologia do Blogger.